•  Anterior
  • 1
  • ...
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12(current)
Revisão dos valores de Portagens para Motociclos
Estou chocado...
Vá lá, não terem "pedido" a um colega para votarem por eles... hum... ou a um familiar... hum...
bigsmile

Vá, não é das coisas prioritárias para eles. E penso que como são poucos afetados, não pensam nisso.
É o normal com temas que não chamam muito a atenção.
Responder
(28-03-2019 às 16:11)Macavenco Escreveu: Vá, não é das coisas prioritárias para eles. E penso que como são poucos afetados, não pensam nisso.
É o normal com temas que não chamam muito a atenção.

A "estirpe" motociclista tem pouco peso (ainda) neste país. E depois à desunião geral entre motociclistas, não temos também entidades com grande peso e poder que reivindiquem pelos direitos de quem usa e se desloca em duas rodas a motor. É consequência assim de um sector ainda pouco expressivo e com peso relativo na economia do país. O GAM tem pouco poder e são limitados de recursos e mesmo a FMP parece mais focada na vertente desportiva do que propriamente nos direitos dos motociclistas.
Basta ver que uma única unidade industrial de um grande grupo automóvel (PSA) a produzir no país, teve mais peso na alteração à lei da classificação de portagens, que toda uma classe de utilizadores de um determinado tipo de veículo (motociclistas).
[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
Boas;

Carlos-kb, andando tu de moto há já uns anos e tendo acompanhado o boom dos '90, ainda acreditas no crescimento do motociclismo neste país?

- A federação não existe, preocupa-se mais com a sobrevivência de determinados "mamíferos";
- O GAM tem maior independência, apesar de contaminado também, faltando alguma capacidade de aglutinação;
- Os importadores e seus representantes nem se ouvem;
- As motos deixaram de ser um "objecto de encanto e entusiasmo";
- Os motociclistas verdadeiramente entusiastas e apaixonados estão em vias de extinção;
- Em relação aos políticos, recuso-me, por respeito aos presentes, a escrever o que penso.
Responder
(28-03-2019 às 17:01)Johnny_1056 Escreveu: - Em relação aos políticos, recuso-me, por respeito aos presentes, a escrever o que penso.

Então olha lá... em relação aos colegas de forum é ok chamar montes de merda e desejar que morram por seleção natural, mas os politicos merecem-te tanto respeito?

É que esses é que são os verdadeiros montes de merda e certamente que terias adjetivos muito mais engraçados para eles que para nós lol

E duvido que alguém fique chocado... eu gosto de acreditar que pessoas que andam de mota são mais inteligentes que a maioria, e pessoas inteligentes não se metem na politica cool
Um click de suspensão por dia, nem sabe o bem que lhe fazia!
Responder
Boas;
Dmanteigas, por respeito aos presentes no forum, incluindo aos imbecis montes de merda não aos políticos.
Colegas são as p#tas, que também merecem mais consideração que os políticos. blink
Responder
(28-03-2019 às 17:12)dmanteigas Escreveu:
(28-03-2019 às 17:01)Johnny_1056 Escreveu: - Em relação aos políticos, recuso-me, por respeito aos presentes, a escrever o que penso.

Então olha lá... em relação aos colegas de forum é ok chamar montes de merda e desejar que morram por seleção natural, mas os politicos merecem-te tanto respeito?

É que esses é que são os verdadeiros montes de merda e certamente que terias adjetivos muito mais engraçados para eles que para nós

E duvido que alguém fique chocado... eu gosto de acreditar que pessoas que andam de mota são mais inteligentes que a maioria, e pessoas inteligentes não se metem na politica cool


Enviado do meu SM-G935F através do Tapatalk
Responder
(28-03-2019 às 17:01)Johnny_1056 Escreveu: Carlos-kb, andando tu de moto há já uns anos e tendo acompanhado o boom dos '90, ainda acreditas no crescimento do motociclismo neste país?

- A federação não existe, preocupa-se mais com a sobrevivência de determinados "mamíferos";
- O GAM tem maior independência, apesar de contaminado também, faltando alguma capacidade de aglutinação;
- Os importadores e seus representantes nem se ouvem;
- As motos deixaram de ser um "objecto de encanto e entusiasmo";
- Os motociclistas verdadeiramente entusiastas e apaixonados estão em vias de extinção;
- Em relação aos políticos, recuso-me, por respeito aos presentes, a escrever o que penso.

O segmento das motos tem crescido, é um facto. Hoje vendem-se proporcionalmente muito mais motos que em relação há 10 ou 20 anos atrás.
Agora, talvez esse crescimento não tenha sido feito de forma a que tenhamos motociclistas que reivindiquem os seus direitos. Não esquecer que o maior "boom" se deveu essencialmente à "habilitação" directa dos encartados B, às 125. E para muitos destes, só o poder conduzir moto (e trocar o carro pela moto nas deslocações urbanas) já é uma grande benesse. Não há necessidade de reclamar um IUC mais justo (pois não pagam IUC sequer) e muito menos portagens mais acessíveis.

Depois, os tais importadores e seus representantes, começam a ser quase todos ibéricos... com a sede no país vizinho. Naturalmente não se pode esperar daqui grande expressão reivindicativa. Até porque o mercado nacional, face ao espanhol, é quase residual.
[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
  
  •  Anterior
  • 1
  • ...
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12(current)




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)