Revisão dos valores de Portagens para Motociclos
#31

(22-09-2017 às 11:36)carlos-kb Escreveu:  Em relação ao Simplex, isso tem um nome.... Chama-se "Desmaterialização de Processos".

As entidades oficiais não têm espaço físico para albergar tanta papelada, sendo que muitos procedimentos já têm de ser feitos exclusivamente em formato digital. Já para não falar da degradação física que os processos em papel sofrem pelo tempo, condições atmosféricas e outras situações ocasionais, que podem comprometer a sua existência.
Em digital, com os respectivos back-ups, os processos digitais são perenes.

Por exemplo, na minha actividade profissional, muitos dos municípios, já não aceitam sequer processos em formato papel. Tudo é entregue em formato digital, nos respectivos ficheiros normalizados (PDF-A / DWF), devidamente assinados digitalmente.

depois de entregues em papel e validados , os organismos do estado digitalizam-nos e destroem o papel , isso sim , isso é o simplex.

eu não vim para aqui escrever para iniciar nenhuma discussão ou argumentar , eu vim ALERTAR que esse site não é fidedigno.

se criarem uma petição online e usarem o vosso certificado digital , aí sim , aí essa petição é valida.
Responder
#32

(22-09-2017 às 11:32)Caroço Escreveu:  irra , coloca la aqui o link do site das petições publicas onde tens que mencionar o domicilio ( que é obrigatório ) ???

qual foi a parte de que o simplex é para organismos do estado que não percebeste ???

para que metes aqui o link , eu conheço bem esse endereço basta , qual velha guarda , qual carapuça , é a lei pá , são os requisitos que a mesma exige para que os dados sejam validos.

tens ate o exemplo da empresa onde trabalhas , porque é que não usam o simplex e os contratos eram validos por telefone ou online ???  porque é que foram obrigados a enviar o contrato por correio e o cliente assinar e devolver para serem validos ???

nova guarda ??

Caroço, sou muito teu amigo, mas não sou professor de Português para te ensinar a ler e interpretar. Expliquei-te acima o que significa e NÃO É OBRIGATÓRIO DOMICILIO se apresentares NOME E NÚMERO DE BI.

Trata-se de Português e nisso, estou fora, não sou professor. Volto a repetir, a petição pode ser inserida ONLINE mediante recolhas de assinaturas ONLINE até num site que sejas tu a criar, DESDE QUE tenhas NOMES COMPLETOS E NÚMEROS DE BI.

É o que é pedido, ponto final.

Agora, quanto ao meu trabalho, não há contratos enviados para casa de ninguém. Um contrato pode ser feito telefonicamente, se quiseres até te meto aqui a legislação.

O que é enviado para casa das pessoas chamam-se CONDIÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS e não são sequer para assinar. Só existe um caso em que o cliente tem que devolver documentação, que é quando recebe chamadas por parte de qualquer empresa e aceita algo. Caso seja o cliente a contactar a entidade, O CONTRATO É FEITO POR TELEFONE.

Até te acrescento que actualmente TODAS AS CHAMADAS são gravadas e ficam em Base de Dados por 24 meses, período vigente dos contratos.

SIMPLEX  blink
Responder
#33

Agora porta-te bem e vai beber uma por mim V
Responder
#34

F O D A S S E ....

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#35

A ideia partiu do Bloco de Esquerda e foi hoje aprovada no Parlamento. PSD absteve-se, mas os outros partidos deram luz verde, com o PCP a apresentar uma declaração de voto.

Propõe-se então ao governo a criação de "uma nova classe de veículos para aplicação de uma mesma tarifa de portagem correspondente aos motociclos, independentemente do método escolhido para o seu pagamento". A tarifa a aplicar corresponderia a metade do valor que os veículos de classe 1 pagam.

No projeto do BE é denunciado que "a antiga reivindicação de uma revisão da classificação de veículos não está a ser cumprida, pelo contrário mantendo-se a situação atual, existe um claro desfavorecimento para quem se desloca em motociclos e não é cliente da Via Verde".

O documento nota também que "a Via Verde decidiu que quem se desloca em motociclos nas autoestradas e adere ao seu sistema usufrui de um desconto de 30% face ao preço das portagens para a classe 1". Esse desconto, contudo, não inclui as passagens nas SCUT e na ponte Vasco da Gama, em Lisboa.

Depois de em 2013 ter sido aprovada uma resolução na Assembleia da República, volta-se então a insistir que "se legisle no sentido de criar uma classe específica para os motociclos que corresponda a uma taxa de portagem proporcionalmente menor".

Como justificação para a proposta, o Bloco diz "que a utilização de motociclos, em comparação com os restantes veículos da classe 1, tem benefícios quanto à redução da emissão de gases poluentes, pois consomem uma menor quantidade de combustível, e à fluidez do trânsito, pois ocupa menos de metade da via de rodagem, quer nas autoestradas quer em todo o território que estas servem". Além disso, notam, as motas pesam menos do que os outros veículos da classe 1 e a superfície de contacto com a estrada é também menor, tendo menor peso no desgaste da estrada.

No documento refere-se, ainda, que segundo um parecer da Comissão Nacional de Proteção de Dados "nenhum cidadão pode ser discriminado por ser ou não cliente da Via Verde, pelo que não será mais admissível continuar a prejudicar quem se desloca em motociclos e não está disponível para adquirir um dispositivo da Via Verde".

O projeto do Bloco resulta de uma petição subscrita por 5983 pessoas apresentada na AR, que pedia precisamente a criação de uma classe para as motas.

Fonte: Sol
Responder
#36

Só peca por tardio. É da mais elementar justiça e, na minha opinião, uma maior quantidade de motas nas estradas é uma grande ajuda na resolução dos graves problemas de trânsito em cidades como Porto e Lisboa. A sua utilização devia ser favorecida.

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#37

Tudo o que for para libertar mais uns trocos para encher o depósito é bem vindo.

Podiam cortar mais era em IUC e ISV e nessas tributações em cima das outras.

Mas já que nesse bolo nem mexem, uma gajo vai aproveitando todas as migalhas.

[Imagem: yamaha_ydp-163_-_pianino_cyfrowe.jpg]


Responder
#38

Em Portugal??

...não vai dar em nada.... sad

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#39

(05-01-2018 às 16:51)Mr.Ricky Escreveu:  Em Portugal??

...não vai dar em nada.... sad


Não sejas assim.

Demora mas chegamos lá.
Responder
#40

era hora de se falar em IUC também, claro a seguir, ou será que não temos argumentos para isto?

[Imagem: Qfzl0I1.png]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)