Pan America
#51

Está a ser um gosto ler este tema.

Entre corrente e veio não é claro que uma das soluções seja melhor ou pior.

Corrente bem lubrificada e alinhada tem um rendimento mecânico superior ao veio.

O veio já se sabe, está isolado, é menos exigente em manutenção.
Responder
#52

(26-02-2021 às 22:56)pareias Escreveu:  Entre corrente e veio não é claro que uma das soluções seja melhor ou pior.

Corrente bem lubrificada e alinhada tem um rendimento mecânico superior ao veio.

O veio já se sabe, está isolado, é menos exigente em manutenção.

Não há nada que tenha só vantagens... e em cada sistema, as mais valias trazidas acarretam outros tantos inconvenientes.

É assunto sobejamente debatido e elucidativo... >>aqui<<!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#53

(26-02-2021 às 22:39)Nfilipe Escreveu:  Mas supostamente até nao foi a Yamaha em 91 com o lançamento da Tdm, que nao era carne nem peixe quando saiu, que se criou ali um novo segmento/categoria? Não seria essa a primeira adventure então?! Só anos mais tarde, bem mais tarde é que parece que viram ali o potencial da coisa, e seguiu-se a varadero, v strom, multistrada e companhia.

Isto do "ADV" ou "Adventure" para designar um segmento de mercado é algo recente.
E surge como nome "fofo" para motos que podes encher de bagagem e ir almoçar ao Tibete.

OK... a designação até pode não ser nova. Nem inocente.
Afinal, a KTM usava comercialmente para designar um modelo do seu catálogo.
Irónicamente um produto que durante alguns anos foi encarado como a opção válida para preencher o buraco deixado por Africa Twins e Super Tenérés.
Isto numa época em que por muito que os actuais fanboys tentem reescrever a história... a GS não tinha qualquer expressão.

No tempo das TDM, Varadero e V-strom... não se falava em Adventure.
Chamavam-nas de maxi-trails.
E a expressão que tinham no mercado era bem menor.
Porque o mercado emergente eram as sport-tourers.
E talvez por isto esta evoluíram numa abordagem mais estradista do que foram as suas antecessoras.

Realmente nenhuma destas eram carne ou peixe.
Mas também não eram marisco.

O ressurgimento do interesse por algo mais "offroad" é que levou este segmento entrar numa espécie de crise de identidade.
E é aqui que surge o "Adventure" para separar as águas.

Por isso tens hoje duas abordagens distintas no mercado.
Tão distintas que a própria BMW tem R1250GS e S1000XR para satisfazer ambas.
E ambas são comercialmente sucedidas e nem se canibalizam.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#54

(26-02-2021 às 17:14)Nfilipe Escreveu:  Sim essa afirmação de Raínhas absolutas, pouco sentido faz, não é preciso recuar muito no tempo, à pouco mais de 20 anos atrás ainda ninguém sabia sequer o que era uma adventure bike, ou maxi trail ou lá o que lhe queira chamar. E na altura estou em crer que a Bmw tinha muita mas muita pouca expressão quanto as 2 rodas cá em portugal. Raramente se via uma.

Em relação as GS via se apenas algumas R1100GS que saíram em 1993 eu na altura andei tb , com uma uns tempos... e por acaso gostei muito dessa versão.

Depois já se via era as K da época, do pessoal do papel... Lol

Live After Death...

Os Ferros...

In life, nothing happens by chance...
Responder
#55

(01-03-2021 às 12:56)FerroH Escreveu:  Em relação as GS via se apenas algumas R1100GS que saíram em 1993 eu na altura andei tb , com uma uns tempos... e por acaso gostei muito dessa versão.

Depois já se via era as K da época, do pessoal do papel... Lol

Ferro... em 1993, a que estreou a geração do boxer oil-head 4 valve foi a R1100RS, que até foi relativamente bem sucedida comercialmente. A GS1100 só saiu no ano seguinte, ainda que já houvesse as GS das gerações anteriores, da linhagem da R80 que até ganhou (também) o Dakar nos seus primeiros anos.
Responder
#56

(01-03-2021 às 16:21)carlos-kb Escreveu:  
(01-03-2021 às 12:56)FerroH Escreveu:  Em relação as GS via se apenas algumas R1100GS que saíram em 1993 eu na altura andei tb , com uma uns tempos... e por acaso gostei muito dessa versão.

Depois já se via era as K da época, do pessoal do papel... Lol

Ferro... em 1993, a que estreou a geração do boxer oil-head 4 valve foi a R1100RS, que até foi relativamente bem sucedida comercialmente. A GS1100 só saiu no ano seguinte, ainda que já houvesse as GS das gerações anteriores, da linhagem da R80 que até ganhou (também) o Dakar nos seus primeiros anos.

Sim carlos... eu referia me precisamente a esse boxer 4 valve, ok... digamos que a R1100GS foi apresentada em 1993.
Provavelmente terá sido em 1994 que andei com ela porque era nova em folha... mas já não me lembro bem, mais ano menos ano. LOL
E como se falou aqui á "apenas" 20 anos... eu ter dito que já existia a R1100GS bem antes.
Depois, penso que em 1999 veio a R1150GS esta, precisamente há 22 anos! smile

Quanto a R80G/S um amigo meu tb teve uma na época! Lol

Live After Death...

Os Ferros...

In life, nothing happens by chance...
Responder
#57

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)