Tracer 900 GT 2019, perguntas aos especialistas

A Tracer é uma bela bicicleta. Para a cidade está muito boa.

Só fiz 60km mas gosto. Não é nenhum missil,mas é agradável.
Responder

(01-02-2019 às 20:41)pareias Escreveu:  A Tracer é uma bela bicicleta. Para a cidade está muito boa.

Só fiz 60km mas gosto. Não é nenhum missil,mas é agradável.

Estas a dispersar o assunto do tópico devil

"Dá-me só 10 Minutos!"
Responder

(01-02-2019 às 12:46)sat_ON_fire Escreveu:  Só uma coisa que as motas com electrónica podem fazer que as que não têm não podem. Essa "coisa" é que podem ser conduzidas das duas formas, com e sem ajudas.

Da pouca experiência que tenho em 2 rodas posso dizer que há duas coisas de que não tenho saudades do tempo em que tive motas sem ajudas.

Teres de travar a meio de uma curva porque apareceu areia, água ou simplesmente entraste depressa demais e não conseguires manter minimamente a trajectória.

Ir com a mão direita a tremer a cada saída de curva pois qualquer movimento a mais lá ia a traseira (este caso apenas com a ZZR).

Saber o que há nos dois mundos é bom.
Mas também convém saber o que não se deve fazer nos dois mundos.

E é aqui que eu gosto de discutir.
A mim também me aparece areia e água e também me calha fazer alguma trajectória mal feita.
As ajudas podem dar mais confiança mas não fazem a curva por ti. E se fores completamente fora dos limites nem os anjinhos te valem.

Se tivermos isso em conta vamos saber admitir que somos nós que controlamos a situação e que as ajudas só fazem precisamente isso. Ajudar.
Teremos que ser nós que, em todo momento, temos que ter controlo da situação e conhecimento para actua perante um imprevisto.

Vou fazer alusão a uma situação vivida em loco por um outro membro deste fórum.
A minha VFR não tem controlo de tracção e até agora foram poucas as vezes que derrapou. Talvez porque seja uma menina a curvar e tal...
Mas nesse dia juntou-se a fome com a vontade de comer. Vinha a ser seguido por um repolho e o traçado era fixe mas o piso vidrado, precisamente aquele tipo de piso que gosta de testar os pneus. Os meus eram uns SmartRoad III, que depois de usados levaram um chumbo. Dorothy entrou bem na curva, uma trajectória rápida mas no momento de acelerar para levantar a mota deixei lá uma fatia de borracha no asfalto. A derrapagem obrigou a correcção de trejectoria sem chegar a sair fora de mão, mas quando a senti derrapar tentei não largar o acelerador de golpe caso contrário podia agarrar, safanão e ir bater com o costado no asfalto à frente dela.
Um controlo de tracção evitava isto!?
Claro que sim.
Mas será que saberíamos actuar correctamente se não tivéssemos treinado estas situações, por exemplo num curso de todo terreno?
Um control de tracção ajuda mas não evita que esse safanão não surja, em situações limites e a uma velocidade considerável.
Ou seja, é bom ter uma ajuda, mas convém ter esse conhecimento comportamental em situações extremas.
Por isso é bom fazer cursos e testar os nossos limites nesses cursos.

Li por aí que era em pista que se devia desligar essas ajudas todas porque é na rua que elas mais nos dão jeito.
Concordo em parte, mas duvido que o faça, porque há medida que se vai subindo de nível, mais bem vinda será a ajuda, porque um safanão à saída de uma curva (em circuito) pode ser a diferença entre chegar fixe e contente a casa e ter metais preciosos no esqueleto.
Em comparação, na estrada as ajudas, em teoria nem devem entrar em acção, uma vez que terás que ser muito agressivo para chegar a precisar efectivamente da sua intervenção.
Mas claro, se elas la estiverem sejam muito bem vindas!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

(01-02-2019 às 20:56)LoneRider Escreveu:  Vou fazer alusão a uma situação vivida em loco por um outro membro deste fórum.
A minha VFR não tem controlo de tracção e até agora foram poucas as vezes que derrapou. Talvez porque seja uma menina a curvar e tal...
Mas nesse dia juntou-se a fome com a vontade de comer. Vinha a ser seguido por um repolho e o traçado era fixe mas o piso vidrado, precisamente aquele tipo de piso que gosta de testar os pneus. Os meus eram uns SmartRoad III, que depois de usados levaram um chumbo. Dorothy entrou bem na curva, uma trajectória rápida mas no momento de acelerar para levantar a mota deixei lá uma fatia de borracha no asfalto. A derrapagem obrigou a correcção de trejectoria sem chegar a sair fora de mão, mas quando a senti derrapar tentei não largar o acelerador de golpe caso contrário podia agarrar, safanão e ir bater com o costado no asfalto à frente dela.

Lerias.

Isso foi uma cena de evasao a inspector gadjet! Sabias bem que te ia meter a roda e decidiste largar fumaca para me despistares... pois escusavas de ter metido a terceira de valvula escape bem aberta e a esgatinhar por mais 50metros...

Foi bonito de ver por fora. tong


Responder

(01-02-2019 às 21:23)vindaloo Escreveu:  
(01-02-2019 às 20:56)LoneRider Escreveu:  Vou fazer alusão a uma situação vivida em loco por um outro membro deste fórum.
A minha VFR não tem controlo de tracção e até agora foram poucas as vezes que derrapou. Talvez porque seja uma menina a curvar e tal...
Mas nesse dia juntou-se a fome com a vontade de comer. Vinha a ser seguido por um repolho e o traçado era fixe mas o piso vidrado, precisamente aquele tipo de piso que gosta de testar os pneus. Os meus eram uns SmartRoad III, que depois de usados levaram um chumbo. Dorothy entrou bem na curva, uma trajectória rápida mas no momento de acelerar para levantar a mota deixei lá uma fatia de borracha no asfalto. A derrapagem obrigou a correcção de trejectoria sem chegar a sair fora de mão, mas quando a senti derrapar tentei não largar o acelerador de golpe caso contrário podia agarrar, safanão e ir bater com o costado no asfalto à frente dela.

Lerias.

Isso foi uma cena de evasao a inspector gadjet! Sabias bem que te ia meter a roda e decidiste largar fumaca para me despistares... pois escusavas de ter metido a terceira de valvula escape bem aberta e a esgatinhar por mais 50metros...

Foi bonito de ver por fora. tong

Lembro-me disso...
Tenrinhos!

Velasquez87
Responder

(01-02-2019 às 21:25)Velasquez87 Escreveu:  
(01-02-2019 às 21:23)vindaloo Escreveu:  
(01-02-2019 às 20:56)LoneRider Escreveu:  Vou fazer alusão a uma situação vivida em loco por um outro membro deste fórum.
A minha VFR não tem controlo de tracção e até agora foram poucas as vezes que derrapou. Talvez porque seja uma menina a curvar e tal...
Mas nesse dia juntou-se a fome com a vontade de comer. Vinha a ser seguido por um repolho e o traçado era fixe mas o piso vidrado, precisamente aquele tipo de piso que gosta de testar os pneus. Os meus eram uns SmartRoad III, que depois de usados levaram um chumbo. Dorothy entrou bem na curva, uma trajectória rápida mas no momento de acelerar para levantar a mota deixei lá uma fatia de borracha no asfalto. A derrapagem obrigou a correcção de trejectoria sem chegar a sair fora de mão, mas quando a senti derrapar tentei não largar o acelerador de golpe caso contrário podia agarrar, safanão e ir bater com o costado no asfalto à frente dela.

Lerias.

Isso foi uma cena de evasao a inspector gadjet! Sabias bem que te ia meter a roda e decidiste largar fumaca para me despistares... pois escusavas de ter metido a terceira de valvula escape bem aberta e a esgatinhar por mais 50metros...

Foi bonito de ver por fora. tong

Lembro-me disso...
Tenrinhos!

Por falar nisso...

Foi um espectáculo bonito de se ver, ate tenho pena que a malta das motas com ajudas electrónicas tenham todos ficado para trás e nao tenham visto nada!!

devil


Responder

(01-02-2019 às 21:32)vindaloo Escreveu:  
(01-02-2019 às 21:25)Velasquez87 Escreveu:  
(01-02-2019 às 21:23)vindaloo Escreveu:  Lerias.

Isso foi uma cena de evasao a inspector gadjet! Sabias bem que te ia meter a roda e decidiste largar fumaca para me despistares... pois escusavas de ter metido a terceira de valvula escape bem aberta e a esgatinhar por mais 50metros...

Foi bonito de ver por fora. tong

Lembro-me disso...
Tenrinhos!

Por falar nisso...

Foi um espectáculo bonito de se ver, ate tenho pena que a malta das motas com ajudas electrónicas tenham todos ficado para trás e nao tenham visto nada!!

devil

Da mesma forma que a descer aquela serra até Estepona ninguém presenciou os dois da frente devil

Velasquez87
Responder

(01-02-2019 às 12:46)sat_ON_fire Escreveu:  Só uma coisa que as motas com electrónica podem fazer que as que não têm não podem. Essa "coisa" é que podem ser conduzidas das duas formas, com e sem ajudas.

Da pouca experiência que tenho em 2 rodas posso dizer que há duas coisas de que não tenho saudades do tempo em que tive motas sem ajudas.

Teres de travar a meio de uma curva porque apareceu areia, água ou simplesmente entraste depressa demais e não conseguires manter minimamente a trajectória.

Ir com a mão direita a tremer a cada saída de curva pois qualquer movimento a mais lá ia a traseira (este caso apenas com a ZZR).

Boas;
De que vale uma moto cheia de ajudas e potência para andar ao mesmo ritmo duma moto menos potente sem ajudas??
Uma ZZR 1400 é um valente canhão, mas consegue-se conduzir ser controlo de tracção. Uma ZX12R consegue ter uma entrega de potência mais violenta...


(01-02-2019 às 21:32)vindaloo Escreveu:  ...
Por falar nisso...

Foi um espectáculo bonito de se ver, ate tenho pena que a malta das motas com ajudas electrónicas tenham todos ficado para trás e nao tenham visto nada!!

devil

Na última vez que nos juntámos havia motos com "ajudas"?
Responder

(01-02-2019 às 22:57)Johnny_1056 Escreveu:  Na última vez que nos juntámos havia motos com "ajudas"?

A Cb500x tem ABS!


Responder

(01-02-2019 às 23:09)vindaloo Escreveu:  
(01-02-2019 às 22:57)Johnny_1056 Escreveu:  Na última vez que nos juntámos havia motos com "ajudas"?

A Cb500x tem ABS!

Boas;
ABS??!! Para quê??!! Entrava nas curvas de gatilho e sem travar!! bigsmile
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)