Miguel Oliveira 88
#91

(07-05-2019 às 00:05)KaWOWsaki Escreveu:  Eu faria exactamente o mesmo.
E mesmo assim continuo a achar que o projecto da KTM pode ser importante e dar frutos.

O Miguel é bom piloto, mesmo que não vingue em Moto GP, ele tem talento suficiente para vingar em outros campeonatos.

Para já, a sua prestação tem sido positiva e tem já uma extensão de contrato.

Temos 4 rondas no campeonato de 2019. O Miguel conseguiu acabar as 4 , mesmo que só em duas corridas é que tenha efectivamente pontuado (independentemente das quedas e penalizações de terceiros).
Mesmo em Jerez, dos 4 rookies deste ano, foi o único a acabar a corrida.

De relembrar ainda que o Miguel, mesmo na equipa "secundária" da KTM e numa moto à priori, menos competitiva, mantém-se após estas 4 rondas, à frente de nomes mais sonantes como Zarco, Ianone ou Rabat.

E ainda isto vai no ínicio.

Relembro o discurso de há uns meses atrás, neste mesmo tópico, em que praticamente toda a gente afirmava que o Miguel estaria condenado a ser sempre o piloto de cauda de tabela. E penso que para o ano de entrada, numa moto e numa estrutura, como se disse, menos competitiva, está a ter alguns resultados, Veja-se por exemplo o colega de equipa, o Syharin, que com uma moto "igual", e já com experiência de uma época anterior (em que até ficou pelo meio da tabela, com uma Yamaha), este ano ainda nem sequer pontuou.

Tenho fé que ainda haverá muita margem para evolução do piloto e da máquina, no caso concreto do Miguel. E se ele revelar toda a vontade e empenho que tem feito, mesmo com as limitações que tem, os "big boss" do MotoGP não andam de olhos fechados e certamente outras portas se poderão abrir.

Até lá, há que ter fé. O falcão ainda voará mais alto, tenho toda a certeza disso.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#92

(07-05-2019 às 10:05)carlos-kb Escreveu:  Mesmo em Jerez, dos 4 rookies deste ano, foi o único a acabar a corrida.

A regularidade sem dúvida que é positiva, mas acho que se devem estabelecer outros objectivos.
Acabar corridas, não deixa (para mim) de ser um fraco consolo.

(07-05-2019 às 10:05)carlos-kb Escreveu:  E ainda isto vai no ínicio.

Estava aqui a apostar para mim mesmo quem seria o primeiro após esta corrida a vir dizer: ''Ainda é cedo''. lol

(07-05-2019 às 10:05)carlos-kb Escreveu:  Veja-se por exemplo o colega de equipa, o Syharin, que com uma moto "igual", e já com experiência de uma época anterior (em que até ficou pelo meio da tabela, com uma Yamaha), este ano ainda nem sequer pontuou.

Deve-se sempre estabelecer objectivos positivos. Não existe qualquer benefício prático em remetermos a comparação para o pior exemplo que existe em motoGP.

O Syahrin só pisa uma pista de corridas na classe motoGP devido a interesses asiáticos para a permanência dele lá. É na prática um piloto de secretaria, e só anda +/- em Sepang e mesmo assim...

Não é concorrência para o Miguel, não é concorrência para nenhum piloto.

(07-05-2019 às 10:05)carlos-kb Escreveu:  Tenho fé que ainda haverá muita margem para evolução do piloto e da máquina, no caso concreto do Miguel.

Quando se está mal, só se pode melhorar. Mas o tempo passa.


Responder
#93

(07-05-2019 às 10:57)vindaloo Escreveu:  A regularidade sem dúvida que é positiva, mas acho que se devem estabelecer outros objectivos.
Acabar corridas, não deixa (para mim) de ser um fraco consolo.

O que pode ser indiciador de que possivelmente a questão passará mais pela moto e não tanto pelo piloto. E isso pode revelar-se benéfico para a permanência. Um piloto irregular e que acabe apenas metade das corridas, é meio caminho andado para "saltar fora".

(07-05-2019 às 10:57)vindaloo Escreveu:  Estava aqui a apostar para mim mesmo quem seria o primeiro após esta corrida a vir dizer: ''Ainda é cedo''. lol

E não é? De 20 rondas, tens apenas 4 realizadas. Ou seja... 20% do campeonato apenas está cumprido. As contas são feitas no final.
"Até ao lavar dos cestos é vindima".

(07-05-2019 às 10:57)vindaloo Escreveu:  Deve-se sempre estabelecer objectivos positivos. Não existe qualquer benefício prático em remetermos a comparação para o pior exemplo que existe em motoGP.

O Syahrin só pisa uma pista de corridas na classe motoGP devido a interesses asiáticos para a permanência dele lá. É na prática um piloto de secretaria, e só anda +/- em Sepang e mesmo assim...

Não é concorrência para o Miguel, não é concorrência para nenhum piloto.

Os objectivos são sempre positivos, pá!

Agora, a comparação com o Syahrin tem uma simples razão. É talvez a mais justa e directa, para aferir as reais potencialidades do Miguel. Estão os dois na mesma equipa, têm os mesmos meios, usam motos idênticas... e os resultados até agora demonstram o que demonstram, com vantagem para o tuga.

Retrocede à época anterior e vê a prestação do Syharin, no seu ano de estreia em MotoGP. Com um piano, amealhou 46 pontos, ficando exactamente a meio da tabela (16º lugar em 32 pilotos).

[Imagem: BdEvcDJ.png]

Mais um indicativo que a coisa até poderá estar mais na equipa Tech3 do que propriamente nos pilotos que nela estão integrados.
O (mau) exemplo da Mahindra nas Moto 3 ou da Kalex nas Moto 2, por onde o Miguel passou, é bem exemplificativo do que uma estrutura e uma equipa pouco competitiva pode fazer na prestação final do piloto. Basta ver o "salto" que deu, quando passou para estruturas competitivas e com aspirações.
Não duvido que o Miguel esteja a dar o seu melhor... mas com esta estrutura e moto, duvido é que aspire a muito mais do que ir ficando no top 15 e ir amealhando uns pontecos corrida após corrida... Ainda mais estando no seu 1º ano.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#94

(07-05-2019 às 11:45)carlos-kb Escreveu:  O que pode ser indiciador de que possivelmente a questão passará mais pela moto e não tanto pelo piloto. E isso pode revelar-se benéfico para a permanência. Um piloto irregular e que acabe apenas metade das corridas, é meio caminho andado para "saltar fora".

Que a moto tem responsabilidade não há dúvida alguma.
Ninguém melhor prova isso que o Zarco.

E ter regularidade em não pontuar... é querer ver o copo meio cheio só porque tem lá alguma humidade dentro.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#95

(07-05-2019 às 11:45)carlos-kb Escreveu:  Retrocede à época anterior e vê a prestação do Syharin, no seu ano de estreia em MotoGP. Com um piano, amealhou 46 pontos, ficando exactamente a meio da tabela (16º lugar em 32 pilotos).

Meia tabela a comparar com os wildcards, lesionados etc. As corridas têm em média 22 pilotos. E pontua-se avante do 15º lugar. Qualquer posição abaixo disto, é má posição e o Syahrin teve (para mim) má prestação na época 2018, pois acabou num lugar abaixo de pontuação.

Teve menos de 1 terço dos pontos do colega equipa (Zarco) e que ao longo da época teve algumas falhas estratégicas nas abordagens às corridas (recorda-te 3 voltas a fundo e pneus derretidos à 5ª volta) e também algumas quedas.

O Syahrin até pode ser muito bom rapaz, mas a meu ver não é pedigree motoGP. Diria até que se calhar ingressando em moto2 até podia ali andar alegremente nos 6 primeiros (como o Luthi) e era melhor para todos.


(07-05-2019 às 11:45)carlos-kb Escreveu:  E não é? De 20 rondas, tens apenas 4 realizadas. Ou seja... 20% do campeonato apenas está cumprido. As contas são feitas no final.
"Até ao lavar dos cestos é vindima".

Não. Para algumas conquistas, o Miguel já vem tarde. O Miguel com outra opção de carreira fora da Mahindra, poderia ter tido mais um ano competitivo em moto2 e provavelmente chegaria com outro rótulo ao motoGP e outras portas abertas.

Quanto à corrente época, continuo a dizer que com mais ou menos mota o razoável é top 16. Portanto qualquer posição acima disto representa um bom trabalho, e abaixo representa um mau fim de semana.

Não estou a botar abaixo, é simplesmente o que penso e não vejo porque não se há de encarar frontalmente.



(07-05-2019 às 11:45)carlos-kb Escreveu:  Não duvido que o Miguel esteja a dar o seu melhor...

O que te leva a pensar isso? Treina mais que os outros, experimenta modalidades diferentes de complemento condução, envolve-se mais com a sua equipa técnica para desenvolver melhor a mota?

Tanto quanto sei, até pode ser verdade ou não. Não faço ideia.

Seja como for, o #88 não nos deve nada. Não é obrigado a entregar resultados.


Responder
#96

(07-05-2019 às 11:45)carlos-kb Escreveu:  "Até ao lavar dos cestos é vindima".

Isso é uma grande verdade!

Live After Death...

Os Ferros...

In life, nothing happens by chance...
Responder
#97

(08-05-2019 às 00:10)dfelix Escreveu:  E ter regularidade em não pontuar... é querer ver o copo meio cheio só porque tem lá alguma humidade dentro.

Em 4 corridas de 20 no total, pontuou em duas. Dizer que o Miguel tem "regularidade em não pontuar"... é querer ver o copo meio vazio só porque o calor começa a apertar.

(08-05-2019 às 10:06)vindaloo Escreveu:  Meia tabela a comparar com os wildcards, lesionados etc. As corridas têm em média 22 pilotos. E pontua-se avante do 15º lugar. Qualquer posição abaixo disto, é má posição e o Syahrin teve (para mim) má prestação na época 2018, pois acabou num lugar abaixo de pontuação.

Teve menos de 1 terço dos pontos do colega equipa (Zarco) e que ao longo da época teve algumas falhas estratégicas nas abordagens às corridas (recorda-te 3 voltas a fundo e pneus derretidos à 5ª volta) e também algumas quedas.

O Syahrin até pode ser muito bom rapaz, mas a meu ver não é pedigree motoGP. Diria até que se calhar ingressando em moto2 até podia ali andar alegremente nos 6 primeiros (como o Luthi) e era melhor para todos.

Espera aí.... acho que ainda não atingiste o porquê de eu ter ido buscar o Syahrin, como termo de comparação, para o Miguel. Mas eu faço copy-paste...

«a comparação com o Syahrin tem uma simples razão. É talvez a mais justa e directa, para aferir as reais potencialidades do Miguel. Estão os dois na mesma equipa, têm os mesmos meios, usam motos idênticas... e os resultados até agora demonstram o que demonstram, com vantagem para o tuga.»


Estás a ver coisa "ao contrário". Eu não estou a enaltecer o Syahrin, perante o Miguel, mas o oposto. Que com as mesmas condições está a fazer melhor.
Se na presente temporada, o malaio é o pior piloto da categoria? Não faço a mínima ideia... é até posso dar o beneficio da dúvida de que sim! E a ajudar, está incluído na (possivelmente) equipa mais fraca, aonde o Miguel também está.

(08-05-2019 às 10:06)vindaloo Escreveu:  Não. Para algumas conquistas, o Miguel já vem tarde.

Quais conquistas? Estavas à espera de o ver a lutar corrida após corrida, por pódios? A arrebanhar mais um vice-campeonato? Ou mesmo o título? Era chegar, apostar e vencer?
Vê o que o Miguel (não) fez quando subiu a cada uma das categorias inferiores, e antes de ingressar em estruturas mais competitivas e respectivas sendas mais vitoriosas? think

Aliás, para aquilo que dizes contar... «avante o 15º lugar», ainda está e vai perfeitamente a tempo.

(08-05-2019 às 10:06)vindaloo Escreveu:  O Miguel com outra opção de carreira fora da Mahindra, poderia ter tido mais um ano competitivo em moto2 e provavelmente chegaria com outro rótulo ao motoGP e outras portas abertas.

Se a minha avózinha não tivesse morrido, talvez hoje ainda fosse viva.
Curiosamente foi sempre na KTM que se sagrou vice-campeão nas Moto 3 e Moto2... e ainda obteve um 3º lugar final nas Moto2.
Agora... é um facto que na categoria rainha, a KTM está muito aquém. Ainda mais estando ele na equipa secundária, da marca.

(08-05-2019 às 10:06)vindaloo Escreveu:  
(07-05-2019 às 11:45)carlos-kb Escreveu:  Não duvido que o Miguel esteja a dar o seu melhor...

O que te leva a pensar isso? Treina mais que os outros, experimenta modalidades diferentes de complemento condução, envolve-se mais com a sua equipa técnica para desenvolver melhor a mota?

Tanto quanto sei, até pode ser verdade ou não. Não faço ideia.

Agora faço-te a pergunta pelo inverso... O que te leva a pensar que o Miguel não esteja a dar o seu melhor? think
Achas que treina menos que os outros? Que não se envolve com a equipa técnica para desenvolver melhor a mota? Etc.?

Até pode ser verdade. Mas também não faço ideia! devil

Aonde acho que ele continua a desiludir? Nas qualificações! E isso pode ser também importante para conseguir escalar lugares nas classificações.

(08-05-2019 às 10:06)vindaloo Escreveu:  Seja como for, o #88 não nos deve nada. Não é obrigado a entregar resultados.

De acordo, neste ponto.
Mas ao que parece, há bem mais por aqui quem esteja com mão "castigadora" e com "profecias da desgraça", com os resultados mais ou menos espartanos e apenas 4 corridas feitas.
Eu pelo menos sou optimista e tenho fé que ele vai evoluir e conseguir mais e melhores resultados.
No final falamos... e se tiver de dar a mão à palmatória... darei!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#98

(08-05-2019 às 12:24)carlos-kb Escreveu:  Espera aí.... acho que ainda não atingiste o porquê de eu ter ido buscar o Syahrin, como termo de comparação, para o Miguel. Mas eu faço copy-paste...

«a comparação com o Syahrin tem uma simples razão. É talvez a mais justa e directa, para aferir as reais potencialidades do Miguel. Estão os dois na mesma equipa, têm os mesmos meios, usam motos idênticas... e os resultados até agora demonstram o que demonstram, com vantagem para o tuga.»


Estás a ver coisa "ao contrário". Eu não estou a enaltecer o Syahrin, perante o Miguel, mas o oposto. Que com as mesmas condições está a fazer melhor.
Se na presente temporada, o malaio é o pior piloto da categoria? Não faço a mínima ideia... é até posso dar o beneficio da dúvida de que sim! E a ajudar, está incluído na (possivelmente) equipa mais fraca, aonde o Miguel também está.

Ainda não atingiste o meu ponto. O Syahrin é mau piloto, não interessa sequer comparar.

Independentemente da equipa mota etc. Não há nem houve a mínima dúvida que o Miguel tem e vai ter de ficar à frente dele. Corrida após corrida, dando-se a borla na malásia.

Nunca nos podemos considerar bem sucedidos olhando para baixo, mas pelos objectivos que estabelecemos a nós próprios.

Deturpar os dados da tabela ainda compreendo, o que não compreendo é a insistência com a comparação com um piloto claramente pior que o Miguel, para validar aquilo que sobre um ponto de vista que estás a querer demonstrar que o rapaz se está a portar bem.


(08-05-2019 às 12:24)carlos-kb Escreveu:  Quais conquistas? Estavas à espera de o ver a lutar corrida após corrida, por pódios? A arrebanhar mais um vice-campeonato? Ou mesmo o título? Era chegar, apostar e vencer?
Vê o que o Miguel (não) fez quando subiu a cada uma das categorias inferiores, e antes de ingressar em estruturas mais competitivas e respectivas sendas mais vitoriosas? think

É a terceira vez que o escrevo neste tópico, embora não vá fazer copy paste lol

O razoável é top 16 em todas as corridas. Com beliscos às KTM's fábrica e aos restantes rookies.


(08-05-2019 às 12:24)carlos-kb Escreveu:  Agora faço-te a pergunta pelo inverso... O que te leva a pensar que o Miguel não esteja a dar o seu melhor? think
Achas que treina menos que os outros? Que não se envolve com a equipa técnica para desenvolver melhor a mota? Etc.?

Até pode ser verdade. Mas também não faço ideia! devil

Quem proferiu a certeza foste tu, porque me colocas a questão a mim? proud

Eu disse logo que não a certeza, mas até pensei que terias conhecimento de causa e poderias acrescentar alguma coisa que não soubéssemos.

Mas dou-te opinião paralela, se a expectativa do Miguel é o contrato com maior paycheck independentemente das condições da equipa ou perspectivas de sucesso só para se encher de dinheiro, posso-te dizer que ao contrário do apoio de outros users que se pronunciaram fico com uma sensação agridoce relativamente ao empenho enquanto atleta.

Antes que 'vires isto ao contrário' realço duas situações:

Isto não quer dizer que não compreenda. Eu se tivesse a oportunidade de andar de mota por vencimentos de 700.000,00€ anuais com certeza tambem o faria.

E um ordenado elevado não implica falta de profissionalismo. Ou seja, não conseguimos estabelecer causa-efeito directa que lá por lhe pagarem mais de um lado não tenha igualmente a motivação pela vitória.

Isto somos nós aqui a conversar no motonliners.


(08-05-2019 às 12:24)carlos-kb Escreveu:  Mas ao que parece, há bem mais por aqui quem esteja com mão "castigadora" e com "profecias da desgraça",

Estava aqui a apostar quem seria o primeiro a apontar a pedra e a dizer que estamos a profetizar a desgraça do rapaz. bigsmile

Desta vez apostei em ti, e ganhei! proud

Bem.. como é evidente, não se trata disso. Nem optimismo nem pessimismo. Estamos a comentar a prestação de um piloto. Que por ser português não o classifica como isento de crítica.

Agora se um fim de semana não corre bem, não vejo porque não se há de comentar nesse mesmo sentido.

Repara que tem sido o #88 a referir os seus objectivos para as corridas, e o objectivo está sempre na classificação pontuável, não muito diferente do que tenho escrito para trás. Portanto o que para ele é bom ou mau, além da minha opinião pessoal... é o próprio o primeiro a afirmá-lo.

Não confundas isto com falta de apoio, ou falta de vontade no sucesso dele, pois é precisamente o contrário. Enche-me de orgulho saber... que está lá, porque acompanhei a Q1 e teve um breve plano de 2segundos e na corrida em si... nem um! sad

Ainda assim a crítica internacional tem-se reunido no consenso de que o #88 precisa de oportunidade e mais mota. Mas é bom que não se deixe cair no esquecimento e nas tabelas classificativas, pois enquanto gerar este género de artigos opinião a esperança existe.


Responder
#99

(08-05-2019 às 13:03)vindaloo Escreveu:  Estamos a comentar a prestação de um piloto. Que por ser português não o classifica como isento de crítica.

E é isto.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder

(02-05-2019 às 15:21)vindaloo Escreveu:  Recordo que o projecto KTM é um projecto a 5 anos, pelo que se em breve não aparecerem resultados (e aqui o holofote está no pol e no zarco) o mais certo é a KTM enfiar a viola no saco e abandonar a participação em motoGP.

Esta equipa esta um destroço!

https://www.motorsport.com/motogp/news/k...e/4383575/


Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)