Votação: Que moto escolherias? -
Honda Hornet 600 (2003-2004)
15.38%
4
15.38%
Honda Hornet 600 (2005-2006)
15.38%
4
15.38%
Suzuki Bandit 650 (2005- )
38.46%
10
38.46%
Uma Custom (Shadow, Virago, Dragstar, Intruder, Marauder, etc)
7.69%
2
7.69%
Outra
23.08%
6
23.08%
* Você votou por este item. Exibir Resultados


[Primeira mota] [Usada][500cc-750cc][2000€-3000€]
#21

(12-03-2015 às 15:57)Diogo Soares Escreveu:  Recapitulando, uma é refrigerada a ar e óleo e é carburada, logo, anda mais? mas aquece mais?

A outra é refrigerada a líquido e é de injeção, logo, anda menos? e aquece menos?

(perdoem a minha ignorância)

Qual seria a melhor opção entre as duas versões da B650?

Se reparares, postei as principais diferenças entre as B650 SACS e as B650 LC!

A mudança para um motor de refrigeração líquida e injecção, prendeu-se sobretudo com a possibilidade de cumprir as normas Euro3, em termos de emissões de CO2, o que num motor air/oil cooled carburado, era complicado.

Depois, permitiu incrementar mais 7cv na potência máxima declarada, (passou de 77cv para 84cv) e melhorar a resposta em médias / baixas, incrementando algum binário (passou de 54Nm@9500rpm na SACS, para 64Nm@8900rpm).

Apareceu também com a possibilidade de equipar sistema ABS na travagem.

Logicamente que não são de se esperar problemas de arrefecimento no motor SACS, apesar de ter uma refrigeração air/oil cooled, mas um liquid cooled, sempre dá outra fiabilidade.

Claro que o maior torque e a maior potência reflectem-se nas melhores prestações das unidades a "água". E o facto de ser injectada também vai á priori, proporcionar melhores a mais adequados consumos.
Se consultares sites de registo de consumos, como o fuelly.com, por exemplo, verás que em média, B650 liquid cooled também gasta um pouquinho menos, nas médias anunciadas.

Fuelly GSF 650N Bandit

Mas deverás ver que os valores anunciados resultam do cálculo sobre os dados dos vários utilizadores, pelo que isso depois depende muito da forma como cada um deles conduz, e que poderá difereir do teu tipo de condução, que sendo tu um iniciante, não se espera que seja em toada de "motoGP"!  lol

Agora, compete-te a ti a escolha, que poderá ainda e depois depender daquilo que encontres no mercado, como é evidente.

Só mais uma achega.... tens ainda a GSXF650, que é em tudo igual á Bandit 650, seja em mecânica, como em ciclística, quadro, suspensões, travões, diferindo apenas na programação do mapa de injecção, e com a vantagem de ser carenada, tendendo assim para uma vertente mais sport touring, com as vantagens daí resultantes.

[Imagem: Suzuki-GSX-650F-2008-i01.jpg]

Ainda que nas GSF Bandit tenhas também a opção semi-carenada (Bandit S), mas que deixa algo a desejar no capítulo estético.

[Imagem: Suzuki%20BanditS%20650-1250%2007%20%202.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#22

Epá,

Se os valores/estado forem os equiparados, acho que a de injecção será uma aposta.

No entanto, existem alguns exemplares, que por serem carburadas, estão claramente mais baratas, e nesse caso eu não faria uma opção mais dispendiosa por ser de injecção.

Se por um lado o modelo de injecção tem mais potencia, eu acho piada á entrega de potência menos linear (mais fria) da versão carburada. E os 7 cv não me parece que alterem significativamente o comportamento dessa mota.

"V"

...
Responder
#23

(12-03-2015 às 17:56)jpsimoes Escreveu:  Se os valores/estado forem os equiparados, acho que a de injecção será uma aposta.

No entanto, existem alguns exemplares, que por serem carburadas, estão claramente mais baratas, e nesse caso eu não faria uma opção mais dispendiosa por ser de injecção.

À priori (e sem ter olhado sequer aos anúncios), é de se esperar que o modelo air/oil cooled seja sempre mais barato, nem mais que não seja, derivado da antiguidade.... afinal serão sempre motos pré 2007. As LC, naturalmente serão mais recentes, logo menos desvalorizadas, logo mais caras.

Aliás acho que não será o facto de serem carburadas ou injectadas que fará diferença nos valores, mas sim, e sobretudo, o ano da(s) mesma(s).
Não esquecer que se poderão no entanto, encontrar modelos com o motor SACS registadas em 2007, sendo unidades ainda em stock não vendidas até lá.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#24

Deixo-te uma foto da minha moto.

[Imagem: 2_zpsb6d8ded8.png]

Digo-te o que me levou a escolher esta moto para substituir uma BMW R850R que tinha anteriormente.

1º o facto de ser uma Bandit, sempre foi o modelo Naked que mais gostei.

2º tem um motor arrefecido a ár/óleo, e o motor é lindo, não há motores mais bonitos que estes.

3º tem carburadores, de longe sempre preferi a forma como responde o motor tendo carburadores, e o som da admissão deixa-me um sorriso na cara...

4º é uma Suzuki, são bem construidas, bons materiais, fiáveis, robustas.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#25

clap eu nao percebo metade do que o nelson e os outros escreveram mas que a bandit dele é linda isso é.
Escolhi a bandit no questionário pois é a que gosto mais visualmente acho que quanto ao resto nao sou grande ajuda lol
Responder
#26

Obrigado pelas contribuições!

Não consigo deixar de gostar da hornet, e das customs tb, mas começo a achar mais realista a hipótese da Bandit.

Ainda sobre as ditas Bandit 650 (SACS vs LC).

A nível de gastos em revisões, arranjos, consumíveis (ou outros gastos), a diferença da que tem motor SACS para a LC é significativa?

Acho que na altura de fazer negócio não será isto o mais importante mas é sempre bom saber. smile

Visualmente também prefiro o SACS sem dúvida nenhuma! Tanto pela cor como pela estética. Adoro a cor preta, aliás, a "bicha" vai ter de ser preta. cool
Responder
#27

(12-03-2015 às 18:17)carlos-kb Escreveu:  
(12-03-2015 às 17:56)jpsimoes Escreveu:  Se os valores/estado forem os equiparados, acho que a de injecção será uma aposta.

No entanto, existem alguns exemplares, que por serem carburadas, estão claramente mais baratas, e nesse caso eu não faria uma opção mais dispendiosa por ser de injecção.

À priori (e sem ter olhado sequer aos anúncios), é de se esperar que o modelo air/oil cooled seja sempre mais barato, nem mais que não seja, derivado da antiguidade.... afinal serão sempre motos pré 2007. As LC, naturalmente serão mais recentes, logo menos desvalorizadas, logo mais caras.

Aliás acho que não será o facto de serem carburadas ou injectadas que fará diferença nos valores, mas sim, e sobretudo, o ano da(s) mesma(s).
Não esquecer que se poderão no entanto, encontrar modelos com o motor SACS registadas em 2007, sendo unidades ainda em stock não vendidas até lá.

O que eu vi foram motas de 2007 SACS e LC em que a diferença é significativa. Claro que falo sempre em condições iguais. Eu comprei em tempos uma CBF de 2008 que ainda era carburada, existiam já as de injecção. Eu fiz a opção pelo valor porque poupei 1000 € por ser o motor anterior e por esse motivo valer menos.

...
Responder
#28

(13-03-2015 às 10:00)Diogo Soares Escreveu:  A nível de gastos em revisões, arranjos, consumíveis (ou outros gastos), a diferença da que tem motor SACS para a LC é significativa?

Vai dar ao mesmo, no fundo! A única diferença é teres de rectificar eventualmente o coolant da LC, e mudá-lo de tempos a tempos. Mas é uma questão irrisória.

Filtros acabam por ser a mesma treta.... só não sei se o óleo recomendado para a LC é o mesmo que o da SACS (provalmente não, diferindo nas graduações). Mas também a não ser, a diferença será ínfima.
Na carburada tens as afinações da carburação, também de tempos a tempos, que apenas requer mão de obra.

Tudo o resto, acaba por ser igual!

(13-03-2015 às 10:52)jpsimoes Escreveu:  Eu fiz a opção pelo valor porque poupei 1000 € por ser o motor anterior e por esse motivo valer menos.

1000€ é substancial, em unidades do mesmo ano, ou mesmo que sejam de anos consecutivos.... e encorajador a uma decisão rápida. lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#29

Os motores SACS trabalham bem é quando estão bem quentinhos....

em termos de manutenção deve ser ela por ela... não sei como é a afinação das válvulas nas LC.... mas se forem de pastilhas.... a factura neste caso é pesada... nas sacs é tirar a tampa das válvulas e a tampa do motor do lado da ignição e verificar folgas... nas LC se forem de pastilhas... tens de fazer isto, e tirar ainda as árvores de cames para verificares folgas.... e substituir as pastilhas caso necessário....

Eu tenho uma forma de encarar o bicho "MOTO" de forma diferente... para mim, menos é melhor... gosto bastante de motos analógicas, sem grandes electrónicas... quanto menos melhor... daí ter procurado esta moto que tenho actualmente.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#30

Então tu e eu, Nelson, somos iguais nesse aspecto. Se bem que um pouco de electrónica faz bem, tal como a velocidade instantânea. E prefiro muito os painéis do estilo da Hornet de 2007 ou SV650 de 2ª geração. Por exemplo experimentei este sabado passado, em test-drive na Motomil, a nova F800R 2015 e adorei a mota. Muito fácil e segura (tinha alguns extras como amortecedor de direcção), gostei mesmo. Está tambem lá a R1200R.

Mas no fim concordo que menos é mais. Não é por acaso que tenho deitado um olho na Bandit 650 ou na Triumph Bonneville (esta ultima com um preço exagerado lool. Qualidade paga-se....)
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)