[Mota seguinte] 2ª moto do Bosco (final 2019)
#91

Lone pá! Não disperses! bigsmile

(06-03-2019 às 20:36)el_Bosco Escreveu:  Atendendo a que a XSR tem já 3 anos de mercado, é expectável que haja baixa de preço nas novas? Até quando se manterá em venda?
Responder
#92

XSR900...

Para tocar (bem) viola é preciso ter (ou deixar crescer) as unhas.

Concluindo: é uma mota nada friendly para quem vem de uma 125. O mapa é extremamente bruto e on/off. Eu pessoalmente gosto...mas fazia uma escolha mais conservadora ou mais 'suave'

Velasquez87
Responder
#93

Eu vim de uma 125 (ou similar) e acho o CP3 amigável. Apenas em 1ª no modo A é brusco.

Talvez a XSR900 seja outra configuração mais agressiva.
Responder
#94

(06-03-2019 às 21:36)Velasquez87 Escreveu:  XSR900...

Para tocar (bem) viola é preciso ter (ou deixar crescer) as unhas.

Concluindo: é uma mota nada friendly para quem vem de uma 125. O mapa é extremamente bruto e on/off. Eu pessoalmente gosto...mas fazia uma escolha mais conservadora ou mais 'suave'

Atenção que em modo B o acelerador é muito doseavel. Bem mais doseavel que o verdadeiro on/off da MT-07.

Pedro Areias a resposta do acelerador é completamente diferente da Tracer.

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#95

O mapa do teu CP3 não tem nada a ver com as primeiras (2015...)

E estas não teem nada a ver com a da XSR900, que é um mapa bastante mais bruto.

O problema é que um gajo entusiasma-se...e sem alguma experiência pode correr mal. Mas eu não conheço o Bosco, até pode ser um rapaz com auto controlo...

Mas há motas que nos controlam...e essa é uma delas.

Velasquez87
Responder
#96

(06-03-2019 às 21:36)Velasquez87 Escreveu:  Para tocar (bem) viola é preciso ter (ou deixar crescer) as unhas.

Concluindo: é uma mota nada friendly para quem vem de uma 125. O mapa é extremamente bruto e on/off. Eu pessoalmente gosto...mas fazia uma escolha mais conservadora ou mais 'suave'.

Esse é precisamente o meu receio, daí a principio ter limitado a escolha à casa dos 600cc. Sossega-me o facto do modo B de condução ser mais amigo de tenrinhos mas acho que é daquelas coisas que também tem a ver com a sensatez. Até me ajustar e crescer as unhas, terei de moderar bastante o andamento, se optar por esta.

Mas nisso podes estar descansado. Eu sou (demasiado) atinado, como podes ver pela discussão dos flocos de neve.
Responder
#97

(06-03-2019 às 21:48)dmanteigas Escreveu:  
(06-03-2019 às 21:36)Velasquez87 Escreveu:  XSR900...

Para tocar (bem) viola é preciso ter (ou deixar crescer) as unhas.

Concluindo: é uma mota nada friendly para quem vem de uma 125. O mapa é extremamente bruto e on/off. Eu pessoalmente gosto...mas fazia uma escolha mais conservadora ou mais 'suave'

Atenção que em modo B o acelerador é muito doseavel. Bem mais doseavel que o verdadeiro on/off da MT-07.

Pedro Areias a resposta do acelerador é completamente diferente da Tracer.

Eu acho que tu aí estás a confundir o on off com o binário mais bruto que um 2 cilindros pode debitar num curto espaço de tempo..., Não será isso David?
(Sou sincero...das algumas vezes que conduzi a 07 não achei...)

As primeiras MT09 de 2013 a malta tinha que as levar a repro...era muito difícil fazer uma simples rotunda com aquilo...qq milímetro de acelerador a mota começava a lançar uma grande jarda...

Velasquez87
Responder
#98

(06-03-2019 às 21:48)Velasquez87 Escreveu:  O mapa do teu CP3 não tem nada a ver com as primeiras (2015...)

E estas não teem nada a ver com a da XSR900, que é um mapa bastante mais bruto.

O problema é que um gajo entusiasma-se...e sem alguma experiência pode correr mal. Mas eu não conheço o Bosco, até pode ser um rapaz com auto controlo...

Mas há motas que nos controlam...e essa é uma delas.
Isto é muita verdade. Pode ser o mesmo motor, mas a injeção muda e muito a condução destas motas.
A XSR900 seria a que EU comprava, mas para seguir uma 125 iria para uma SV/MT07.
Responder
#99

(06-03-2019 às 21:49)el_Bosco Escreveu:  
(06-03-2019 às 21:36)Velasquez87 Escreveu:  Para tocar (bem) viola é preciso ter (ou deixar crescer) as unhas.

Concluindo: é uma mota nada friendly para quem vem de uma 125. O mapa é extremamente bruto e on/off. Eu pessoalmente gosto...mas fazia uma escolha mais conservadora ou mais 'suave'.

Esse é precisamente o meu receio, daí a principio ter limitado a escolha à casa dos 600cc. Sossega-me o facto do modo B de condução ser mais amigo de tenrinhos mas acho que é daquelas coisas que também tem a ver com a sensatez. Até me ajustar e crescer as unhas, terei de moderar bastante o andamento, se optar por esta.

Mas nisso podes estar descansado. Eu sou (demasiado) atinado, como podes ver pela discussão dos flocos de neve.

Alerto para esse facto. Pois se tivesse no teu lugar gostava que fossem sinceros.

A XSR é a que tem o mapa mais bruto...

Porque não uma xsr700? (Não acho nada on off...)
Ou uma SV650X?

Embora possas achar que és moderado é perfeitamente normal. Afinal de contas (não no sentido pejorativo) andas com uma 125 bastante suave e bastante friendly...e passar para uma mota em que qq milímetro de acelerador lança 1/3 da potência, numa mota de 115 cv's e sem experiência pode dar uma valente cagada...

Deixa lá a discussão, abriste o tópico para se falar de motas, não foi?

Velasquez87
Responder

(06-03-2019 às 21:48)Velasquez87 Escreveu:  O mapa do teu CP3 não tem nada a ver com as primeiras (2015...)

E estas não teem nada a ver com a da XSR900, que é um mapa bastante mais bruto.

O problema é que um gajo entusiasma-se...e sem alguma experiência pode correr mal. Mas eu não conheço o Bosco, até pode ser um rapaz com auto controlo...

Mas há motas que nos controlam...e essa é uma delas.

Eu sei Pedro. A entrega de potência em aceleração máxima é igual em todas elas, mas a resposta da XSR900 é ainda mais bruta que a da tua Tracer, mais direta nos mesmos mapas de acelerador. Mas ainda assim, o modo B é muito amigável. Claro que conduzir uma mota destas em modo B é um desperdício porque perde aquela pitada de pimenta extra. Mas até te habituares e desde que tenhas controlo suficiente para não explorar os outros modos, é perfeitamente possível fazer esta transição. Como sempre, o maior problema não está na mota mas sim em quem se monta nela.

E a 07 que não tem esta possibilidade de teres modos de acelerador, apesar de ter menos 40cv pode ser bem mais perigosa para quem não tem unhas bem desenvolvidas...

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)