Lubrificante para XJ600N
#1

Bom dia malta,
Visto que ainda são algumas xj600´s aqui no fórum, gostava de saber qual o óleo que tem usado nas vossas motas.
Vou fazer a revisão e queria dissipar algumas duvidas.
Thank´s

Em caso de dúvida, acelere...
Responder
#2

A velha questão.... O que diz / recomenda o manual?

Diria que para a tua moto, com o motor que tem, e o clima português, algo entre um 10w40 / 15w40 seria o indicado.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#3

Ora bem, na minha está lá um óleo da marca Roady (sim do intermarché) e é de graduação 15W50 ou 15W40, já não me recordo, mas é um destes 2.

Mas a minha já leva 51 mil em cima, pelo que precisa de um óleo mais grosso, a tua se for mais jovem pode perfeitamente levar os 10W40 da praxe.
Responder
#4

(11-12-2014 às 13:11)OFFICER Escreveu:  pode perfeitamente levar os 10W40 da praxe.

A BMW para a minha recomendava 10w40.... até há pouco tempo, que mudou a graduação recomendada para 15w50, para os motores da serie G (1 cilindro), serie F (parallel twin) e serie R (flat twin - boxer).

Na última revisão, dos 40 mil, em Julho, já levou 15w50. É um oleo mais viscoso (pior a frio), mas depois trabalha "melhor" a quente, em relação ao tal 10w40 da praxe.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

Seguido o manual, as recomendações andam em torno do seguinte:

[Imagem: xj600oil_zps7b73bf6c.jpg]

A Yamaha não é inocente com estas recomendações.
São as viscosidades do Yamalube!

Tens no mercado um vasto numero de lubrificantes com um leque mais abrangente de temperaturas.
Daí que a maioria das motos deste tipo utilizem um SAE 15W/50.
Afinal, não só é mais adequado no arranque frio nesta época do ano, como nas temperaturas altas do verão.

O mais importante será respeitar o API SG... que na realidade é uma classificação obsoleta.
A maioria dos librificantes actuais cumprem classificações mais "modernas", mas isso é quase irrelevante para a tua moto.

O importante é que respeite pelo menos a recomendada pelo fabricante.

[Imagem: 4t-jaso-info-600x348ds.jpg]
(Aquele JASO MA significa que o lubrificante é adaqueado a motores cujo lubrificante é partilhado entre motor. Muitas marcas nem sequer fazem esta indicação, pois é o tipo predominante e para os restantes isto acaba por ser irrelevante)

Em resumo,
Para uma XJ600 eu utilizaria um semi-sintético 15W40 que fizesse referencia ao API SG.

Tão ou mais importante que a escolha do lubrificante, é a do filtro de oleo.
Evita  chinesices.
(Pessoalmente só utilizo filtros de origem. E só recomendo filtros de origem. E sou fundamentalista nesta escolha.)

E se fizeres a troca em casa, não te esqueças de substituir a anilha do bujão!  bigsmile
Aquilo é suposto esmagar no aperto.
Responder
#6

Quais são os filtros de origem? Agora fiquei curioso, será que a Yamaha fabrica filtros? (acho que já deu para entender onde quero chegar...)
Responder
#7

Ora aí está algo que me interessa também smile Vou começar a ser eu a fazer as revisões na minha e já tinha pensado nisso do óleo e filtro, igualmente o filtro do ar. Pergunto já agora, o filtro do ar é preciso tirar o deposito fora, ou consegue-se aceder apenas com um pequeno desvio do depósito?
Responder
#8

(11-12-2014 às 14:44)luisnogueira Escreveu:  Ora aí está algo que me interessa também  smile Vou começar a ser eu a fazer as revisões na minha e já tinha pensado nisso do óleo e filtro, igualmente o filtro do ar. Pergunto já agora, o filtro do ar é preciso tirar o deposito fora, ou consegue-se aceder apenas com um pequeno desvio do depósito?

Bem fazer isso em casa é fácil QB. A anilha de cobre compras em qualquer casa de peças de moto/auto.

O óleo, aconselho sempre a dar uma vista de olhos em texoleo.com ainda não encontrei mais barato.

Os filtros das XJ que uso são os Hiflo, são relativamente baratos. Na motoclasse consegues tanto o de óleo como o de ar dessa marca. Para não ferir susceptibilidades de quem acha que os de "origem" é que é bom, podes sempre comprar na Yamaha (qualquer concessionário) e pagar o dobro do valor, claro.

Agora, para trocar o filtro de ar, pode ser que dê para trocar sem tirar o depósito, depende do comprimento das tuas linhas de combustivel. Na minha tive mesmo que tirar que é simples:

- Retira-se o tubo de vácuo que liga à torneira de combustivel
- Retira-se a mangueira de combustivel que liga à torneira de combustivel
- Retira-se o selector da torneira de combustivel (tem um parafuso a meio - ter cuidado para não rodar ao desapertar)
- Tira-se o parafuso perto da bateria com chave de caixa
- Tira-se o parafuso perto do guiador
- Tira-se o depósito fora
- Retira-se 4 parafusos da tampa onde está o filtro
- Troca-se o filtro e faz-se tudo de novo mas ao contrário

lol
Responder
#9

Boas;
Desde que cumpras o especificado no manual não tens problemas; como a maioria já referiu.
Outra recomendação que deixo é que uses um óleo que encontres com facilidade na zona por onde andas e a preços decentes.
No meu caso, uso Yamalube que encontro com facilidade.

A Yamaha pode não produzir óleos nem filtros, mas tem esses produtos na sua linha de peças de manutenção. Como tal, à partida, são elementos que cumprem escrupulosamente as suas exigências.
Concordo plenamente com o Dfelix, filtros só de origem.

Para mexer no filtro de ar, tira o depósito. Trabalhas melhor.
Responder
#10

(11-12-2014 às 14:33)OFFICER Escreveu:  Quais são os filtros de origem? Agora fiquei curioso, será que a Yamaha fabrica filtros? (acho que já deu para entender onde quero chegar...)

A maioria dos filtros da Yamaha são fabricados pela Denso, que é uma subsidiária do grupo Toyota.

E... não vais chegar a lado nenhum!  disapointed
Independentemente da empresa a que a Yamaha encomende os filtros, estes serão sempre produzidos seguindo especificações definidas pela marca.

Desde os hiflo aos champion, o mercado está cheio de marcas piratas.
Todos se podem assumir como compatíveis, mas nenhum garante que sejam efectivamente adequado.
E infelizmente não existe nenhuma classificação ou certificação para os filtros como existem os lubrificantes.

O único problema grave que tive num motor até hoje deveu-se a um filtro de concorrência.
Por esse motivo, enquanto opinião pessoal... recomendo o de origem.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)