Preços oficinas

(15-02-2020 às 13:24)el_Bosco Escreveu:  
(15-02-2020 às 12:08)LoneRider Escreveu:  Até porque o mecânico é humano e pode errar.

No caso que o Nfilipe descreveu, não se admite o erro. Não se pode admitir e não há desculpas. É uma coisa grave demais.

Pelo sim pelo não, tu quando vas buscar a tua mota à revisão, verifica se o nível de óleo é o correcto, porque se a tua mota gripar por falta de óleo dois ou três dias depois não há concessionário que assuma a garantia, nem importador que te valha, simplesmente porque a marca recomenda um número determinado de passos a ter em conta antes de começar a andar.

E se tens dúvida faz uma busca na Internet e encontrarás muitos casos de pessoal que ficou apeado porque algum mecânico se esqueceu de por o óleo no motor e agora ninguém tem a culpa. think

Filipe pá, é verdade que se entregas uma mota para mudar pneus ele deve entregar a mota tal qual como estava. Mas isso não é garantia de que um mecânico se possa enganar.
Depois vê as coisas por este prisma, não é desconfiar de um mecânico nem da sua profissionalidade fazer uma verificação à saída de um concessionário, mas sim passar uma mensagem de que não és lorpa e sabes como se fazem as coisas.
Além de que, para além de evitares o susto pá, podes meter o dedo no nariz ao mecânico no momento com a agravante de que estarias no teu direito.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

(15-02-2020 às 12:08)LoneRider Escreveu:  Até porque o mecânico é humano e pode errar.

E como tal, se for preciso paga pelo seu erro de uma maneira ou outra, como todos nós que trabalhamos. Fazes uma merda, assumes essa merda como o homem ou mulher que és.
.
.
.
Nfilipe por norma isso é sem dúvida culpa de quem te mudou, pelo menos devia ter te avisado. Na xarepa eles avisam e até dizem para bombares os travões umas vezes antes de arrancares. Eu por norma, no acto de montar a mota, meto sempre pressão no travão da frente. Podes tentar ganhar esse hábito.
Relativamente ao checkup de arranque da mota, obviamente não há necessidade de o fazer todas as vezes se tiveres uma mota em condições, não vai ser 500kms que ela se vai estragar. Eu faço um check up de fluidos e afins sempre que lubrifico a corrente, ou seja a cada 600kms.
Responder

Pode ser mero acaso (ou sorte), mas os mecânicos nas mãos de quem tenho deixado as minhas motas nos últimos anos, testam sempre a mota antes de me a entregarem... acho que é uma boa prática e uma forma de evitar este tipo de situação que só ajuda a proteger a imagem das oficinas e dos profissionais que nelas trabalham.

Quanto à lista de coisas a verificar, até percebo que exista no papel, e até acredito que seja uma forma possível de desresponsabilização das marcas em alguns casos (o que me parece algo de extrema má fé a acontecer em caso de "azelhice" de um mecânico). Mas também entendo que ninguém tenha essa prática, a não ser algum piloto de aviões que aplique a mesma receita do "preflight checklist" quando anda de mota... lol
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)