Nova Africa Twin

Pedro

Quantos takes foram necessários!?
Quantas vezes foi feito o mesmo percurso para combater as inercias?
Acreditas mesmo que isto foi tudo feito à primeira?



Tenrinho tong

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

(09-11-2016 às 13:47)LoneRider Escreveu:  Pedro

Quantos takes foram necessários!?
Quantas vezes foi feito o mesmo percurso para combater as inercias?
Acreditas mesmo que isto foi tudo feito à primeira?



Tenrinho  tong


E quantas motas foram precisas... blink

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder

(09-11-2016 às 13:47)LoneRider Escreveu:  Pedro

Quantos takes foram necessários!?
Quantas vezes foi feito o mesmo percurso para combater as inercias?
Acreditas mesmo que isto foi tudo feito à primeira?



Tenrinho  tong

Este gajo acho que foi campeão de enduro da Austrália. sinceramente não acredito muito nisso, acredito que tenha feito nas primeiras vezes. estamos a falar de uma pessoa que tem uma experiencia enorme e um talento maior que qualquer pessoa daqui para off-road/enduro, por isso não me custa a acreditar. vai ver o resto dos vídeos deles, e vais ver que a forma como controla as outras motas, é bem possível blink
Pessoal só porque nós não conseguimos fazer, não quer dizer que outras pessoas não consigam tong
Responder

Embora um tema completamente diferente, e não querendo "poluir o tópico", segundo o que nos vendiam a Hillary também ganhava! blink Tudo é feito e cada um mostra o que quer...

Como referi era só um termo de comparação, nada mais.

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder

Pedro o talento está lá mas....

Quantas voltas precisa Márquez para fazer uma pole ou ter ritmo de corrida.
Quantas vezes fazem, sistematicamente, os mesmos circuitos, volta após volta!?

E tem bué de talento, mas num circuito que não conhece tem que aprender.

Neste caso eu acho que é o mesmo, porque eles podem repetir uma e outra vez.

Mas, se mesmo assim, achas que este gajo é um fora de série, que eu acredito que sim, vamos então ao ambiente de onde estás motos enormes foram beber inspiração, o Dakar.

Aos astros do todo terreno montados em motos com metade do peso destas, soltam-nos no meio do nada, sem nunca le terem passado, com um roadbook e bota, dá-lhe gás.
Quantas quedas espectaculares viste, quantos acabaram as especiais a segurar nas peças das motos!?
Quantos se aleijar am e morreram!?
E era a primeira vez que passavam ali, com bué talento e bué de unhas e tal.....

Agora a pergunta necessária.

Achas que um piloto bué experimentado arriscaria fazer um vídeo à primeira podendo repetir uma e outra vez até ficar bem, sabendo que se correr esse risco se pode aleijar a sério!?

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

Boas;
Deixem-se de tretas!! Estes mastodontes servem para fazer, quanto muito, estradões de terra!!
Comprem uma, armem-se em heróis e depois vejam onde as conseguem meter e posteriormente o material partido e as despesas de oficina.
Não digo que não tenham piada, mas não foram motos feitas para enduro puro. Metam-nas aqui na Serra e depois queixem-se que nem um helicóptero as vai buscar.
Responder

Normalmente quem se deita ao meu lado, tem comigo uma rotina contraceptiva por comprimido e uma certa confiança para uma parceria sem grandes complicações extras. Mas guardo uma caixa de preservativos na 1ª gaveta na mesa de cabeceira.

O que quero transmitir é:

Normalmente é uma coisa. Mas numa situação de aperto e de necessidade não se deixa de fazer o que é pertinente...!

Estas tanquetas é a mesma coisa. Até são usadas 99% em alcatrão, mas um dia que seja preciso...


Responder

por acaso vivi alguns anos na terrinha, lados do biscainho, ainda ia de bicla ver o convivo das motas cross aos domingos a andar nas pistas de motocross, cr80, cr125, kx80, rm125

um dia deixaram dar uma volta numa suzuki rm125, nao em pista, ia me borando todo, aquela m***a  tem um power brutal, alguem ja andou? menos 100kg, alguns 30 ou 40cv
nem imagino cr250 ou a quase inguiavel cr500, segundo broly diz nao ser nada de especial, em reta deve esgotar facil, em pista, so anda com um cheirinho de acelarador

estes bisontes novos com 100cv com mais de 200kg para andar em terra batida? vao dar 150km/h nestes trajectos?

estou a misturar conceitos, claro, mas que se faz com estas motas sem ser andar em estrada, na  terra batidada ja foi tudo dito em cima!
que seja moda passageira

Load ""
Responder

(09-11-2016 às 14:27)LoneRider Escreveu:  Pedro o talento está lá mas....

Quantas voltas precisa Márquez para fazer uma pole ou ter ritmo de corrida.
Quantas vezes fazem,  sistematicamente,  os mesmos circuitos,  volta após volta!?

E tem bué  de talento,  mas num circuito que não conhece tem que aprender.
Sim concordo plenamente. acredito que ele conheça muito bem zona, e a mota. dado que a mota é dele e tudo. só acho que conhecendo a zona e a mota, ele consiga fazer isto às primeiras, primeira primeira não, mas aliás nas primeiras  smile
Vindalo, a ideias destas motas é essa mesmo. caso precisas de andar no mato, está lá, mas nunca será usada lol
Responder

Entretanto, e como a Honda está extremamente atenta a este forúm e leu o tópico ali do lado sobre o que na realidade deverá ser (ou não) uma "Adventure", decidiu muito rapidamente meter mãos à obra e aí está a nova variante da Africa Twin, a "Adventure Sports", para 2018.  tong   bigsmile

Mas ao que parece, não foram na conversa de meter leveza no conjunto... vá-se lá perceber porquê?!  what   devil

Mas aí está.... maior, mais gorda, mais larga, mais equipada, mais pesada, com mais autonomia.... enfim.... o costume!

___________________________________________


New: Honda Africa Twin Adventure Sports


New, more adventure-focused version of Africa Twin, plus updates to base model.

Visordown on Mon, 06/11/2017 - 19:00

[Imagem: Africa%20Twin%20Adventure%20Sports%20170821_DCT_RFQ.jpg]

HONDA has just revealed this more adventure-focused variant of the Africa Twin, along with a round of updates for the base verson.

Called the Africa Twin Adventure Sport, the new version has a larger tank – up from 18.8 litres to 24.2 litres – a higher riding position, greater ground clearance and longer-travel suspension, plus heated grips and an extended fairing.

Along with the base-model, it benefits from a ride-by-wire throttle with three riding modes, extra traction control levels, plus a revised intake and exhaust and ‘more responsive power delivery and engaging engine sound,’ according to Honda.

It also celebrates the original XRV650 Africa Twin’s 30th anniversary with a new paint scheme.

Honda says the extra tank capacity boosts range to over 500km (310 miles).

Ground clearance is 270mm, 20mm more that the base model’s, while the stroke length of the 45mm Showa cartridge-type inverted front fork is up 22mm to 252mm. Rebound and compression damping are fully adjustable.

The Africa Twin Adventure Sport’s kerb weight is 243kg for the manual version or 253kg with Honda’s automatic Dual Clutch Transmission system, with 2.3kg saved by a new lithium-ion battery.

The base-model also gets a lithium-ion battery and is 2kg lighter than its predecessor, at 230kg for the manual edition or 240kg with DCT.

A modified airbox improves the mid-range response, as does a lighter balancer shaft weight, while exhaust revisions make for a more 'evocative howl', Honda says.  

The 21-inch front and 18-inch rear spoked wheels are now made from stainless steel, and block tyres are approved for fitment for 2018, according to the firm.

[Imagem: Africa%20Twin%20Adventure%20Sports%20170...k=eHJ7BpSN]

The riding modes offer different levels of power and the Honda Selectable Torque Control - or traction control - now has seven levels and off.  

A quick-shifter is available as an option on the manual version.

The updates and new version were revealed in Milan this evening ahead of the Eicma motorcycle show.

Mr K. Morita, Honda’s Large Project Leader for the model, said: “Our CRF1000L Africa Twin has proven itself a worthy successor to the original and very much the ‘Go Anywhere’ machine that we set out to make.

“Over the last two years it’s a motorcycle that’s covered millions of kilometres, and we have received plentiful feedback from owners.

“For 2018, with the Africa Twin Adventure Sports we have used the revised CRF1000L as a starting point and added everything the long-distance rider needs to get the very most out of any adventure.”

[Imagem: Africa%20Twin%20Adventure%20Sports%20170...k=soIVnVDi]


[Imagem: Africa%20Twin%20Adventure%20Sports%20006...k=9aDz6SBN]

[Imagem: Africa%20Twin%20Adventure%20Sports%20028...k=YYb7hCWR]

[Imagem: Africa%20Twin%20Adventure%20Sports%20056...k=YR4daXIM]

[Imagem: LA9aD9u.png]

[Imagem: cKz6BlM.png]

FONTE

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)