MOTOGP 2019

(03-07-2019 às 13:17)LoneRider Escreveu:  Eu vejo as coisas desta maneira.

Um piloto com tanta experiência deveria trabalhar para ter resultados.
Os resultados possíveis, ser regular, ter consistência e por de sua parte para melhorar a mota.
Se tem que dizer o que disse, que o diga de portas para dentro e com sentido galvanizador.
O Zarco tem qualidade, demonstrou que é bom, mas tem que continuar a demonstrar que é efectivamente muito bom.
A prova de que se calhar não o demonstra esta que desistiu por causa do compartimental (que tem solução clínica) precisamente na mesma corrida em que o companheiro de equipa correu com um edema ósseo na mão direita.

Sobre o Miguel, rookie este ano, visivelmente focado na aprendizagem, em recolher informação, ganhar calo, vai fazendo as suas corridas, com a mota que pode ter e com o material que lhe dão. É o rookie mais regular e isso é um facto que consede mérito.
Não é um gajo que esteja a dar nas vistas, é um facto, mas tendo a permanência assegurada para a próxima temporada talvez na sua estratégia seja mais sensato a aprendizagem e a recolha de informação para depois, no ano seguinte dar o tudo por tudo para dar nas vistas.
Não concordo.

Se a mota não se adequar ao seu estilo de condução... O gajo não vai ter resultados.

Aliás, passa-se o mesmo com o Lorenzo.

Sabe-se que a mota foi feita para/pelo o Pol, sabe-se que não vale grande coisa.

Portanto não é de espantar os maus resultados.

Ate o MM já disse que a mota claramente "agradece" ser conduzida ao estilo do Pol.



Sent from my Nokia 3310 using Morse code
Responder

(03-07-2019 às 13:24)MagJet Escreveu:  
(03-07-2019 às 12:29)JPedrosa Escreveu:  Eu também era gajo para ficar chateado com o Félix...

Se eu viesse para aqui, com uma verborreia, baseada em "achismos", opiniões mal formadas e levasse um arreio de porrada, unicamente usando como arma, factos.... Tb ficava chateado, de facto ficava.

Sent from my Nokia 3310 using Morse code

Vai falar com o chefe da KTM, já que sabes mais do que ele:

"Stefan Pierer, responsável máximo da KTM, arrasou Johann Zarco, o francês que juntamente com o espanhol Pol Espagaró pilota uma moto oficial da equipa austríaca no Mundial de MotoGP. O dirigente considera o rendimento do piloto "inaceitável", elogiando, em contrapartida o português Miguel Oliveira, recém-chegado à categoria rainha e que integra a Red Bull KTM Tech3, a equipa satélite da KTM.

"O Johann é uma grande deceção. Ele separou-se do empresário, vocês conhecem essa história. E se um atleta de alto nível não controla o seu ambiente, então temos um problema", frisou ao site 'Speedweek.com'. "O Johann chegou com o intuito de apoiar o Pol, para que possamos chegar ao topo com dois pilotos de elite. Mas agora o Pol está sozinho e o outro é um problema, que é ultrapassado por um novato."
Link

"Stefan Pierer, CEO da KTM, já afirmou que Zarco terá de mostrar muito mais se quiser permanecer na equipa de fábrica da KTM em MotoGP, ou então há outros pilotos que o fabricante de Mattighofen pretende colocar no seu lugar, principalmente Miguel Oliveira".
Link

Portanto, o que eu disse, numa frase - "Ele está a fazer a gestão mais inteligente possível, e sabe bem qual é o seu campeonato. E o seu campeonato é ser o melhor das KTM, se possível melhor até do que a equipa oficial. Esse é o verdadeiro indicador do seu valor, e é aí que ele brilha e onde aposta para almejar a voos mais altos. Prova disso é o nome de Zarco andar pelas ruas da amargura, em comparação com as prestações do Miguel." - é exatamente a mesma opinião de quem interessa, ou seja, do patrão da KTM.

Ou seja:
- tentar ser o melhor das KTM como objectivo - o patrão da KTM está satisfeito com o Miguel - check.
- o nome de Zarco andar pelas ruas da amargura, em comparação com as prestações do Miguel - "o outro é um problema, que é ultrapassado por um novato" - check.

Concluindo:
- "verborreia", numa única frase? Siga...
- baseada em "achismos"? Os mesmos do patrão da KTM
- opiniões mal formadas? A de que o Oliveira está a fazer um bom campeonato, olhando para a globalidade da KTM e estando num clube satélite? Siga...
E quem te diz que o problema não é exactamente o patrão?

O mesmo gajo que recusa, por exemplo largar a treliça?
Quando toda a gente largou, para poder ter resultados.

O ressabiamento dele com o zarco, vem exactamente por aí, porque o zarco apontou para o quadro como sendo um dos grandes problemas, e o patrão mandou o gajo calar-se, e dizer que têm que correr com aquilo e mais nada.

O MO é, para ele, o gajo perfeito, não levanta a cabeça, não diz nada contra, brinca com o que lhe dão, e diz que é excelente, um "yes man" nada mais, e para o patrão, é excelente, é isso que ele quer.

E como rookie, nada demais, anda ali sempre nos últimos lugares dos que acabam.

Quando se fala em regularidade, sim regularidade em resultados da treta.

Muito, mas muito melhor, um rookie que arrisca a sério, saca grandes resultados, e ocasionalmente faz asneira de rookie... Tudo bom.

Agora um carrinho de linhas...

Sent from my Nokia 3310 using Morse code
Responder

(03-07-2019 às 14:45)LoneRider Escreveu:  Se falarmos en regularidade e não em pontos, o Miguel é o único rookie que acabou todas as corridas.
É um facto, é um índice levado em conta pelas equipas e é algo que, até ao momento só ele detém entre os 4 rookies.
Tens um rookie em 6 no campeonato, com uma mota satélite, entalado entre os dois pilotos oficiais, e vamos mesmo dizer que o MO é que está a fazer uma boa época?

Está so a 35 pontos da melhor ktm... [Imagem: e8b57e1e73f18bb838e10ffc7c79c90f.jpg]

Sent from my Nokia 3310 using Morse code
Responder

(03-07-2019 às 11:22)MagJet Escreveu:  Não vale a pena argumentar com quem se acha sempre com razão e continua a dar "educadamente" a sua opinião usando palavras como "tremenda estupidez" e outros quejandos.

Em 8 provas do campeonato, o Miguel pontuou 5 vezes e terminou 3 na frente do Zarco.
Em 8 provas do campeonato, o Zarco pontuou 6 vezes e terminou 5 vezes na frente do Miguel.
Logo, o Zarco pontuou mais vezes que o Miguel e terminou mais vezes na frente do Miguel.

Isto não é uma opinião.
Isto são factos.

Concluir que "o Zarco anda pelas ruas da amargura em comparação com as prestações do Miguel" ou que "o Miguel está a fazer o Zarco passar um mal bocado" é uma visão distorcida da realidade.
Insistir nisso, sim... é uma tremenda estupidez!
Mas obviamente "não quereres saber disso para nada, está lá o Miguel!!!"

A época está a meio.
As KTM ainda não obtiveram resultados que obriguem a congelar o desenvolvimento da moto.
Numa perspectiva muito optimista, ainda há tempo suficiente para assistirmos a uma mudança.

Se por acaso isto ocorrer, e o Miguel conseguir catapultar para outros lugares da tabela e terminar corridas a uma distância considerável do Zarco... não terei qualquer problema em subscrever essas palavras.
Porém, hoje, dia 3 de Julho de 2019 a realidade não é essa.


(03-07-2019 às 12:46)LoneRider Escreveu:  Um gajo que foi campeão do mundo duas vezes, que esteve lá no topo, que tem um denominador comum com um piloto que é rookie, nunca foi campeão do mundo e, mesmo assim, só consegue ter um ponto menos na sua renta em relação a toda uma estrela do motociclismo como é o Zarco.

Tens um gajo que já foi 4x campeão do Mundo, 3 delas em GP e anda actualmente a arrastar-se pelo meio da tabela com uma moto idêntica ao do que a lidera.

Tens um gajo que sempre passou despercebido e sem resultados evidentes, que este acho chegou ao GP e numa Yamaha do ano passado já sacou poles e pódios.

Penso que o fundamental é se entender que não será rebaixando o Zarco ou qualquer outro piloto que o Miguel se torna maior.
Tal como o contrário.
Para todos os efeitos, estão ali porque são os melhores.
E no final são sempre os números que contam.

(03-07-2019 às 13:17)LoneRider Escreveu:  Se tem que dizer o que disse, que o diga de portas para dentro e com sentido galvanizador.

Este foi o derradeiro problema.
Cometeu o erro em comentar sobre assuntos que deveriam ficar dentro de portas.
Feriu susceptibilidades.
E comprou uma guerra que dificilmente poderá pagar.

Já se possa ter passado das portas para dentro, pouco ou nada sabemos.
Apenas se sabe que o desenvolvimento da RC16 levanta imensas dúvidas no que diz respeito a previligar a competitividade.

(03-07-2019 às 13:17)LoneRider Escreveu:  Sobre o Miguel, rookie este ano, visivelmente focado na aprendizagem, em recolher informação, ganhar calo, vai fazendo as suas corridas, com a mota que pode ter e com o material que lhe dão.

Pode ser o primeiro ano nesta classe mas é o oitavo em grandes prémios.
O Miguel chegou ás 125 no mesmo ano do Vinales.

A necessidade de adaptação e aprendizagem é uma constante para qualquer piloto.
E o melhor exemplo disso é existirem pilotos muito experientes, alguns com palmarés considerável, nas mesmas condições.

No que diz respeito a "experiência" e "calo", o Miguel está longe de ser tenrinho.

E... está na equipa que escolheu.
Assinou contrato ainda nem a época passada estava a meio.
Da mesma forma que já renovou para o próximo.


(03-07-2019 às 15:04)JPedrosa Escreveu:  Sabe-se que a mota foi feita para/pelo o Pol, sabe-se que não vale grande coisa.

Uma coisa é certa..
Meter as piores motos do paddock no meio da tabela parece ser algo apenas ao alcance dos dois espargos!


(03-07-2019 às 15:18)JPedrosa Escreveu:  Tens um rookie em 6 no campeonato, com uma mota satélite, entalado entre os dois pilotos oficiais, e vamos mesmo dizer que o MO é que está a fazer uma boa época?

... uma mota satélite e da época passada!

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder

(03-07-2019 às 15:01)dmanteigas Escreveu:  
(03-07-2019 às 14:45)LoneRider Escreveu:  Se falarmos en regularidade e não em pontos, o Miguel é o único rookie que acabou todas as corridas.
É um facto, é um índice levado em conta pelas equipas e é algo que, até ao momento só ele detém entre os 4 rookies.

Pois... ser regularmente dos últimos é algo de fazer orgulhar qualquer piloto. Certamente que quem acompanha MotoGP olha para o Quartararo e para o Miguel e claramente vê onde está o Rookie com mais potencial.

Aqui, e em comparação do Zarco, não existe um denominador comum e neste caso o Quartararo tem uma mota que uma base de evolução bem mais madura que a RC16.

Mas se fizermos uma comparação piloto por piloto, excluindo o factor moto, no ano passado o Miguel lutava por ser campeão e o Quartararo por entrar no top ten na maioria das corridas.

Por outro lado, foi a constância do Miguel nos domingos de corrida que permitiram a ele lutar pelos títulos e o Quartararo, desde que desembarcou no mundial, pautou pela irregularidade.

É certo que de pouco vale ser regularmente dos últimos, mas aqui o factor moto joga um papel preponderante e o piloto tem duas opções.
Terminar as corridas, amealhar pontos e experiência (útil para um rookie), ou partir a moto corrida sim, corrida também com tem feito aquele que é o vigente campeão de Moto2.

Pode-se criticar, pode-se até dizer que o gajo não põe a carne toda no assador, mas o que não se sabe é que ordens tem por parte da equipe, ou qual é a estratégia do piloto no seu ano de rookie quando já tem garantida a temporada seguinte na categoria.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

(03-07-2019 às 20:00)LoneRider Escreveu:  Mas se fizermos uma comparação piloto por piloto, excluindo o factor moto, no ano passado o Miguel lutava por ser campeão e o Quartararo por entrar no top ten na maioria das corridas.

Por outro lado, foi a constância do Miguel nos domingos de corrida que permitiram a ele lutar pelos títulos e o Quartararo, desde que desembarcou no mundial, pautou pela irregularidade.

Ele perdeu o campeonato por duas razoes:
1- porque aquilo onde ele foi mais consistente, foi mesmo em fazer péssimas qualificações.
Arrancar sempre de trás, a lutar no pelotão enquanto os da frente se iam embora.

2- falta de garra.
Quando a pressão subiu, chegou a primeiro, assinou o contrato para o motogp e não fez mais corrida nenhuma como deve de ser.
Nós momentos chave das corridas, preferiu sempre não arriscar, deixar passar, por aí.

Enquanto que o gajo que veio a ser campeão, quando passou para segundo, meteu a faca nos dentes e foi à luta, em todos os grandes prémios gritou bem alto na pista que queria ser campeão e andou sempre no limite...

São formas de estar diferentes.

Hoje está na mesma a arriscar e cair como o caraças, mas é mesmo na época de rookie que pode fazer porcaria, e aprender.




Sent from my Nokia 3310 using Morse code
Responder

(03-07-2019 às 21:33)JPedrosa Escreveu:  São formas de estar diferentes.

Hoje está na mesma a arriscar e cair como o caraças, mas é mesmo na época de rookie que pode fazer porcaria, e aprender.

É muito por aqui.

Olhando para o que o Miguel fez até agora, fica a sensação que tem feito uma gestão muito calculista e até pouco ambiciosa da carreira, no sentido em que se sente confortável no seu lugar de fazer as coisas bem mas sem brilhantismo e assim se ir mantendo. E a verdade é que já assegurou pelo menos 2 anos de MotoGP.

Depois há quem goste desta postura, há quem desgoste. Eu pessoalmente prefiro a abordagem do Bagnaia, que pode não lhe dar pontos no imediato mas já lhe deu um campeonato de Moto2 no passado e um lugar numa equipa bem melhor do que aquela em que o Miguel está agora. Enquanto isso, vai tentando sempre superar os seus limites, com as quedas pelo meio que neste ano só são graves se não aprender e melhorar com elas. Um pouco à semelhança do Marquez, que no GP da America ia à frente com uma vantagem considerável mas como tem o sangue na guelra acabou por fazer merda e cair, mas que com esta postura tem limpo campeonato atrás de campeonato...

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder

Em 17 da tabela!

Realmente estou tb com muita pena do zarco, coitadinho agora já não consegue arriscar!...

Claro o actual xaruto que foi feito para o outro, que está agora em 9 da tabela ok!...

Live After Death...

Os Ferros...

In life, nothing happens by chance...
Responder

(04-07-2019 às 09:53)dmanteigas Escreveu:  Um pouco à semelhança do Marquez, que no GP da America ia à frente com uma vantagem considerável mas como tem o sangue na guelra acabou por fazer merda e cair, mas que com esta postura tem limpo campeonato atrás de campeonato...

E actualmente está bastante mais contido.
Sobretudo porque desde que chegou a esta classe, a única época que não limpou foi precisamente por arriscar quando era perfeitamente desnecessário.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder

Boas;
Uma vez que pelos vistos em Assen só conseguiram ver o duelo Miguel Oliveira / Johann Zarco, esquecendo tudo o que se passou ao lado. Agora em Sachenring devem ficar mudos porque acabaram os dois da mesma maneira, no soalho...

Acabou por ser interessante haver um GP logo na semana a seguir a Assen, por tudo o que se passou lá e que ficou por resolver.
Marquez continua a ser Marquez, O Dovisioso finalmente assumiu que não tem pedalada, nunca será campeão do mundo, pode deixar de se desculpar com os outros (incluindo o seu colega de equipa) e agora tem que se preocupar com os pilotos da Suzuki e da Yamaha.
Após a vergonha de Assen, a Ducsti finalmente deu um contrato ao Petrucci em vez de lhe dar recomendações para ser meiguinho com o seu colega de equipa. Não faz sentido dar prioridade a um piloto que está virtualmente empatado em pontos, prejudicando outro.
A corrida perdeu algum interesse com as quedas de pilotos importantes como o Rins e o Quartararo.

Quanto ao Miguel, a sua queda foi prematura, mas pode indicar que está a ser mais pressionado e também mais empenhado em conseguir resultados. Um pouco o que já tinha escrito anteriormente, se não estás a cair, nas estás a evoluir nem a andar suficientemente rápido.

Agora vamos para as férias de Verão e logo se vê como reinicia o campeonato, pode vir aí um novo golpe de teatro.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)