Estacionamento Motociclos

Eu como cidadão contribuinte não sou obrigado a ter um smartphone, a não ser que a emel ofereça como disse o Marco um telefone, eu nao pago nada digitalmente, aliás como informático que trabalha em algumas áreas de cybersecurity recuso-me sempre que posso a deixar uma "pegada" digital, motivo pelo qual não uso mbway por exemplo.
Responder

(17-11-2019 às 17:03)marco.clara Escreveu:  
(17-11-2019 às 16:14)Ugly Escreveu:  
(15-11-2019 às 15:55)carlos-kb Escreveu:  Basta as motos começarem a ser muitas (que já são)... A maioria dos parques de motos estarem quase sempre cheios (que já estão)... notar-se a tendência para o estacionamento abusivo e desordenado das motos (que já se nota)... e alguém se lembrar de dizer que "é preciso reordenar e regular o estacionamento de motociclos" (é apenas o que falta).
Com o aumento dos meios de pagamento digital, a tendência será para k as motos comecem a pagar estacionamento, já k deixam de ter a desculpa de nao terem onde colocar o ticket.

Quer dizer que a Emel vai passar a oferecer telemóveis aos motociclistas, para poderem pagar através da respectiva APP. Nice! nice

Ja existe tanta merda de servicos que so funcionam tendo um smartphone e net. Eu ja nem digo nada. Alias hoje em dia se um gajo n tiver um smartmerdas e net, é logo olhado de lado como um marginal! Alias ate de maneira pior que um toxicodependente! lol

Pouco faltara que ate para comprar pao sera preciso, o smartmerdas uma app espefica e net claro. E o pessoal vai adorar, porque estar sempre online e viver no mundo digital é que é!
Responder

O que é certo é que todos temos um (smartphone) e todos estamos online com milhares de mensagens num fórum digital... rolleyes rolleyes

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSBKDKs6yFSsA6jXIrK7LO...Fbu3pya-zl]
Responder

(17-11-2019 às 22:53)el_Bosco Escreveu:  O que é certo é que todos temos um (smartphone) e todos estamos online com milhares de mensagens num fórum digital... rolleyes rolleyes

De termos porque podemos, até termos porque a isso somos obrigados, vai uma grande diferença.

Faz-me lembrar a "obrigatoriedade" da entrega online da declaração do IRS... Só mesmo alguém muito ignorante e desconhecedor da realidade do país pode achar que é coisa que faz sentido...
Responder

Uma coisa é estar online quando me apetece como por exemplo ao escrever aqui no forum, a outra é ser requisito obrigatário para executares serviços! É bem diferente, alias é completamente diferente!

O problema é que as coisas estão a evoluir de tal maneira que já se assume que toda a gente tem um smartphone, e com sistema android preferencialmente, como ter net no tlm!
Responder

(17-11-2019 às 22:53)el_Bosco Escreveu:  O que é certo é que todos temos um (smartphone) e todos estamos online com milhares de mensagens num fórum digital... rolleyes rolleyes
Bosquinho bosquinhoooo.

Enviado do meu SM-G935F através do Tapatalk

Your opinion?! Shit i don't give a fuck
Responder

Neste assunto em particular, que é o que se está a discutir:
- As motas pagam parque? Não.
- Os parques que existem só permitem pagamentos por apps? Não, tanto quanto sei.
- Vamos então rasgar as vestes por algo que não está sequer em causa? Parece que sim.

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSBKDKs6yFSsA6jXIrK7LO...Fbu3pya-zl]
Responder

Quando o Governo começou a pensar e a falar de introduzir portagens nas célebres Auto-estradas SCUT (Sem Custos para o UTilizador), lembro-me de haver muito boa gente (inclusivé comentadores na TV) a dizer "- Ah e tal, isso é impossível, pois as obras de adaptação para a inclusão de portagens em acessos e saídas de AE's aonde elas não foram previstas, serão muitos complexas e dispendiosas!"... E eis que as "mentes iluminadas" do Governo se lembraram de uma coisa tão simples como os pórticos em plena via (simples, barato, rápido de implementar e sem necessidade de funcionários, tickets e cabines de pagamento). E mesmo sem qualquer tipo de identificador electrónico, encaminhar o respectivo pagamento de quem lá passasse, com um prazo restrito, para os CTT.

Portanto não se julgue que por não haver local para colocar tickets de estacionamento em motos, ou a não obrigatoriedade de usar telemóveis ou sistemas de pagamento por apps electrónicas, é dissuasor para o que quer que seja.
Basta verificarem que o número crescente de motas existentes e que ocupam o "precioso" espaço urbano podem (e devem) ser rentáveis para os cofres públicos, e assim quererem metê-las a pagar estacionamento. Simplesmente se implementa nos respectivos parques de motas um sistema de leitura de matrículas / contagem de tempo... e posterior encaminhamento para pagamento em entidades próprias (ou até por envio de notificação electrónica de pagamento ou algo assim). Pode até não ser por tempo, mas por utilização.... ou avença... sei lá...

Como digo, e acreditem nisso, basta eles quererem ou acharem que as motas também deverão pagar... que as essas "cabeças iluminadas" que nos governam arranjam facilmente forma de contornar as dificuldades físicas e técnicas da coisa.

(17-11-2019 às 23:05)marco.clara Escreveu:  Faz-me lembrar a "obrigatoriedade" da entrega online da declaração do IRS... Só mesmo alguém muito ignorante e desconhecedor da realidade do país pode achar que é coisa que faz sentido...

Mas nesta questão do estacionamento urbano, acaba a não ser muito diferente. Porque no fundo, és obrigado a ter "trocos" na carteira e na quantia certa para o tempo de estacionamento que pretendes (a maioria dos parquímetros só aceita moedas, não aceita notas nem cartões bancários e não dá troco de quantias), ou então a usar um sistema de pagamento por aplicação electrónica.
Ou seja, logo à priori estão-te a impor também uma obrigatoriedade, dentro das duas possibilidades que dispõem... ou tens trocos, ou usas o smartphone (em que o mesmo é teu e ainda tens de ter um serviço de dados, pago por ti, para que possas efectuar o pagamento do estacionamento, por esta via).
Responder

Eu até me admiro, como é que ainda nos deixam andar de mota.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

(17-11-2019 às 23:29)el_Bosco Escreveu:  Neste assunto em particular, que é o que se está a discutir:
- As motas pagam parque? Não.
- Os parques que existem só permitem pagamentos por apps? Não, tanto quanto sei.
- Vamos então rasgar as vestes por algo que não está sequer em causa? Parece que sim.

O fórum existe precisamente para irmos falando sobre todo o tipo de coisa relacionada com o tema que versa. Quer sejam factos passados, acontecimentos no presente ou possibilidades futuras (E as IPO? Ai as IPO... devil). Neste caso em particular a discussão faz-se em tom saudável, pelo que me parece que ainda não houve vestes rasgadas que justifiquem remetermo-nos todos para o silêncio... cool

"Da discussão nasce a luz."

(18-11-2019 às 00:55)carlos-kb Escreveu:  Mas nesta questão do estacionamento urbano, acaba a não ser muito diferente. Porque no fundo, és obrigado a ter "trocos" na carteira e na quantia certa para o tempo de estacionamento que pretendes (a maioria dos parquímetros só aceita moedas, não aceita notas nem cartões bancários e não dá troco de quantias), ou então a usar um sistema de pagamento por aplicação electrónica.
Ou seja, logo à priori estão-te a impor também uma obrigatoriedade, dentro das duas possibilidades que dispõem... ou tens trocos, ou usas o smartphone (em que o mesmo é teu e ainda tens de ter um serviço de dados, pago por ti, para que possas efectuar o pagamento do estacionamento, por esta via).

Concordo 100% quando dizes que para começarmos todos a pagar algo, basta "alguém" decretar que assim é e pronto. Mas isso não nos impede de ir evidenciando algumas falácias sobre os (ir)racionais desse tipo de decisão, como a mim me parece ser (mais uma vez) o caso.

Não discuto que a utilização de um smartphone e de uma app até facilita o pagamento de vários serviços. Eu próprio faço uso disso. Mas não considero que ter trocos no bolso seja o mesmo ou sequer equivalente a ter um meio de pagamento que me obriga a dispender uma quantia significativa de dinheiro na aquisição de um dispositivo móvel e de serviço de comunicações, que lhe dê suporte. Também podemos ver o exemplo das portagens, em que até hoje não foi imposta a obrigatoriedade do uso da via verde. thumbsup

(18-11-2019 às 08:06)nelsonajm Escreveu:  Eu até me admiro, como é que ainda nos deixam andar de mota.

Essa é que é essa... mas não deve faltar muito para que tal aconteça. censored
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)