EBR 1190RX - Fechado
#1

Boas pessoal.

Alguém me pode ajudar com feedback acerca deste modelo, ou até em termos de Buell em geral?

Posso vir a comprar esta mota muito em breve e algum feedback dava-me imenso jeito.

[Imagem: 012114top-i.jpg]


Obrigado.

Cumprimentos a todos.

________________________________________________________________________________________

Aprilia RSV4 Factory '09 (Aprilia Racing theme)
Yamaha YZF-R6 '07 (Captain America theme)
---
Yamaha FZ8 '10 (White/Gold)
Kawasaki ZX-6R Ninja '08 (Orange)
Responder
#2

As EBR são quase tipo unicórnio. Fala-se que existem, mas poucos viram alguma vez uma (eu nunca vi nenhuma)!

Mas as EBR nada têm que ver com a Buell em geral, exceptuando o seu "criador" Erik Buell ser o mesmo, e surgiram em seguimento do divórcio entre Erik Buell e a Harley-Davidson.
São mais refinadas, mais exclusivas, mais excêntricas e mais performantes, no geral.

A conseguires uma máquina dessas, terás algo único, exótico e diferente de tudo o resto. E que de certeza valorizará, pela sua raridade.

O problema é que a EBR cessou produção, com todos os inconvenientes que isso possa trazer para componentes específicos.
Li há tempos que Erik Buell voltaria (ou iria?) regressar à produção de motos, mas eléctricas.
Responder
#3

(16-12-2020 às 11:17)carlos-kb Escreveu:  O problema é que a EBR cessou produção, com todos os inconvenientes que isso possa trazer para componentes específicos.

Esta mota é relativamente recente pelo que creio que a produção não cessou.

Tanto quanto sei, o Erik Buell fundou a EBR após o "divórcio" que referes, com a Harley, e a empresa manteve-se ativa até declarar falência há uns 5 ou 6 anos atrás. Houve umas tentativas de aquisição falhadas e a procura de um eventual comprador ou investidor ainda se mantém pelos detentores atuais, mas entendo que a companhia continua em funcionamento, caso contrário não teriam lançado o modelo da foto em 2017...

https://www.erikbuellracing.com/1190rx
Responder
#4

(16-12-2020 às 12:08)marco.clara Escreveu:  
(16-12-2020 às 11:17)carlos-kb Escreveu:  O problema é que a EBR cessou produção, com todos os inconvenientes que isso possa trazer para componentes específicos.

Esta mota é relativamente recente pelo que creio que a produção não cessou.

Tanto quanto sei, o Erik Buell fundou a EBR após o "divórcio" que referes, com a Harley, e a empresa manteve-se ativa até declarar falência há uns 5 ou 6 anos atrás. Houve umas tentativas de aquisição falhadas e a procura de um eventual comprador ou investidor ainda se mantém pelos detentores atuais, mas entendo que a companhia continua em funcionamento, caso contrário não teriam lançado o modelo da foto em 2017...

https://www.erikbuellracing.com/1190rx

A 1190RX foi lançada em 2014. Até existe um >>tópico<< aqui no forúm, aberto pelo Félix, sobre o modelo. Tópico esse que termina precisamente com um post (meu), de um artigo ainda da extinta Motociclismo portuguesa, sobre o fim de produção e respectiva declaração de falência. Tinha ficado com a ideia que tivessem fechado portas de vez.

Entretanto e tirando um artigo que li posteriormente algures, sobre o regresso da EBR (mas no universo das motos eléctricas), pouco ou nada mais soube da marca de Erik Buell.
Mas pelo que se supõe, do teu link, o site da marca continua activo, pelo que é indiciador que afinal, a produção foi retomada (?).

______________________

Edit: Numa pesquisa rápida... parece que sim... em 2018 voltaram ao activo.

>>EBR Motorcycles Is Back at It Once Again, but in Very Limited Capacity<<

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

(16-12-2020 às 12:39)carlos-kb Escreveu:  A 1190RX foi lançada em 2014.

Comentei que esta versão seria de 2017 porque a foto publicada pelo KaWOWsaki é uma das que aparecem no site da EBR, precisamente para o modelo descrito como "2017 EBR 1190 RX". Mas de facto visualmente não vejo grandes diferenças em relação à versão de 2014 nas imagens do tópico que partilhaste.
Responder
#6

Boas.

Este modelo foi lançado em 2014.

A marca fechou portas e voltou a reabrir em 2016 ou 2018 creio, mas de forma muito restrita. Mesmo no website deles não tens novidades/notícias desde 2017. Essa é uma das questões que me deixa a pensar.

Já estive junto de várias Buell e inclusivamente junto de uma destas EBR (amarela esta) há uns meses atrás. A mota é espectacular.
Mas aqui vê-se de tudo um pouco. Acho que das poucas coisas que nunca vi aqui terá sido uma Confederate, assim de repente que me lembre.

Mesmo reviews são todos de quando a mota foi lançada, sem uma análise de longo termo e de problemas crónicos. Fóruns de proprietários é como qualquer outra marca, lê-se de tudo um pouco, toda a gente teve todo o tipo de problemas e alguns nunca tiveram problema nenhum. Com todas as motas que tive e experimentei até agora é a mesma coisa. Ainda me lembro quando me desaconselharam a comprar uma Kawasaki porque se fosse preciso peças era mais complicado... Nada de novo. No entanto, aqui há que pensar mais um bocadinho, porque estas questões são legítimas.

Carlos, o que dizes é o que me faz querer comprar a mota. É relativamente rara e exótica e a comprar será uma mota para manter. No entanto, eu gosto de andar nas minhas motas, não para as ter paradas, porque a despesa é grande para as ter nessa condição.

Eu vou ver a mota amanhã. Tenho de perder algum tempo de volta dela.

Cumprimentos.
Responder
#7

(16-12-2020 às 13:05)KaWOWsaki Escreveu:  A marca fechou portas e voltou a reabrir em 2016 ou 2018 creio, mas de forma muito restrita. Mesmo no website deles não tens novidades/notícias desde 2017. Essa é uma das questões que me deixa a pensar.

É uma espécie de Bimota... à americana. Com períodos de produção e interregno... e nunca se sabe bem quando está no activo ou não! smile

(16-12-2020 às 13:05)KaWOWsaki Escreveu:  Já estive junto de várias Buell e inclusivamente junto de uma destas EBR (amarela esta) há uns meses atrás. A mota é espectacular.

Buell vê-se com relativa facilidade (em PT). EBR nunca vi nenhuma!

(16-12-2020 às 13:05)KaWOWsaki Escreveu:  Mas aqui vê-se de tudo um pouco. Acho que das poucas coisas que nunca vi aqui terá sido uma Confederate, assim de repente que me lembre.

Presumo que continues por bandas australianas, certo? A penetração de material motociclístico americano por aí deve ser mais comum, não? Especialmente colossos nunca vistos por cá e de construtores mais restritos como a Arch, Boss Hoss, etc.?!

Lembro-me de ter visto na EICMA um stand de uma marca também de "nicho", australiana... a Aurora, com motor V8 (Hellfire). Isso ainda existe?

[Imagem: J8DjyDD.jpg]


(16-12-2020 às 13:05)KaWOWsaki Escreveu:  Carlos, o que dizes é o que me faz querer comprar a mota. É relativamente rara e exótica e a comprar será uma mota para manter. No entanto, eu gosto de andar nas minhas motas, não para as ter paradas, porque a despesa é grande para as ter nessa condição.

Vê isso como um investimento. De certeza que daqui a uns tempos, quando a queiras vender, terá valorizado!


(16-12-2020 às 13:05)KaWOWsaki Escreveu:  Eu vou ver a mota amanhã. Tenho de perder algum tempo de volta dela.

Vai dando dando notícias... não é todos os dias que se alguém a comprar uma EBR. blink

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#8

(16-12-2020 às 04:51)KaWOWsaki Escreveu:  Boas pessoal.

Alguém me pode ajudar com feedback acerca deste modelo, ou até em termos de Buell em geral?

Posso vir a comprar esta mota muito em breve e algum feedback dava-me imenso jeito.

[Imagem: 012114top-i.jpg]


Obrigado.

Cumprimentos a todos.

Desde já espero que consigas fechar negócio, é uma mota como já foi dito bastante rara, e exclusiva.

Quando saiu as comparações com a Ducati foram instantâneas, e em vários campos alguns afirmaram ser superior a Ducati.

http://www.youtube.com/watch?v=ydhEaS-Bp3w


Acho que onde perde é na aparência, acho que é não é para todos.

De qualquer forma deixo aqui os números de produção:

Strike Yellow 195 (RX-185, SX-10)

Racing Red 287 (RX-206, SX-81)

Galactic Black 241 (RX-228, SX-13)

Frostbite White 167 (RX-0, SX-167)

Laguna Blue 50 (RX-0, SX-50)

Hotrod Argent 51 (RX-21, SX-30)

Gunmetal Gray 13 (RX-0, SX-13)

Red, White, Blue 5 (RX-5, SX-0)

Competition White 10 (RX-10, SX-0)

Midnight Black 52 (RX-12, SX-40)

Total bikes 1071 (RX-667, SX-404)
Worldwide production
Responder
#9

Se nao queres a mota para embelezar a sala, os problemas podem aparecer quando precisares de peças. É o grande problema destas marcas mais "exclusivas". E quando se arranja peças sao a valores pouco convidativos. Até mesmo se precisares de uma intervencao mecanica mais complexa de certo nao é qualquer manel gt de esquina que sabe mexer nisso, digo eu.
Responder
#10

(16-12-2020 às 14:40)Nfilipe Escreveu:  Se nao queres a mota para embelezar a sala, os problemas podem aparecer quando precisares de peças. É o grande problema destas marcas mais "exclusivas". E quando se arranja peças sao a valores pouco convidativos. Até mesmo se precisares de uma intervencao mecanica mais complexa de certo nao é qualquer manel gt de esquina que sabe mexer nisso, digo eu.

Sempre que precisei de peças para as motas banalissimas que tive, achei que os preços eram pouco convidativos... lol

Eu acho que isso é mais ou menos conversa de café, como o próprio KaWOWsaki referiu. beer O facto é que nenhum de nós sabe como é a manutenção de uma EBR, nem se é muito doloroso ter de esperar que cheguem peças de algum representante obscuro na Europa, ou no limite dos EUA, em caso de necessidade... por isso qualquer comentário será sempre revestido de alguma especulação.

Conheço uma pessoa que tem uma Buell (não EBR) XB12 ou lá o que é aquilo... que a recuperou de um estado lastimável em que se encontrava (portanto, conseguiu!) e não se desfaz dela nem por nada... thumbsup
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)