Chateia-me.... com certeza que me chateia!

(02-10-2015 às 14:56)Cloud Escreveu:  É que os carros mesmo que se esqueçam, na próxima curva ele lá desliga sozinho, nas motos não é bem assim.

É assim é.... pelo menos nas motos oriundas daquela marca de Munique, cujos piscas se desligam automaticamente ao final de 20 segundos.  lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Na mota já deixei muitas vezes, no carro nem por isso..
Responder

(02-10-2015 às 15:49)OFFICER Escreveu:  Na mota já deixei muitas vezes, no carro nem por isso..

No carro tens o típico "tic tic" sonoro.... que a não ser que vás com o volume do rádio em modo "azeiteiro", ouves sempre! bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Eu noto que me esqueço do pisca ligado na mota mais vezes de dia do que de noite. Isto porque, de noite, quando olho para o painel (para ver a velocidade ou as rpm), vejo logo a luzinha verde a piscar (aliás, na CBF, em certos ângulos, de noite, até se nota a luz do pisca dianteiro). Já de dia, especialmente com o sol, é difícil ver a luz verde do painel.
Responder

Eu não me esqueço do pisca ligado porque tenho uma espécie de tique nervoso que é estar sempre a carregar para dentro no botão dos piscas. Apanhei esse tique quando estavas nas aulas de condução. Para não desviar o olhar da estrada para ver se o pisca estás desligado, ganhei a mania de estar sempre a carregar naquilo para dentro.

Vamos ver quanto tempo o botão aguenta. lol
Responder

(05-10-2015 às 11:49)Almareado Escreveu:  Eu não me esqueço do pisca ligado porque tenho uma espécie de tique nervoso que é estar sempre a carregar para dentro no botão dos piscas. Apanhei esse tique quando estavas nas aulas de condução.

Maus hábitos modernos! lol

Quando eu tirei a carta, não se podiam usar os piscas da moto (mesmo que esta os tivesse). Sinais com os braços, quer para mudar de direcção, como para afrouxar ou parar... e tudo a toque de buzinadelas. bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

(02-10-2015 às 15:56)carlos-kb Escreveu:  
(02-10-2015 às 15:49)OFFICER Escreveu:  Na mota já deixei muitas vezes, no carro nem por isso..

No carro tens o típico "tic tic" sonoro.... que a não ser que vás com o volume do rádio em modo "azeiteiro", ouves sempre! bigsmile

Enganas-te, no meu carro o tic tic só se ouve mesmo de rádio desligado e é mesmo muito baixo, é mesmo assim. lol
Responder

(05-10-2015 às 13:44)OFFICER Escreveu:  
(02-10-2015 às 15:56)carlos-kb Escreveu:  
(02-10-2015 às 15:49)OFFICER Escreveu:  Na mota já deixei muitas vezes, no carro nem por isso..

No carro tens o típico "tic tic" sonoro.... que a não ser que vás com o volume do rádio em modo "azeiteiro", ouves sempre!  bigsmile

Enganas-te, no meu carro o tic tic só se ouve mesmo de rádio desligado e é mesmo muito baixo, é mesmo assim.  lol

Muda de carro.... ou deixa de ouvir música com o volume em modo "azeiteiro"! lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

(05-10-2015 às 12:33)carlos-kb Escreveu:  Quando eu tirei a carta, não se podiam usar os piscas da moto (mesmo que esta os tivesse). Sinais com os braços, quer para mudar de direcção, como para afrouxar ou parar... e tudo a toque de buzinadelas.  bigsmile
Epá, já só vejo mesmo isso com os velhotes nas zundapp e coisas do género...

...mas acho que devias continuar a fazer como aprendeste. É capaz de ser divertido ver um motociclista em cima de uma BMW ST a esticar o braço para a esquerda antes de fazer a curva. lol
Responder

(05-10-2015 às 15:43)Almareado Escreveu:  
(05-10-2015 às 12:33)carlos-kb Escreveu:  Quando eu tirei a carta, não se podiam usar os piscas da moto (mesmo que esta os tivesse). Sinais com os braços, quer para mudar de direcção, como para afrouxar ou parar... e tudo a toque de buzinadelas.  bigsmile
Epá, já só vejo mesmo isso com os velhotes nas zundapp e coisas do género...

...mas acho que devias continuar a fazer como aprendeste. É capaz de ser divertido ver um motociclista em cima de uma BMW ST a esticar o braço para a esquerda antes de fazer a curva.  lol

Naquele então era uma odisseia!
As motos tinham um centro de gravidez muito alto!
Entao juntava-se tudo, sem embraiagem (o braço estava a fazer o sinal) a cobtrolar a aceleração, sem caixa, e uma mota que à mais minima inclinação começava a tombar de forma tendenciosa para dentro da curva!

Velhos tempos aqueles de GPZ305...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)