Chateia-me.... com certeza que me chateia!

Eu de bicicleta costumo fazer sinais com o braço ao mudar de direcções, pelo menos se circular numa estrada com alguns carros. (Coisa que vejo pouca gente fazer).

Quando fui fazer exame auto-proposto para categoria A (estava limitado a 35kW antes), tive aulas de condução na véspera, só para conhecer a mota (e corrigir algum eventual mau hábito que tivesse ganho entretanto). A mota da escola (uma cb500) já não andava à tanto tempo que não pegava. Foi posta a trabalhar com cabos, ligados duma bateria do carro directamente ao motor de arranque confused e o instrutor disse: "Agora só não a podes deixar ir a baixo!"
Tudo correu bem até que paramos para atestar, continuou a não pegar... pegou de empurrão. A partir daí sempre que fazia pisca a mota ia a baixo lol (pelo menos parado), ao fim de 2 ou 3 vezes em que o instrutor e o rapaz (que ia numa 125cc também em aula) tiveram de empurrar, lá me disse o instrutor: " Não fazes mais piscas, sinalizas com os braços, agora vai ele à frente"
E foi assim o resto da aula, que até acho que todos devia-mos ter um bocadinho lol

(Na manhã antes do exame andaram a ver a mota e tinha a bateria completamente seca)

Blog com fotos de passeios de mota em: http://naosougajodefazerblogs.blogspot.pt/
Cumprimentos "V"!
--Cláudio A. B. Silva--
Responder

lol
a mim na 2 ou 3 aula, passei carro de instrucao, nao tive mais aulas com XT350 bigsmile

Load ""
Responder

(05-10-2015 às 15:43)Almareado Escreveu:  
(05-10-2015 às 12:33)carlos-kb Escreveu:  Quando eu tirei a carta, não se podiam usar os piscas da moto (mesmo que esta os tivesse). Sinais com os braços, quer para mudar de direcção, como para afrouxar ou parar... e tudo a toque de buzinadelas.  bigsmile
Epá, já só vejo mesmo isso com os velhotes nas zundapp e coisas do género...

...mas acho que devias continuar a fazer como aprendeste. É capaz de ser divertido ver um motociclista em cima de uma BMW ST a esticar o braço para a esquerda antes de fazer a curva.  lol

A questão é que os sinais com os braços ainda estão prescritos no CE, em caso de avaria nas luzes. E é de todo indispensável que os saibam fazer.

Agora as motos todas já possuem luzes de mudança de direcção (aka piscas), tal como stops. Mas em 1994, quando tirei a  minha carta, não eram obrigatórias (mas sim facultativas), daí que terias de sinalizar as manobras sempre de forma manual. E não se tratava unicamente de assinalar as mudanças de direcção, mas também o afrouxar e o parar... e sempre e em cada uma delas, olhar por cima do ombro. Isto, mesmo que a moto de instrução já possuísse as ditas luzes (caso da GN250 que me calhou e aonde fiz exame). A comunicação entre o carro da instrução e a moto, era feita por buzinadelas.

Tal como o Lone referiu, e bem.... havia situações complicadas aonde fazer um sinal com o braço, poderia acarretar bastante dificuldade. Por exemplo, numa subida acentuada, receberes a indicação para virar à direita, tendo para isso de retirares a mão do acelerador... com as consequências que saltam à vista!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

A mim chateia-me este tempo da treta que não me deixa sair com a marreca...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

Ha muitas coisas que me chateiam quando conduzo mas hoje o que me chateou mesmo foi ter levado 300 euros de multa por excesso de velocidade na minha 50cc, puta que pariu. Ia a 79 km dentro de uma localidade. Contra ordenação muito grave, ainda me disseram que podia ficar sem a carta durante um tempo.

Metade do ordenado é para pagar a multa, enfim é para abrir o olho e não andar sempre a esticar a mota ao máximo da velocidade, tb so dá 95/100!lol como a mota e pequena é sempre a ultrapassar no meio da via. Ironicamente se fosse na 600 a multa era menos de metade, alias o mais provável ate seria nem apanhar multa nenhuma e ir sossegado atrás dos carros porque a mota tem o dobro da dimensão da 50cc. É o que dá andar armado em chico esperto.
Espero bem é que nao fique sem carta, nem que seja por pco tempo. Durante 12 anos é a segunda multa que apanho e a primeira nem foi de excesso de velocidade.
Responder

79 dentro de uma localidade!?

Devias ter ficado sem a carta permanente. mad

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

79km/h numa 50? Estavas a fazer a corrida de descolagem? lol
Responder

Uma das coisas que me continua a chatear diariamente, como utilizador de AE, são os talvez 80% de condutores que conduzem permanentemente nas vias do meio e esquerda, com a da direita livre.  mad

Acontece com enorme frequência eu ir na via da direita, a velocidades legais... e ter nas vias do meio e mesmo da esquerda, a velocidades menores que a minha (por irem em "acumulação"), estes condutores "anti-via da direita".

Não há dia que não tenha de "sugerir" a alguns para ocuparem a via mais à direita, para evitar que outros poucos condutores (no quais me incluo) cometam a infracção de ultrapassar pela direita....
O interessante é que só uma ínfima percentagem, se apercebe do que vai a fazer e muda para a via da direita... depois há os que ficam indiferentes e a maioria que ainda protesta pela chamada de atenção.
Mais curioso ainda é irem a fazê-lo, e nos painéis electrónicos sobre a via, terem frequentemente a advertência de "conduza na via da direita".  confused

Não acredito que este tipo de postura, seja assim transmitida aquando da frequência das aulas de código e condução.... pelo menos a mim não o foi. O art. 13º do CE, de que o trânsito se faz pela direita da faixa de rodagem, sempre foi uma constante. Daí não perceber este fenómeno genético que está tão intrínseco a tantos condutores neste país.

De modo irónico, quase que se pode dizer que acaba por ser um desperdício tremendo construirem-se AE's de 3 vias em cada sentido, sendo que só uma pequena maioria dos condutores de motociclos / ligeiros, e os pesados, usam na realidade a via mais à direita.

Caso não saibam.... a contra-ordenação de não conduzir na via mais à direita, a coima é de 60 euros. Mas se algum de vocês passar pela via da direita, numa AE, um destes condutores que padecem de "síndrome da via do meio e esquerda", arrisca-se a uma CO muito grave e coima de 250 euros com a consequente inibição de conduzir.  wtf

Ao invés de se procurar só reprimir em outras circunstâncias, era bom que as autoridades também passassem a fiscalizar quem conduz deliberada e permanentemente sem motivo, em AE, nas vias mais esquerda, com a da direita livre.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Carlos-kb, acho que isso irrita qualquer um.

Eu faço sinais de luzes e apito até saírem da frente. smile

Boas curvas! 
Responder

Muito grave?!?!?!?

Velocidade maxima 50km/h

Normal - 50 - 70 km/h
Grave - 70 - 90 km/h
Muito grave - > 90 km/h

Posso estar enganado, mas devia ter sido uma grave "apenas" de 120€... és reincidente?

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)