BMW F850 GT
#1
Citar:Spotted: New BMW sports tourer

Imagem

Spy shots have emerged of a brand new BMW sports tourer that looks perfectly poised to fill the gap for rapid tourers that don’t have the weight (or the high cost) of the 1000cc-plus offerings.

The new bike uses BMW’s new(ish)853cc parallel twin taken from the BMW F850GS, but combines it with the more angular styling of their S1000XR sports tourer.

But you may be thinking that you’ve seen something like this before, well you’d be right; this bike is the spitting image of the Concept 9Cento that BMW unveiled earlier this year.

At the time BMW's Head of Design, Edgar Heinrich, said of the Cento: “It doesn’t always have to be about ‘bolder, bigger, brighter’. We’ve created a bike that combines the appropriate power with reliable sports touring properties and above all, lots of riding fun.”

BMW have obviously taken the ideas set out in the 9Cento, but made it more appropriate for the road. Gone are the tiny rear end and minuscule panniers in favour of a pillion friendly perch and panniers big enough to swallow the kitchen sink.

Imagem

The wee screen is gone too for a more touring-friendly number, which shelters BMW’s latest full-colour TFT dash. Assuming the F850GT picks up the same tech as the F850GS, then we expect cornering ABS, traction control, cruise control, quickshifter/blipper, heated grips, LED lights and Dynamic ESA; options more regularly associated with the super tourers.

Unlike the trail-friendly GS, the GT will have 17in wheels and shorter travel suspension, which should give it a much lower seat height and less precarious at slow speeds.

There’s no official word from BMW about expected delivery date or price, but with the existing F800GT looking rather tired, it can’t be far away.

What we know so far...
  • Higher power option: The standard F850GS produces 94bhp, but the GT could take on more powerful rivals with a higher output
  • Take a seat: Without big wheels and suspension, the GT’s seat height could be as low as 820mm, making it easier to manage
  • Tracer fire: The F850GT will be aimed at Yamaha’s Tracer 900GT, so we’d expect it to debut around the £10,000 mark
  • Weekend warrior: With luggage and other touring accessories, the F850GT could be a perfect weekend getaway vehicle

Fonte: MCN
Imagem
BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
#2
E assim se fecha o círculo!
Pena que não seja uma evolução dos Rotax que tão bom resultado deram.

Embora tenha visto as fotos de relance parece-me ter muito aspecto de XR!
I just don't run with the crowd!

http://www.loneriderendlessroad.com
#3
Ui, mesma gama de preço da tracer 900gt, a marca dos pianos tem de se por a pau ou acaba a piar fininho
#4
(22-11-2018 às 22:08)Liquid_Fire Escreveu: Ui, mesma gama de preço da tracer 900gt, a marca dos pianos tem de se por a pau ou acaba a piar fininho

Até lá... proud
Velasquez87

"Autorizo a meterem-se com piadolas à minha pessoa!! 
Não me responsabilizo a pagar na mesma moeda"



Imagem
#5
F850GT??? Pá... como já foi dito, isto é não mais que uma F850XR... e até esteticamente tende para isso! think

Tenho pena que a vir mesmo com a designação de GT, se perca toda a referência dos modelos anteriores de 800cc e das suas particularidades (F800ST/GT)... uma boa, fiável, económica e robusta sport-tourer light, com algumas peculiaridades exclusivas, como sejam o quadro, o mono-braço, a transmissão secundária e até mesmo o motor.

Acabamos assim a ter então uma alemã, com motor chinoca e tudo o resto tão igual ao que já existe na concorrência.  wtf

(22-11-2018 às 20:03)LoneRider Escreveu: E assim se fecha o círculo!
Pena que não seja uma evolução dos Rotax que tão bom resultado deram.

E até tinham uma unidade óptima para isso... o Rotax 904 que já havia sido usado pela Nuda.

Mas claro... um motor Rotax, austríaco, e com as suas particularidades como eram os 804 das F800 e os 904 das Nuda, são bem mais caros e complexos que o crossplane Loncin de 850cc... mais simples, leve, barato... e chinês!
Imagem

#6
(22-11-2018 às 20:03)LoneRider Escreveu: Pena que não seja uma evolução dos Rotax que tão bom resultado deram.

(22-11-2018 às 23:04)carlos-kb Escreveu: Mas claro... um motor Rotax, austríaco, e com as suas particularidades como eram os 804 das F800 e os 904 das Nuda, são bem mais caros e complexos que o crossplane Loncin de 850cc... mais simples, leve, barato... e chinês!

Atenção... quanto a robustez e durabilidade não sei dizer, mas a nível de comportamento... andei durante um dia com uma F850GS e fiquei surpreendido pela positiva. Parece-me um motor bastante disponível em baixas, o que para determinados fins e tipos de condução não deixa de ter a sua graça.
Imagem
BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
#7
(22-11-2018 às 23:39)marco.clara Escreveu:
(22-11-2018 às 20:03)LoneRider Escreveu: Pena que não seja uma evolução dos Rotax que tão bom resultado deram.

(22-11-2018 às 23:04)carlos-kb Escreveu: Mas claro... um motor Rotax, austríaco, e com as suas particularidades como eram os 804 das F800 e os 904 das Nuda, são bem mais caros e complexos que o crossplane Loncin de 850cc... mais simples, leve, barato... e chinês!

Atenção... quanto a robustez e durabilidade não sei dizer, mas a nível de comportamento... andei durante um dia com uma F850GS e fiquei surpreendido pela positiva. Parece-me um motor bastante disponível em baixas, o que para determinados fins e tipos de condução não deixa de ter a sua graça.

Marco... não digo que não. Nunca experimentei este novo 850 nem conheço as suas potencialidades dinâmicas.

A questão pego mais pela BMW supostamente ter apresentado estas novas 850 como (alegadamente) sendo uma evolução sobre a anterior serie... e depois ter abandonado certos atributos que tornavam as F800 algo exclusivas e diferentes nas soluções técnicas e mecânicas a que recorriam, enquanto estas 850 não se distinguem da concorrência em nada... e pior... usando uma unidade motriz de fabrico chinês. Ou seja, com motos que saem certamente bem mais baratas que as anteriores, eventualmente com pior qualidade de construção, possivelmente não sendo tão fiáveis e robustas... e acabam a apresentá-las como uma progressão em relação à geração anterior.

Tanto que várias unidades de 2018 das 750/850GS já começaram a ser chamadas por problemas ao nível da bomba de óleo... wtf

https://moto-recalls.eu/listing/bmw-f-850-gs-2018/

https://londonbikers.com/t/recall-bmw-f-...k81/109799
Imagem

#8
E iam quebrar a tradição Carlos, assim até perdia a piada! lol
As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

Imagem

#9
(22-11-2018 às 22:08)Liquid_Fire Escreveu: Ui, mesma gama de preço da tracer 900gt, a marca dos pianos tem de se por a pau ou acaba a piar fininho

Sim claro, deve vir na mesma gama de preço da Tracer 900GT mas sem qualquer equipamento extra. Depois adicionas os packs para a mota ficar interessante e está a falar de algo que vai para os 17/18K... o preço de uma Multistrada 950, ou uma Versys 1000 das novas que saiu, e só 

E nem vou falar das diferenças de motor  troll Seja nas sensações do mesmo ou até na fiabilidade mais que comprovada do CP3 vs um que fui lançado e umas semanas depois já tinha um recall.... 

A mota até parece ter uma estética engraçada, apesar daquele escape horroroso que certamente se resolve com algo aftermarket. Mas se vier com a "filosofia BMW" no preço, com preços semelhantes à 850GS... sinceramente acho que no "low cost" a Tracer é superior e no "full-pack" a Versys 1000 e a Multistrada 950 são melhores propostas.
Um click de suspensão por dia, nem sabe o bem que lhe fazia!
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)