Primeira moto
#21

(10-01-2017 às 23:29)Velasquez87 Escreveu:  É um pouco como diz o Nélson...

Tenho um amigo meu que teve que adquirir uma mota tb por motivos financeiros...ganhou-lhe o gosto..até se ter espetado com ela...espetou todos os veiculos que teve até hoje..(engraçado..só agora me apercebi disso)

Adiante, ele adquiriu uma cbf125.

Com ela dava 120kmh e gastava 2.6 aos 100 a punho cerrado quer fosse em 2a ou 5a mudança...

Uma pessoa normal consegue fazer cerca de 2 lts/100 nessas máquinas..pondera uma dessas usada.

falo por mim tive uma cbf 125, claro não era como teu amigo com o ponho até o nó, mas o consumo nó chegava a 1,5Ltr/100.
quanto a seguros na altura fiz com estes senhores, foram os mais baratos, e tenho com eles até hoje na negona.

http://www.vitorinos.pt/home.asp
Responder
#22

(11-01-2017 às 11:52)Velasquez87 Escreveu:  Cloud, eu percebo o que dizes, mas a independência que a mota dá vs metro ou bus...

(11-01-2017 às 12:13)hjjs Escreveu:  Compreendo o teu ponto de vista....mas se estamos a olhar apenas à questão financeira, logicamente que "sem €€ não há vicios".

Assim, nunca se compra nada nunca se faz nada. Qtos de nós tem maquina de lavar roupa em casa?? LOL....assim iamos todos às lojas self service, pq alem de nao gastar luz quando a maquina avariar quem paga é o dono da loja...quer dizer parece-me uma lógica semi-tendeciosa.

Atenção que eu falei de um ponto de vista económico apenas. Claro que fazer uma viagem de moto em 10 minutos é muito melhor que de carro em 30, ou de metro e autocarro em 60, mas se estás a contar os trocos para comprar a moto, então claramente não vais ter dinheiro para manter a moto. Hjjs sim, há muita gente que não tem máquinas de lavar seja o que for, porque não têm dinheiro para pagar água/electricidade. O princípio é o mesmo. Aliás, a minha mãe nem é rica nem pobre e tem máquina de lavar loiça e muitas vezes por ser pouca loiça não liga a máquina, lava à mão e poupa uns trocos..

Com o shady passou-se o mesmo, andou a contar trocados, depois quando a moto teve um problema teve que a encostar uns tempos e depois tinha que racionar a gasolina que o dinheiro não dava para tudo. Ou seja, é comprar um veículo para potencialmente o ter que encostar caso haja algum problema maior.. Na minha lógica não faz sentido. Eu também andei de metro e de autocarro muito tempo, depois quando entrei na faculdade lá para o segundo ano lá consegui comprar um carrito e desde então quase nunca mais andei de transportes públicos, mas lá está, garanti primeiro que podia com as despesas do carro, e só fiz update ao carro quando a minha situação económica estabilizou. Não acho necessário andar-me a meter em despesas que não consigo quando há alternativas. Infelizmente tem que se pensar primeiro na carteira e depois no conforto e prazer.
Responder
#23

(11-01-2017 às 18:22)rruella Escreveu:  
(10-01-2017 às 23:29)Velasquez87 Escreveu:  É um pouco como diz o Nélson...

Tenho um amigo meu que teve que adquirir uma mota tb por motivos financeiros...ganhou-lhe o gosto..até se ter espetado com ela...espetou todos os veiculos que teve até hoje..(engraçado..só agora me apercebi disso)

Adiante, ele adquiriu uma cbf125.

Com ela dava 120kmh e gastava 2.6 aos 100 a punho cerrado quer fosse em 2a ou 5a mudança...

Uma pessoa normal consegue fazer cerca de 2 lts/100 nessas máquinas..pondera uma dessas usada.

falo por mim tive uma cbf 125, claro não era como teu amigo com o ponho até o nó, mas o consumo nó chegava a 1,5Ltr/100.
quanto a seguros na altura fiz com estes senhores, foram os mais baratos, e tenho com eles até hoje na negona.

http://www.vitorinos.pt/home.asp

Também tenho o meu com eles!


(11-01-2017 às 19:04)Cloud Escreveu:  
(11-01-2017 às 12:13)hjjs Escreveu:  Compreendo o teu ponto de vista....mas se estamos a olhar apenas à questão financeira, logicamente que "sem €€ não há vicios".

Assim, nunca se compra nada nunca se faz nada. Qtos de nós tem maquina de lavar roupa em casa?? LOL....assim iamos todos às lojas self service, pq alem de nao gastar luz quando a maquina avariar quem paga é o dono da loja...quer dizer parece-me uma lógica semi-tendeciosa.

Atenção que eu falei de um ponto de vista económico apenas. Claro que fazer uma viagem de moto em 10 minutos é muito melhor que de carro em 30, ou de metro e autocarro em 60, mas se estás a contar os trocos para comprar a moto, então claramente não vais ter dinheiro para manter a moto. Hjjs sim, há muita gente que não tem máquinas de lavar seja o que for, porque não têm dinheiro para pagar água/electricidade. O princípio é o mesmo. Aliás, a minha mãe nem é rica nem pobre e tem máquina de lavar loiça e muitas vezes por ser pouca loiça não liga a máquina, lava à mão e poupa uns trocos..

Com o shady passou-se o mesmo, andou a contar trocados, depois quando a moto teve um problema teve que a encostar uns tempos e depois tinha que racionar a gasolina que o dinheiro não dava para tudo. Ou seja, é comprar um veículo para potencialmente o ter que encostar caso haja algum problema maior.. Na minha lógica não faz sentido. Eu também andei de metro e de autocarro muito tempo, depois quando entrei na faculdade lá para o segundo ano lá consegui comprar um carrito e desde então quase nunca mais andei de transportes públicos, mas lá está, garanti primeiro que podia com as despesas do carro, e só fiz update ao carro quando a minha situação económica estabilizou. Não acho necessário andar-me a meter em despesas que não consigo quando há alternativas. Infelizmente tem que se pensar primeiro na carteira e depois no conforto e prazer.


Obviamente....sem €€ nada feito.

Fiz toda a minha vida em transportes. Nos tempo de faculdade aquilo era barato, ainda me lembro do passe a 15€ e funcionava bem, tempos de espera de 2/3 minutos. Agora está impossível.

Não tendo €€ e meter-se numa aventura destas, ou vive para a mota ou continua na mesma. Cada um sabe da sua gestão pessoal e não tendo todas as possibilidade há que  pesar todos os factores. 

Há que juntar e arranjar uma almofada de conforto para prevenir futuros desgostos.

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#24

Amén !  smile
Responder
#25

Honda pcx/cbf/cbr 125 usada 1500€, capacete casaco luvas e impermeáveis 200€, IUC 5€, revisões de 8 em 8mil 30 a 40€, pneus aos 20mil 50€ cada.

É caro ter uma mota? Talvez não saibam é escolher a mota de acordo com as vossas possibilidades e depois andam aqui com estas conversas a assustar o rapaz.

Como 1a mota estas são excelentes e garantem uma poupança enorme. Quando quiseres uma mota melhor vendes facilmente porque são motas que não desvalorizam muito.
Responder
#26

Bals..... metes o teu 1º post sem te apresentares ao forúm lol ..... temo pela tua saúde. what

Neste momento a C.C.R.A.B.C. (Comissão de Coordenação Regulação e Avaliação de Bons Costumes) aqui do fórum já deve estar reunida, a deliberar sobre o teu acto.
De certeza que sairão pesadas sanções, entre as quais o pagamento unilateral e imediato do respectivo Imposto Revolucionário acrescido da Taxa de Discernimento e ainda o inerente Imposto do Selo. lol

Não queria estar na tua pele! wtf

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#27

Como é que ele se atreve chegar cá e dizer que há algo melhor do que o L123!!! Especialmente de duas rodas.

A ir claramente contra o lobby instituido onde é claro que motas são veiculos de luxo ( basta ver os IUC's !!! ) e caras.


É obvio que ir de A-B de transportes o passe é o mais economico.


Para quem quer um meio de transporte próprio uma 125cc a 4T consegue ser a melhor solução para km's mais elevados com consumos reduzidos.

Um saxo/106 1.1 tb se compram por 1000€ e consumos de 6L a gasolina com facilidade e manutenção simples. Tb pode ser hipotese para quem não tenha complicações de estacionamento no dia-a-dia.

Agora como sempre, quem tem vicios...tem de ter dinheiro e gastar tudo no veiculo e depois não haver euros para uma manutenção e andar sem trocar fluidos, travões no ferro, pneus carecas e carro na reserva é parvo e mais vale perder a hora da sua vida nos transportes e poupar para outras prioridades da sua vida.
Responder
#28

Trecolareco, as motas só começam a ser luxo acima de 500cc, que pode não fazer muito sentido, mas até faz. Isto porque, por norma, abaixo de 500cc são meras utilitárias para transporte  lol

Até 500cc o IUC são 19€ no máximo, ou seja, trocos.
Responder
#29

É por isso que tens uma 499!?

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#30

O vício da mota fica mais barato que o tabaco, basta parar de fumar para pagar a mensalidade da mota ( desde que não abuse no modelo smile )

"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)