Primeira mota - Yamaha FZ6 2006
#41

Eu já dei uma volta numa mt09...comparada com a 07 é outra fruta...muito mais bruta nas reações e uma frente muito viva que quer levantar logo assim que se roda o acelerador, eu ia sacando um cavalo assim que dei o primeiro arranque...e achei tb a mota um pouco para o altinha e muito leve.
Em termos de prestações deve ser mais equiparável a FZ que a 07...sempre são 115cv em vez dos 73 da irmã mais pequena.

[Imagem: 7STkQ4B.jpg]
Responder
#42

(07-05-2018 às 10:25)Almareado Escreveu:  
(05-05-2018 às 15:54)carlos-kb Escreveu:  O problema das Yamaha "bebedoras" de óleo era sobretudo relativo às máquinas que montavam motores Génesis... Os célebres motores de 5 válvulas por cilindro.

Ou seja, motor 750cc, bastante anterior ao da Fz6.

Que me lembre, os genesis de 5 válvulas por cilindro,  tiveram diversas aplicações e variantes... Nas 750cc tínhamos o motor das FZ / FZR / FZX e o das YZF750  / R7. Depois ainda houve os blocos de 1000cc das FZR,  GTS, R1 (de 1ª geração) e FZ1. E ainda os bicilíndricos das TDM e TRX 850 (crossplane) também tinham culassas de 10 válvulas (5 por cilindro).

Depois, existiu a variante de 600 de 16 válvulas, aplicados nas FZR, R6 e FZ6... que igualmente pertenciam à "família" Genesis.

Edit: Mas sempre "ouvi" queixas que os bebedores de óleo eram sobretudo os de 5 válvulas por cilindro.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#43

(07-05-2018 às 11:59)carlos-kb Escreveu:  
(07-05-2018 às 10:25)Almareado Escreveu:  
(05-05-2018 às 15:54)carlos-kb Escreveu:  O problema das Yamaha "bebedoras" de óleo era sobretudo relativo às máquinas que montavam motores Génesis... Os célebres motores de 5 válvulas por cilindro.

Ou seja, motor 750cc, bastante anterior ao da Fz6.

Que me lembre, os genesis de 5 válvulas por cilindro,  tiveram diversas aplicações e variantes... Nas 750cc tínhamos o motor das FZ / FZR / FZX e o das YZF750  / R7. Depois ainda houve os blocos de 1000cc das FZR,  GTS, R1 (de 1ª geração) e FZ1. E ainda os bicilíndricos das TDM e TRX 850 (crossplane) também tinham culassas de 10 válvulas (5 por cilindro).

Depois, existiu a variante de 600 de 16 válvulas, aplicados nas FZR, R6 e FZ6... que igualmente pertenciam à "família" Genesis.

Edit: Mas sempre "ouvi" queixas que os bebedores de óleo eram sobretudo os de 5 válvulas por cilindro.

Não sabia. Pensei que o problema se restringia exclusivamente ao 750, da FZX e FZR.
Responder
#44

(07-05-2018 às 11:14)vindaloo Escreveu:  E pela 09 era questionável... só mais numa perspectiva de mota nova e com menos folgas e tal...

MT-09 já é outra conversa.
Responder
#45

(05-05-2018 às 00:45)MrOverclock Escreveu:  Essas Fazer já tinham o problema do consumo de óleo resolvido, que atingia as XJ600, R6, R1, etc... dos anos 90?

É o motor da R6 2003.
Pode avariar a injecção e até saltar o pinhão de ataque em andamento... mas não consome lubrificante.

(07-05-2018 às 10:33)Almareado Escreveu:  Já tendo eu a FZ6, fiz um test drive à XSR700 (MT-07 versão camisa de flanela) e que achei um verdadeiro mono.

Depende da forma como fazes os test drive.

Se for numa perspectiva de aproveitar ao máximo uma moto que não é tua e esmifrá-la pra ver o que aquilo dá...  sim, as XSR700/MT-07 é um mono. E a FZ6 em altas tem substancialmente mais alma.
Se for num andamento dentro daquilo que é uso habitual que se faz de uma moto, então aí as XSR700/MT-07 revela-se bem adequadas, com um motor mais disponíveis que a FZ6.. que é autêntico gato morto nos primeiros 2 terços do conta-rotações.

O maior erro que já cometi no mundo das motos foi ter feito o test drive à FZ6 como se a tivesse roubado.
Acabei por comprar a moto. E alguns meses depois já estava farto.

(07-05-2018 às 11:59)carlos-kb Escreveu:  Edit: Mas sempre "ouvi" queixas que os bebedores de óleo eram sobretudo os de 5 válvulas por cilindro.

Até recentemente a marca tinha ainda em catálogo as FZ1 com o motor de 20 válvulas herdado da R1 de 2006.
E não há grandes queixas quanto ao consumo de lubrificante das mesmas.

Além de que houve diversas bêbedas com 4 válvulas (XJ's, FZR's, FJ's)
Uma das razões apontadas foi a Yamaha não ter na altura acompanhado a evolução dos lubrificantes, mantendo tolerâncias muito altas nos seus componentes.
(Não deixa de ser curioso o facto da Yamaha ser um construtor com a sua própria "marca" de lubrificantes oem... e que ninguém usa/usava)
Responder
#46

(07-05-2018 às 18:24)dfelix Escreveu:  Além de que houve diversas bêbedas com 4 válvulas (XJ's, FZR's, FJ's)

No caso concreto das XJ's ou das FJ's... basta serem air cooled para "ajudar".

(07-05-2018 às 18:24)dfelix Escreveu:  (Não deixa de ser curioso o facto da Yamaha ser um construtor com a sua própria "marca" de lubrificantes oem... e que ninguém usa/usava)[/size]

O que não deixa (ou deixou) de ser comum a outras marcas... caso da Honda (rebranding de produtos Castrol)... Dos Suzuki by Ecstar... Dos Kawasaki Maintenance Products ... ou até o Advantec da BMW Motorrad (que é ó óleo "da casa" em qualquer concessionário BMW).

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)