[Primeira mota] Triumph Street triple
#11

A Street Triple RS é uma mota fantástica, se tiveres dinheiro é aí que o vale a pena meter. Mas a versão S mais barata não se fica atrás de todo. Aqui há uns meses dei uma voltinha com uma rapaz que tem a S, e a mota além de muito bonita anda e curvas nas horas.

Ou se quiseres ser um maluco à séria espera por Outubro e pela apresentação da nova Speed Triple RS hearth
Responder
#12

(25-09-2019 às 14:18)dfelix Escreveu:  
(24-09-2019 às 12:22)speedyssj3 Escreveu:  Não ha razão nenhuma para tal, até porque a comprar seria deslimitada. é mesmo uma questão de preço e porque é suficiente. esta ultima é sempre aquela coisa que não gosto de me basear, mas quando mete o preço à mistura já me deixa a pensar.

Uma moto de 35kw rapidamente deixa de ser suficiente.
É algo que apenas faz sentido para quem tem de obedecer a essa regra devido à idade a que tirou a carta.
Além de que a Street Triple para a A2 não é sequer uma versão "limitada" do modelo como acontece com alguns construtores. É uma moto com o mesmo look, mas mecanicamente distinta.
Tem um motor diferente, que embora seja possível de deslimitar (o que envolve gastar dinheiro) será muito mais parecido ao antecessor 675 que o actual 765.

(não que o 675 fosse mau, porque não era. Mas estar a gastar dinheiro numa moto para depois a gastar dinheiro a converter... não faz muito sentido)
(24-09-2019 às 12:27)speedyssj3 Escreveu:  Tambem já andei a varrer "as internets" à procura de rumores, do que encontrei falam que vai ser um facelift com mais alterações a nivel de escape que leva mais um catalizador... enfim, vale o que vale

O mais provável será um facelift, algumas funcionalidades extra nas electrónicas e ser euro 5 (algo que não torna propriamente o motor "melhor" a não ser duma perspectiva ambiental).
(24-09-2019 às 14:13)speedyssj3 Escreveu:  tenho que fazer bem as contas... e pensar se perco mesmo a cabeça e vai ja tudo!

A vantagem do "vai já tudo" é que evita que gastes dinheiro duas vezes.
Pois tudo o que enumeraste como possibilidades dentro do orçamento inicial será motos para daqui a um ano estares já a pensar em trocar.

pois...

entretanto, tive a pensar, e de facto nao encontro razão para comprar a 660... embora a mota venha deslimitada (pelo que me disseram na triumph ela ja vem deslimitada, se o cliente quiser eles metem o limitador), mas estou a comprar "meia" mota... 

portanto agora a ideia escalou para a Street Triple S 765... 

por acaso não há por aqui ninguem que me consiga dar alguma noção dos preços e intervalos de manutenção duma mota (em geral, não especificamente desta)? é só porque não tenho mesmo noção, o meu mundinho até agora são carros.
Responder
#13

(25-09-2019 às 14:58)dmanteigas Escreveu:  A Street Triple RS é uma mota fantástica, se tiveres dinheiro é aí que o vale a pena meter. Mas a versão S mais barata não se fica atrás de todo. Aqui há uns meses dei uma voltinha com uma rapaz que tem a S, e a mota além de muito bonita anda e curvas nas horas.

Ou se quiseres ser um maluco à séria espera por Outubro e pela apresentação da nova Speed Triple RS hearth

epah, a RS já é outra conv€rsa! não me importava nada mas acho que me vou conter um pouco... ando não tentar perder a cabeça e ir para a R e andas a meter veneno para a RS... hehe

quanto à speed triple, não sou assim tão maluco!!
Responder
#14

(25-09-2019 às 17:56)speedyssj3 Escreveu:  por acaso não há por aqui ninguem que me consiga dar alguma noção dos preços e intervalos de manutenção duma mota (em geral, não especificamente desta)? é só porque não tenho mesmo noção, o meu mundinho até agora são carros.

Penso que a maioria das motos actuais de média/alta cilindridada têm intervalos na casa dos 10 mil km.
Algumas tem 12. Há casos que é pouco menos. Mas no geral não foge muito a isto.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#15

(26-09-2019 às 16:34)dfelix Escreveu:  
(25-09-2019 às 17:56)speedyssj3 Escreveu:  por acaso não há por aqui ninguem que me consiga dar alguma noção dos preços e intervalos de manutenção duma mota (em geral, não especificamente desta)? é só porque não tenho mesmo noção, o meu mundinho até agora são carros.

Penso que a maioria das motos actuais de média/alta cilindridada têm intervalos na casa dos 10 mil km.
Algumas tem 12. Há casos que é pouco menos. Mas no geral não foge muito a isto.

Nice! dá uma revisão por ano, está bom! hehe

gracias!  V
Responder
#16

https://youtu.be/wOklLwCc-5k
Responder
#17

Melhoraram a frente. Já não é tão feia como a anterior. Menos mal. cool

[Imagem: muhz7is.jpg]
Responder
#18

(07-10-2019 às 12:53)el_Bosco Escreveu:  Melhoraram a frente. Já não é tão feia como a anterior. Menos mal. cool

Mais respeito que estás a falar de uma mota em condições, não de uma CB650R.

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#19

As novas ópticas estão mais agressivas que as anteriores..
E também mais consensuais. Numa moto que marcou a sua existência por não ser consensual.

Agora venha a nova Speed 1160.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#20

(07-10-2019 às 12:53)el_Bosco Escreveu:  Melhoraram a frente. Já não é tão feia como a anterior. Menos mal. cool

discordo.. gosto mais da "antiga". Acho que estão a repetir o mesmo filme que foi quando mudaram das opticas redondas para aquelas bicudas. 

BTW, não cheguei a dizer aqui, mas a decisão foi tomada à cerca de 1 semana: sai uma street triple s 765 para a mesa 12! hehe
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)