[Primeira mota] 1ª Moto [Alterado - 3000€ - 5500€]
#1

DONO 
- Tipo de CARTA DE CONDUÇÃO: Carta A2 (Em principio pois ainda vou tirar depois de comprar a moto)
- Altura: 1.80
- Peso: 75kg
- Idade: 29
- Pendura (S/N): Sim (ocasionalmente)
- Será 1ª moto (S/N): Sim

MOTO 
- Estilo preferido: Naked
- Custo (em euro): 3000 - 5500€
- Nova/Usada: Usada

PERCURSO 
- Regularidade (diario, semanal, mensal): Diário (Trabalho)
- Tipo de estrada: Alcatrão
- Numero aproximado de KM: ~20km diários

RESUMO:
 
Boas malta, tudo bem ?

Ando á procura de opiniões para a minha primeira mota de 2 rodas, queria comprar uma mota que já tivesse uma certa potência. Uma moto de preferencia para ficar com ela algum tempo.
Em termos de motos a unica que tive foi uma moto4 uma raptor 660 dai ter ficado com o vicio das motos. Motos de 2 rodas ja andei em algumas (mais 125cc).
Estive a fazer alguma pesquisas (Olx, custo justo, stand virtual) e fiquei inclinado para uma hornet 600 (25Kw segundo o anunciante de librete) o que poderia conduzir com carta A2.
A moto em questão é de 2002 com 22mil Kms. Sem grandes alterações segundo as imagens e pelo que entendo. O valor pedido no anuncio era 3100€ negociaveis.
Quais as vossas opiniões sobre este assunto ?

Peço desculpa se as vezes disser algum disparate! Ainda não estou muito dentro do assunto.


Cumprimentos,

Atenciosamente 

João
Responder
#2

Primeiro que tudo.... tens 29 anos. Qual o motivo de optares por ir tirar a carta A2, acabando a ficares sempre limitado?
Responder
#3

Tava na ideia da A2 porque não estava com ideias de grandes cilindradas. Como tinha falado nessa hornet. Mas sim. Se o valor for o mesmo que ainda não me informei. Secalhar tiro logo a carta A1. Agradeço a rápida ajuda blink como disse ainda estou a iniciar. Todas as opiniões são bem vindas

(20-09-2019 às 09:28)carlos-kb Escreveu:  Primeiro que tudo.... tens 29 anos. Qual o motivo de optares por ir tirar a carta A2, acabando a ficares sempre limitado?
Responder
#4

(20-09-2019 às 09:55)thefearvm Escreveu:  Tava na ideia da A2 porque não estava com ideias de grandes cilindradas. Como tinha falado nessa hornet. Mas sim. Se o valor for o mesmo que ainda não me informei. Secalhar tiro logo a carta A1. Agradeço a rápida ajuda blink como disse ainda estou a iniciar. Todas as opiniões são bem vindas

(20-09-2019 às 09:28)carlos-kb Escreveu:  Primeiro que tudo.... tens 29 anos. Qual o motivo de optares por ir tirar a carta A2, acabando a ficares sempre limitado?

Carta A1???!!! Não quererás dizer antes e apenas "A"? O_O
Acho que estás mesmo um pouco "perdido". Tens mesmo de passar numa escola, para te informares dos escalonamentos da carta A.

[Imagem: MkqeewJ.jpg]

Claro que se tirares logo a a carta A, que o podes fazer porque já tens idade, não ficas limitado em potência. Porque essa do "não estava com ideias de grandes cilindradas", dizes apenas e só agora. Mas depois de começares a andar, se tirasses apenas a categoria A2, verias que teria sido um enorme erro.

Até porque a A2 nem sequer tem que ver especificamente com cilindradas, mas apenas e só com potência e relação potência/peso.

Quanto a preços actuais... desconheço de todo. Há 25 anos que não meto os pés numa escola de condução.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

Se os valores não diferenciarem muito fico pela A. Em relação a moto alguma opinião ? Cumprimentos
Responder
#6

Qualquer naked / utilitária de média cilindrada, na casa dos 55 a 75cv, e acima da dezena de anos, andará dentro do teu orçamento e poderá revelar-se uma boa escola (CBF500 / CBF600 / XJ6 / SV650 / etc.).

Atenção que a Hornet, GSR, Z750 e FZ6, são também elas naked de media cilindrada, mas com motores espevitados e herdados das suas irmãs desportivas, andando toda na casa da +/- centena de cv. Não quer dizer que não sejam aptas como primeira moto (que até o poderão ser), mas sendo tu inexperiente nas 2 rodas, terás de ter mais algum auto-controlo.

Mas tudo isto se torna incongruente com o teu desejo da carta A2, a não ser que te cinjas às variantes "limitadas" destes modelos (se as houver ou encontrares). Daí a pertinência da carta A.
Responder
#7

Olá!

Olha pá...
Independentemente do preço da carta, fica sempre mais em conta tirar diractamente a A.

Depois se compras uma mota pouco potente ou de baixa cilindrada é um problema exclusivamente teu. Que o teu problema nunca seja a carta! blink

Outro problema é que a Norma A2 é relativamente recente, pelo que o mercado de usados tem poucas opções, inflacionados de preço e motos que podem não encaixar nas tuas necessidades.

Para o dinheiro que tens disponível acho que podes procurar uma CBF 500 ou 600, as XJ6, as ER650 ou as SV!
Também vais encontrar por aí muitas Fazer, CB500, Bandist, e pardais ao ninho, que são motos da década de 90,algumas em bom estado mas a maioria com muitos maus tratos em cima é à espera de uma alma caridosa que se preocupe com elas!
Se podes comprar uma delas!?
Sim, mas as garantias são algo mais reduzidas que as primeiras que mencionei!

Boa sorte!
Responder
#8

E que acham da hornet que falei de 2002 com 22mil KMS. A rondar os 3100€. Acham muito caro ? Muitos anos e KMS ? Qual a média de KMs que está moto poderá eventualmente fazer ? Obrigado
Responder
#9

(20-09-2019 às 11:01)thefearvm Escreveu:  E que acham da hornet que falei de 2002 com 22mil KMS. A rondar os 3100€. Acham muito caro ? Muitos anos e KMS ? Qual a média de KMs que está moto poderá eventualmente fazer ? Obrigado

Boas

Se vais realmente tirar a carta A, não entendo porque ainda estas a pensar nessa Hornet.

Para saber se é caro ou não, é fácil, compara com outras motas semelhantes, o ano de construção das mesmas, e os "kilometros", meto isto entre aspas, porque já se sabe que em relação a isso a sempre muita especulação.

Penso que por esse preço consegues algo mais recente, mas la está, vai sempre depender de ti, e do que te apaixonar mais. 

Abraço
Responder
#10

Em termos de estética gostei da hornet. Já tive a ver alguns modelos que referiu mas aparece para valores mais altos. Pelo menos anúncios aqui no norte.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)