Inspecções de motociclos de cilindrada superior a 250cc avançam em 2016?

(12-02-2018 às 16:02)michelfpinto Escreveu:  E com um leitão como almoço Carlos? blink

Olha... Tás lá!!! thumbsup blink

Por mim... óptimo! thumbsup

Convinha era o pessoal lá estar para o leitão, cedo (tipo meio dia / meio dia e meia), pois os restaurantes em Negrais costumam encher de domigueiros.
Ou então reserva-se mesa antes (se bem que os mais conhecidos, tipo o Caneira ou o Palácio, não costumam aceitar reservas para almoço aos domingos).

Mais logo quando tiver um tempinho já desenho um percurso!

Mas desde já... quem mais interessado?

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Ok, fico a aguardar então Carlos. blink Sim, para chegarmos a horas temos de almoçar cedo, por isso 12h parece-me boa hora para almoçar com calma e depois virmos para a praça do Rossio.

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder

Se fizerem a arrábida de manhã contem comigo, mas almoçar não sei (ainda por cima leitão). Mas sendo a arrábida aqui ao lado de casa, vou ter convosco, almoço em casa e volto a encontrar-me com vocês em algum lado.
Responder

Vou me deixar de merdas.....marque-se o leitão. thumbsup

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder

Ok. Então está resolvido! Visto que os "marcadores" já se baldaram é -1 para a conta.

Logo que eu descubra onde fica o Rossio vou lá ter. Boas curvas.

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder

Pedro, dado que o leitão é em Negrais não acho que faça sentido ir para a Arrábida antes. blink

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder

Ainda não é certo que vá ( o meu velhote faz anos no dia 18 ) mas, se for, vou aqui de Evora com mais uns compadres. Ver se depois faço uns avistamentos para postar no Forum. A mim é facil de me acharem... será a unica BT1100 Bulldog na manifestação...   lol     lol
Responder

Motociclistas prometem "megamanifestação" no domingo em várias cidades


Milhares de motociclistas estão a ser mobilizados para manifestações no domingo em várias cidades, estando prevista uma concentração no Rossio, em Lisboa, seguida de uma caravana até ao parlamento.

Trata-se de uma ação de protesto contra as medidas anunciadas pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, para inspeção a estes veículos, à semelhança do que existe para os automóveis.

O Governo quer também tornar obrigatória a carta de condução para quem conduzir motociclos a partir de 125 cm3 de cilindrada, mesmo que tenha já carta de automóvel.

Por lei, a inspeção periódica dos motociclos, triciclos e quadriciclos com cilindrada superior a 250 cm3 está prevista no Decreto-Lei n.º 133/2012, de 11 de julho. Esta lei veio obrigar os centros de inspeção a adaptarem-se para fazerem inspeção a motas, mas ficou por sair a regulamentação.

O protesto marcado para várias cidades, entre as quais Porto, Coimbra, Faro, Funchal e Ponta Delgada, é organizado pelo Grupo Ação Motoclista(GAM), criado em 2005, e tem o apoio de clubes de vários pontos do país, nomeadamente do Porto e de Faro, disse à Lusa António Manuel, membro fundador do GAM.

Anunciada como a "2ª Megamanifestação Contra a Manipulação da Sinistralidade e a Farsa das Inspeções às Motos", a iniciativa visa "mostrar um cartão amarelo" ao ministro.

"Esperamos milhares de motociclistas em todo o país", indicou a mesma fonte.

De todos os locais onde os motociclistas vão concentrar-se, seguirá um desfile pelas cidades, durante o qual haverá intervenções públicas dos participantes, de acordo com a informação hoje divulgada.

"Os cidadãos/motociclistas deste país sabem que os argumentos da sinistralidade e segurança rodoviária, que até agora foram usados pelo ministro da Administração Interna, são falsos e apenas visam a viabilização de negócios que irão penalizar e até condenar o uso da moto e a mobilidade nos grandes centros urbanos", lê-se num comunicado emitido pela organização.

Para os motociclistas, o trabalho de fiscalização é já um dever da polícia, pago pelos contribuintes. "Querem transformar um dever da polícia num negócio de privados", alegam, acrescentando que o trabalho das autoridades não pode ser só a "caça à multa".

Em informação enviada às redações, os manifestantes frisam ser "mentira" que os acidentes se devam à falta de condições técnicas para circular: "Está provado cientificamente, através de estudos a nível europeu (MAIDS), que apenas 0,3% dos acidentes têm causa em falhas mecânicas".


Jornal de Notícias, 2018

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder

V

Nota: gosto sempre do rigor jornalístico neste tipo de artigos...
"O Governo quer também tornar obrigatória a carta de condução para quem conduzir motociclos a partir de 125 cm3 de cilindrada (...)"

Pelos vistos até agora devia ser opcional... think
Responder

Bem sendo assim não contem comigo. Se mudarem de ideias ou forem beber uma cerveja antes do encontro digam algo blink
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)