Trotinetes a Motor - Multas até 300 Euros
#1
Citar:Atenção condutores de trotinetes! Multas da PSP podem chegar aos 300 €

As trotinetas a motor, bicicletas com e sem motor e outros veículos idênticos tomaram conta de Lisboa. Com a quantidade deste tipo de veículos a circular, a Câmara Municipal de Lisboa pretende regras para a circulação e estacionamento.

Entretanto, até domingo, a Polícia de Segurança Pública (PSP), vai fiscalizar os utilizadores deste tipo de veículos! A multa pode chegar aos 300 euros.

Imagem

O Código da Estrada equipara as trotinetes a motor a velocípedes e, por isso os seus utilizadores que não tenham iluminação e refletores adequados, usem o telemóvel durante a condução, conduzam sob efeito do álcool ou em velocidade excessiva incorrem em multas. De acordo com a TSF, a circulação neste tipo de veículo obriga o uso do capacete, só podem transportar uma pessoa e circular em ruas e ciclovias. Não podem fazer “cavalinhos” (levantar a roda da frente ou de trás no arranque ou em circulação), conduzir com as mãos fora do guiador, ou fazer-se rebocar.

Quem não cumprir as regras poderá a vir a pagar uma multa que poderá chegar aos 300 euros, segundo o definido no Código da Estrada.

Imagem

Para sensibilizar, alertar e até punir os condutores, a PSP vai levar a cabo uma ação com o objetivo de fiscalizar os utilizadores de trotinetas a motor, bicicletas com e sem motor e veículos equiparados em Lisboa.

De acordo com o comunicado da PSP, o objetivo desta ação é diminuir as infrações e, consequentemente, a redução no número de acidentes rodoviários. Até outubro registaram-se 19 acidentes com trotinetes, o dobro de todo o ano passado.

Fonte: pplware
Imagem
BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
#2
(04-12-2018 às 23:05)marco.clara Escreveu: De acordo com o comunicado da PSP, o objetivo desta ação é diminuir as infrações e, consequentemente, a redução no número de acidentes rodoviários. Até outubro registaram-se 19 acidentes com trotinetes, o dobro de todo o ano passado.

Fonte: pplware
[/quote]

Tendo em conta a escala brutal de acidentes só até outubro, quando em comparação com todo o ano anterior, acho que o melhor é começar a pensar em fazer IPO também a estes veículos. Certamente deixarão de haver acidentes! cool angel
#3
Boas,

estou farto de ver as ruas cheias de trotinetes deitadas nos passeios

mas, alguém me sabe explicar, se as trotinetes podem ser largadas em qualquer lado, acho estranho

parabéns bom tópico thumbsup
  " SÃO HONDA SENHOR; SÃO HONDA "
#4
(05-12-2018 às 11:50)clemente vicente Escreveu: estou farto de ver as ruas cheias de trotinetes deitadas nos passeios

mas, alguém me sabe explicar, se as trotinetes podem ser largadas em qualquer lado, acho estranho

Acho que neste país de passa do 8 ao 80... Do cais total passa-se à tentativa de impor a ordem de um dia para o outro, e de forma coerciva. Antes de imediatamente fiscalizar e punir, há que sensibilizar e educar.

Basta ir a Amesterdão e ver o bom exemplo deles. Vias devidamente sinalizadas, parques, passagens e ciclovias... e acima de tudo, respeito entre as várias classes de veículos (sejam eles motorizados ou não motorizados).

Imagem

Em relação às trotinetes largadas nos passeios, cá assiste-se a uma questão caricata, que abrange praticamente todos os veículos de duas rodas, sejam velocípedes, ciclomotores ou mesmo motociclos. Continuam poucos e limitados os espaços para estacionar outro tipo de veículos que não automóveis (ahhh.... pois, há que rentabilizar ao máximo o espaço para aqueles que na realidade são "pagantes").
Mas de uma forma geral (salvo algumas excepções), os veículos de duas rodas estacionados em cima de passeios (muitas das vezes até por falta de espaço aonde os estacionar, em parques específicos para eles que por norma ou estão lotados, ou estão ocupados ilegalmente com automóveis), sejam eles de que natureza forem, até costumam estar posicionados de modo a não perturbar (coisa que não acontece com os veículos de 4 rodas).

Somos um país que ainda está bastante sonolento quanto ao encarar outros modos de transportes que não o automóvel, como alternativa válida, eficiente e descongestionante, dos grandes centros urbanos.

Que tal primeiro criar as infra-estruturas, em quantidade e qualidade... de seguida mudar mentalidades, pela educação... e só depois da coisa estar "institucionalizada", então sim, reprimir os infractores?

Querem uma verdadeira praga que infelizmente assola as nossas cidades mais turísticas? Os Tuk-Tuk... é um tipo de veículo que nada tem que ver connosco... embora alguns já sejam eléctricos, outros continuam fumarentos e barulhentos, ocupam espaço vital nas vias públicas, são feios... e acima de tudo, dá um ar terceiro-mundista às nossas cidades.
Imagem

#5
Thumbs Up 
(05-12-2018 às 14:46)Ycarlos-kb Escreveu:
(05-12-2018 às 11:50)clemente vicente Escreveu: estou farto de ver as ruas cheias de trotinetes deitadas nos passeios

mas, alguém me sabe explicar, se as trotinetes podem ser largadas em qualquer lado, acho estranho

Acho que neste país de passa do 8 ao 80... Do cais total passa-se à tentativa de impor a ordem de um dia para o outro, e de forma coerciva. Antes de imediatamente fiscalizar e punir, há que sensibilizar e educar.

Basta ir a Amesterdão e ver o bom exemplo deles. Vias devidamente sinalizadas, parques, passagens e ciclovias... e acima de tudo, respeito entre as várias classes de veículos (sejam eles motorizados ou não motorizados).

Imagem

Em relação às trotinetes largadas nos passeios, cá assiste-se a uma questão caricata, que abrange praticamente todos os veículos de duas rodas, sejam velocípedes, ciclomotores ou mesmo motociclos. Continuam poucos e limitados os espaços para estacionar outro tipo de veículos que não automóveis (ahhh.... pois, há que rentabilizar ao máximo o espaço para aqueles que na realidade são "pagantes").
Mas de uma forma geral (salvo algumas excepções), os veículos de duas rodas estacionados em cima de passeios (muitas das vezes até por falta de espaço aonde os estacionar, em parques específicos para eles que por norma ou estão lotados, ou estão ocupados ilegalmente com automóveis), sejam eles de que natureza forem, até costumam estar posicionados de modo a não perturbar (coisa que não acontece com os veículos de 4 rodas).

Somos um país que ainda está bastante sonolento quanto ao encarar outros modos de transportes que não o automóvel, como alternativa válida, eficiente e descongestionante, dos grandes centros urbanos.

Que tal primeiro criar as infra-estruturas, em quantidade e qualidade... de seguida mudar mentalidades, pela educação... e só depois da coisa estar "institucionalizada", então sim, reprimir os infractores?

Querem uma verdadeira praga que infelizmente assola as nossas cidades mais turísticas? Os Tuk-Tuk... é um tipo de veículo que nada tem que ver connosco... embora alguns já sejam eléctricos, outros continuam fumarentos e barulhentos, ocupam espaço vital nas vias públicas, são feios... e acima de tudo, dá um ar terceiro-mundista às nossas cidades.

thumbsup Subscrevo integralmente
#6
Citar:Madrid faz ultimato às trotinetas: Dá 72h à Lime para as retirar da rua

Em causa está o facto de as empresas não especificarem onde é que os clientes podem, de facto, começar ou terminar uma viagem.

Imagem

A autarquia de Madrid negou o pedido a três das 18 empresas que pediram autorização para operarem na cidade e deu 72 horas para que retirassem todos os veículos das ruas, avança o Expansión. As três empresas afetadas são a Lime, a Voi e a Wind.

Na base desta medida, destaca o mesmo jornal, que cita um comunicado dos responsáveis pela mobilidade em Madrid, está o facto de as empresas não especificarem as áreas nas quais os clientes podem iniciar ou terminar a viagem.

Isto porque segundo as regras de mobilidade sustentável da cidade, este tipo de veículos não podem permanecer ou circular em espaços destinados, exclusivamente, ao trânsito de automóveis ou a peões.

Ainda segundo o mesmo jornal, a Lime não prestou informações sobre o número de trotinetas  que tem espalhadas pelas ruas de Madrid, mas diz ter mais de 145 mil utilizadores da 'app' na capital, que realizam cerca de 500 mil viagens.

Fonte: Notícias ao Minuto
Imagem
BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
#7
Citar:Trotinetes à solta em Madrid já provocaram 22 acidentes

Desde junho passado, já se registaram 22 acidentes com trotinetes elétricas na capital espanhola: oito atropelamentos, 16 feridos ligeiros e dois graves, uma criança com menos de 7 anos e um jovem de 18

Imagem

Desde junho passado, já se registaram 22 acidentes com trotinetes na capital espanhola, depois de uma explosão na sua utilização, como se verificou nas últimas semanas em Lisboa. Em Madrid, houve oito atropelamentos, 16 feridos ligeiros e dois graves, um dos quais esta quinta-feira com menos de 7 anos, atingido no parque do Retiro, no centro da cidade.

Na noite de quarta-feira, relata o jornal El Mundo, aconteceu o acidente mais grave, quando um jovem de 18 anos ficou ferido ao colidir com um veículo enquanto conduzia a sua trotinete pela rua, numa zona onde não havia faixas para autocarros ou bicicletas.

Com o crescimento de ocorrências, a Polícia Municipal anunciou que vai passar a especificar se os acidentes envolvem estas trotinetes elétricas, triciclos e segways. As queixas mais frequentes com a chegada das patinetes, como lhes chamam os espanhóis, tem a ver com o estacionamento em qualquer lugar deste tipo de veículos.

Fonte: DN
Imagem
BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
#8
Gostava de saber a opinião do pires sobre este assunto...
cool
Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
#9
(07-12-2018 às 18:57)dfelix Escreveu: Gostava de saber a opinião do pires sobre este assunto...
cool

Eu chamo-o, na boa..!

NOTICIA DE ÚLTIMA HORA: TROTINETES ELECTRICAS VÃO COMEÇAR A PAGAR IUC


  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)