Test Drive CRF1000L Africa Twin
#1
Abril, Primavera, temperaturas amenas, mais horas de sol, picos nevados, agua cristalina e uma CRF1000 para experimentar.
À medida que os traços continuos vão ficando para tras, no horizonte cresce uma enorme montanha cuberta por um manto de neve. O som do paralel twin de pouco menos de 1000cc ajuda a animar a festa e as curvas rapidas são o desafio suficeinte para por à prova a estabilidade da Africa twin.



Prova superada!
A CRF, apesar da sua jante 21", mostra-se equilibrada e estavel a alta velocidade, permitindo traçar trajectorias sem dificuldade, sem reações estranhas ou movimentos que recomendem baixar a velocidade.
Mas o mais divertido seriam as estradas de montanha, estreitas, sinuosas, com asfalto irregular, para perceber se mantinha o mesmo aprumo da sua ciclistica quando as condições não fossem tão favoraveis.
À medida que subia pela estrada de Talamantes, iamos podendo apreciar as famosas Peñas de Herrera, assim como percebia que a Africa Twin é divertida de conduzir, intuitiva e cheia de energia.
Tão facil que me atrevi a subir à muralha medieval de Talamantes com ela.

https://youtu.be/8Oefxo8o6og

A foto era inevitavel!



Quando a estrada nos aproxima do monato branco de Gala que nos mostra com orgulho o Rei Moncayo, a Africa Twin revela-se uma mota tranquila, sem vibrações, rola a velocidades baixas sem exitação, manbra-se facilmente e permite que comecemos a sintir-nos integrados no ambiente.



Infelizmente o restaurante estava fechado, mas aproveitamos o parque de estacionamento do mesmo para fotografar o belissimo exemplar que me foi confiado.



Bem acabada, tudo no seu sitio, esta equipada com um assento que tem altura variavel tem uma pelicula aderente, muito util no todo terreno, mas que limita os movimentos corporais no asfalto.



Era hora de tomar rumo a casa, ou melhor, ao Stand da Honda (Mobicsa), mas não antes sem excitar as bruxas de Trasmoz!



Bem!
Viemos de lá corridos à vassourada e o embalo foi tão grande que a Africa Twin mostrou mais uma vez que não lhe falta folego para grandes tiradas de km.
Quando cheguei à Mobicsa apercebi-me que tinha "abusado" na dose, em parte por culpa do relogio que a Africa Twin tem no seu painel de instrumentos, que ainda vivia na hora de inverno, dando-me inconscientemente a oportunidade de curtir a companhia da CRF por uma hora a mais do acordado.

Mais um animal a juntar à lista de motas que devem ter um lugar na minha garagem se a sorte me bater à porta.
I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#2
e nunca mais foste o mesmo.....

Vais fazer como o TOM VINTOÍN? devil
Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#3
Por acaso a AT é mesmo uma das máquinas que gostava de experimentar... e ainda por cima tenho curiosidade de testar ambas as versões... a de caixa manual... e (pasme-se) a DCT. (porra, não quero morrer mais burro do que o que já sou).

Ainda há bem pouco tempo tive novamente de cú sentado em cima de uma... mas continuo a achar a mota um pouco alta para o meu 1,75m.

Olha lá, ó Lone... sendo tu um pouco mais baixote que eu, não sentiste alguma "limitação" com ela, especialmente quando se anda naquelas zonas mais "labirínticas", que mostras no vídeo? think

Agora com o aparecimento da Adventure Sports, existem várias para TD, em quase todos os concessionários.
[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#4
Sera que e desta que vais buscar uma mota a serio?  devil
Responder
#5
Adoro este modelo
Responder
#6
E os acabamentos e pormenores da montagem desses painéis?
bigsmile


---

Também tenho curiosidade de experimentar uma Africa Twin. Apesar de não ter mais potência que a minha actual, a ciclistica, posição, roda diferente à frente, motor bicilindrico e consequente resposta e caracter, etc.

Tenho de ver se na Motorway têm alguma.
Responder
#7
Na sua essência, sem malas e outros apêndices é uma moto ligeira e divertida.

Esta bem acabada, tem tudo à mão, não é tão alta como parece e para a minha estatura permite pôr um pé no chão. A protecção aerodinâmica é boa inclusive com um capacete de pala.

O motor é delicioso, mas um Paralel Twin, com altas em algum esforço e alguma vibração. Nada de especial.

Teria uma Africans?

Naaaa....
I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#8
(02-05-2018 às 12:00)carlos-kb Escreveu: Ainda há bem pouco tempo tive novamente de cú sentado em cima de uma... mas continuo a achar a mota um pouco alta para o meu 1,75m.

Pois... tem "só"
ALTURA DO ASSENTO 870 / 850 mm e a Adventure tem 920 / 900 mm bigsmile
Live After Death...

Os Ferros...

In life, nothing happens by chance ...
Responder
#9
Nada de especial...
I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)