RSV 1000 R - 2006
#1

Caros,

Estou em vias de trocar a minha GSX 650F por uma RSV 1000R de 2006 igual a esta

[Imagem: Aprilia%20RSV1000R-Factory%2005%20%204.jpg]

Apesar de gostar imenso da mota confesso que conheço muito pouco dela. Já tive uma mota italiana (Gilera) e sei por experiência o que me espera, um misto de amor/ódio.


Gostava se saber opiniões acerca da mota. Indo eu de uma sport-touring o meu maior medo é mesmo a posição de condução.
Apesar de neste momento não fazer grandes distancias com a mota e ser mais para ir beber o café ao Domingo tenho medo de não me adaptar.

Grato pelos contributos.
Responder
#2

Ui, no que te vais meter...

Acho que a 1ª pergunta que se põe é: que uso pretendes dar ao bicho ?

2ª pergunta: os consumos são motivo de preocupação para ti ?

3ª pergunta: quão relevante é para ti a velocidade máxima que a mota atinge ?


Já cá venho mandar mais postas de pescada depois. blink

[Imagem: wsv79s.jpg]vroom !
Responder
#3

Boas Nuno.

Tivémos aqui o Furras, no forúm, que teve uma Falco 1000 (com o mesmo motor dessa RSV), e realmente as queixas maiores que ele tinha eram os consumos exagerados, que o fez ponderar vender a moto, ao final de algum tempo (não sei se entretanto já o fez).

Se a ideia é teres uma moto apenas para diversão e ir à "missa" à Roca, ao domingo, ou fazer meia centena de kms de curvas, pode ser uma boa escolha. Ficas com uma moto diferente, pouco vista, bonita e com um som espectacular.
Se a ideia é fazer dela uma utilitária (para uso diário), ou devorar quilómetros, então talvez por aí a mota não seja a opção mais acertada.

Sempre gostei muito mais destes V-due, que os actuais V4!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#4

Vai em frente é uma mota espectacular.
Os consumos?
Só consome o que metes lá para dentro e um animal desses faz de 8l para cima sem qualquer contemplação.
Depois esta a cena das emoções. ..
Uma Avarilia vai-te dar muitas emoções, isso é garantido.
Uma superbike tem conforto?
Não.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#5

Agradeço imenso o vosso feedback.

Tentando responder ás questões

A mota vai ser para ir á "missa" ao Domingo, nesse cenário os consumos não são para mim importantes.

A mudança de mota prende-se exactamente com a mudança de utilização, a GSXF tinha uma utilização utilitária, para fazer 70Km por dia entre Mafra e Lisboa. Agora como vou de carro, passou a ser mota da "missa", já não lhe devo montar a top-case para ai á 2 meses...

A velocidade máxima para mim só e relevante quando a "minha" velocidade máxima é superior á velocidade máxima da mota... tendo em conta a velocidade máxima desta mota, que penso que ronda os 270km/h, não me parece que a "minha" velocidade máxima vá lá chegar tão cedo, eu ainda ando ali pelos 220km/h...


Por favor, continuem a partilhar as vossas opiniões...
Responder
#6

Ok, continuando então:

Vais passar de uma tetra de média cilindrada para um V-Twin grande. Há diferenças óbvias a nível de comportamento dos motores que requerem habituação.
Na RSV não vais a ter a suavidade que tinhas na GSX;para andares "civilizadamente" o teu punho direito vai ter que habituar-se a dosear o acelerador ao nanómetro  smile  - a italiana é mais bruta na entrega da potência, e a partir das 6~7000 RPM até ao red-line é preciso que te agarres bem se não queres ter surpresas ( pelo menos nos primeiros tempos ).

A nível de ciclística também são motos ( bem ) distintas. Não sei se a versão que vais buscar é a R ou a Factory ? Salvo erro, a R traz suspensão Ohlins à frente e amortecedor Sachs atrás, ao passo que a Factory vem um pouco mais "recheada": Ohlins atrás e à frente, jantes OZ de alumínio forjado ( fazem uma diferença brutal em relação às jantes OEM ), bombas de travão Brembo, peças da carenagem em carbono e mais uns 3 cv's ( consta ).

Falar sobre o conforto é um bocado relativo. Acho o banco da minha Tuono um bocado duro, mas há que ter em conta que a minha posição de condução é mais direita que a da RSV, logo a maior parte do meu peso assenta-me no nalguedo...
As peseiras são algo elevadas, até para mim que tenho perna curta; bom quando estás em "modo de ataque", não tão bom em andamento mais descontraído ou tiradas mais longas.
A proteção aerodinâmica cumpre.
O/A pendura é para esquecer, a não ser que seja uma pessoa com uma boa preparação física. Mas isto é comum a grande parte das R's e não é por isso que se deixa de ver pessoal à pendura nelas, portanto "take it with a pinch of salt"...

Não sei se a que vais buscar tem escapes de origem ( altamente improvável ); se tiver e no futuro quiseres pôr uns aftermarktet, tens que ir a uma oficina Aprilia para te mudarem o mapa de injeção para a variante 2. De origem vem com a variante 1, que é um autêntico pesadelo para andar em baixas...

[Imagem: wsv79s.jpg]vroom !
Responder
#7

Pode ser útil


[Imagem: wsv79s.jpg]vroom !
Responder
#8

Não te esqueças de comprar baton do sieiro, caso avances com essa troca...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#9

(08-01-2016 às 13:49)nelsonajm Escreveu:  Não te esqueças de comprar baton do sieiro, caso avances com essa troca...

..... e de deixar crescer as unhas.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#10

Em relação ao kit de unhas... sem duvida nenhuma.

Não tenho experiência com motas desportivas... vamos ver se não me atiro para fora de pé!
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)