Primeira mota - Harley Street 750
#1

DONO

- Tipo de CARTA DE CONDUÇÃO: A
- Altura: 170
- Peso: 90
- Idade: 35
- Pendura (S/N): NÃO
- Será 1ª moto (S/N): SIM

MOTO

- Estilo preferido: Custom
- Custo (em euro): ~10.000€


PERCURSO

- Regularidade (diario, semanal, mensal): Diario
- Tipo de estrada: Estrada Nacional / Auto-Estrada
- Numero aproximado de KM: 100km Diários 50km + 50km (Lisboa – Arruda dos Vinhos)

RESUMO:

[font]Boas pessoal, visto que estou iniciar em motas, gostaria de vos pedir uma sugestão para uma mota para uso diário trabalho-casa.  Seria demasiado iniciar por uma Harley Street 750, para quem não tem experiência ? Alguma outra sugestão, para autoestrada diário ?

Obrigado a todos pelas orientações
[/font]
Responder
#2

Tenho um amigo que usa uma road king special diariamente para ir trabalhar. Se é essa que gostas, força. Como é Harley tens vários acessórios da marca para aumentar ou diminuir o conforto.
Responder
#3

Cuidado que as Street Rod 750 são Harley "low cost", made in India, e deixam algo (muito) a desejar no que se refere à qualidade geral do produto, e longe daquilo que por norma, vem de Milwaukee. Pensá-las como Harley- Davidson no verdadeiro sentido, pode acabar a dar um amargo de boca.

Aconselho-te a ver alguma ao vivo e a reparares em certos detalhes. Quando começamos a observar com um olhar mais atento, saltam logo à vista pormenores com o cuidado e requinte construtivo de uma... CG125. confused

Há por aí uma crónica de uma Motoshow na FIL, aonde tenho duas ou três chapas bem elucidativas disso.

Aos teus 10 mil euros, se conseguires esticá-los com mais sensivelmente 800 euros (preço base), consegues uma Super Low... e com mais 1000 euros, já dá para uma (bonita) Iron 883, ambas com motor Evolution, e que mo geral já é algo num patamar acima das espartanas Street-Rod.

Em alternativa tens sempre o mercado de usados. Ainda assim, se as Street-Rod forem isso mesmo que queres, força!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#4

a minha opinião vale o que vale, mas desaconselho vivamente a quem, com 0 km de experiência, queira comprar como 1ª moto uma de cilindrada superior a 250cc

já no meu tempo me davam esse bom conselho; o qual eu venho sempre a transmitir para os outros... mas cada um é que sabe de si

quando saímos da escola não vamos logo para Directores nem Chefes... vamos primeiro estagiar e aprender... e uma moto não é um automóvel

boas curvas

BMW R1150 RT 1130cc-95cv + Yamaha FJ 1100 1097cc-125cv
ex-BMW K 100 RT | Yamaha XJ 600 Diversion S | Suzuki GS 500 E | Suzuki GN 125 | Suzuki AYWR 50 Katana
Responder
#5

E as motas de hoje em dia também não são a trampa que eram antigamente. Andam, travam e curvam!
Responder
#6

(08-08-2020 às 22:19)vitorino Escreveu:  a minha opinião vale o que vale, mas desaconselho vivamente a quem, com 0 km de experiência, queira comprar como 1ª moto uma de cilindrada superior a 250cc

já no meu tempo me davam esse bom conselho; o qual eu venho sempre a transmitir para os outros... mas cada um é que sabe de si

quando saímos da escola não vamos logo para Directores nem Chefes... vamos primeiro estagiar e aprender... e uma moto não é um automóvel

boas curvas

Depende de muita coisa. Eu tive como primeira mota uma 600. E isso aconteceu 5 anos depois de ter tirado a carta e depois de 5 anos sem pegar em qualquer mota que fosse!
E até hoje não morri... e nunca fui ao chão com ela. Mas isso também aconteceu depois de tirar a carta aos 27 anos, comprando mota aos 32 anos. Parece-me que com 35 anos já tem idade para ter juízo e saber aquilo em que vai montado e o kit de unhas que tem disponível para não fazer asneiras...
Responder
#7

Espero ñ ter vindo tarde! Eu faço a mesma quantidade de km e se pensares numa mota que bebe menos paga menos selo e tem genica sugiro que testes a Vulcan s! Estou muito contente com a minha!
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)