[Primeira mota] Carta A2, primeira mota
#21

(25-09-2018 às 11:06)pmp Escreveu:  
(25-09-2018 às 10:55)LoneRider Escreveu:  
(25-09-2018 às 10:23)pmp Escreveu:  Ou lubrifica os discos...   evil

Pê pá!
Tem cuidado com o que escreves que ainda nos aparece por aqui algum tenrinho a queixar-se de ter ficado sem travões por lubrificar os discos! lol


Ó pá... Retiro o que disse.
De facto, há gajos para tudo.

Aqui há uns dias, de bicicleta, apanhei um gajo parado numa passagem de nível que me perguntou o que devia fazer para os travões (da bicicleta) deixarem de chiar. Segundo ele, tinha tentado limpar os discos com WD40 e achava que a bicicleta não estava a travar.  [/color][Imagem: 14-censored.png][color=#505962] 

Penssei que era um caso isolado de estupidez, mas nunca se sabe.

Já aconteceu aqui neste forúm.

Um antigo user com o nick de Bad_Attitude, que tinha uma CB500, em vésperas de um passeio daqui do forúm, que para deixar a mota nos trinques, a besuntou precisamente com WD-40 (discos incluídos). E foi dar uma volta... lógica e rapidamente deu conta que a mota travava mal, e em ânsias, lá andou a questionar como resolver a questão. Entre alguma galhofa (natural), lá lhe disseram como poderia (na medida do possível) resolver a questão.

Curiosamente acabou a não aparecer no dia  seguinte, no passeio... e houve quem questionasse se efectivamente não teria acontecido nada ao rapaz?! think

Entretanto também deixou de participar aqui... mas por outras vias (redes socais) está vivo e de boa saúde. bigsmile

Nota: E por coincidência, recebi há pouco a notificação que hoje até é o dia de anos dele

[Imagem: FbhWx7y.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#22

Qual é a vossa opinião sobre a Honda CBF 125?
Responder
#23

(26-09-2018 às 16:27)feedburn Escreveu:  Qual é a vossa opinião sobre a Honda CBF 125?

Não muito favorável... a CBF125 acaba a ser a evolução da CG125, que durante anos foi o que a Honda teve de mais básico e rudimentar, nos motociclos.

É uma "motita" que apenas serve o propósito de ser económica e barata, porque em tudo o resto, é francamente sofrível, seja a nível de motor, como de quadro ou ciclística.

O Rruella ou o Marco.Clara tiveram uma.

Mas para quem vai tirar carta A2, porque continuas a pensar numa 125? Com A2 e 1800 paus, consegues ainda assim algo muito melhor e mais interessante que uma obsoleta CBF125.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#24

(26-09-2018 às 17:15)carlos-kb Escreveu:  
(26-09-2018 às 16:27)feedburn Escreveu:  Qual é a vossa opinião sobre a Honda CBF 125?

Não muito favorável... a CBF125 acaba a ser a evolução da CG125, que durante anos foi o que a Honda teve de mais básico e rudimentar, nos motociclos.

É uma "motita" que apenas serve o propósito de ser económica e barata, porque em tudo o resto, é francamente sofrível, seja a nível de motor, como de quadro ou ciclística.

O Rruella ou o Marco.Clara tiveram uma.

Mas para quem vai tirar carta A2, porque continuas a pensar numa 125? Com A2 e 1800 paus, consegues ainda assim algo muito melhor e mais interessante que uma obsoleta CBF125.

Boas, eu já estou inscrito a tirar a carta e espero daqui a 3 meses no máximo ter a carta. Só estou mesmo a perguntar para ganhar ideias de motas e ir vendo os preços praticados. Pensava que com esse orçamento só conseguia uma 125, consegues dar-me um exemplo de alguma mota que esteja abaixo de 1800€ com mais cc? Sou capaz de esticar até 2000€ mas mais do que isso já não. Só vi motas dos anos 80 com valores mais baixos e mais cc
Responder
#25

Cb500
Sv650 1a geração
Xj600n
Er5n
.
.
.

Velasquez87
Responder
#26

Por 1800€ e offroad tens muitas XT600 (mas cuidado que também ando a procura de uma , vê lá se não me roubas os negócios)
Depois nakeds tens muitas CB500, GS500 e XJ600 à venda.

Enviado do meu SM-G935F através do Tapatalk

V
Responder
#27

Tal como o Carlos referiu, tive uma CBF 125, e apesar de ter servido o seu propósito na altura, foi em parte por causa dela que finalmente decidi tirar a carta de mota. Dois dias depois de o fazer... desfiz-me dela e comprei uma Hornet.

Para quem não quer tirar a carta de mota por algum motivo, é uma boa solução dentro do que existe no mercado das 125. Não dá problemas e é a chamada "máquina de guerra" (confesso que a minha chegou a andar sem óleo... tal era a minha despreocupação com ela). Para quem vai tirar a carta, não me parece a melhor solução.
Responder
#28

Muito obrigado pelas sugestões. Quanto a comprar a mota, acham melhor num stand ou a um particular? No stand há escolhas limitadas e preços mais elevados no geral, mas há sempre garantia. Comprar a particulares para quem não percebe da coisa pode ser um risco não?
Responder
#29

(26-09-2018 às 20:38)feedburn Escreveu:  Muito obrigado pelas sugestões. Quanto a comprar a mota, acham melhor num stand ou a um particular? No stand há escolhas limitadas e preços mais elevados no geral, mas há sempre garantia. Comprar a particulares para quem não percebe da coisa pode ser um risco não?

Não há uma resposta certa para a tua pergunta. Apenas opiniões.

Se comprares a um stand, tendo em vista que te forneçam garantia, vai sair seguramente mais caro do que se comprares a um particular. De notar que garantias de usados por stands são habitualmente uma dor de cabeça...

Se comprares a um particular, não tens o conforto da garantia, mas podes conseguir um melhor negócio de uma mota que pode ou não dar problemas. E se der, pode dar-se o caso de o custo ser inferior ao que pagas a mais para ter uma garantia...

Tendo em consideração a ordem de valores de que estás a falar, na minha opinião borrifava-me na garantia e arriscava a minha sorte com um particular. Podes minimizar o risco levando contigo alguém que perceba da coisa para ver se a mota está em condições, antes de a comprares. Se não conheceres ninguém, provavelmente alguém aqui do fórum se disponibilizará para o fazer a troco de uns canecos, se tanto.

Abraço e boa escolha.
Responder
#30

Obrigado mais uma vez.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)