[Personalidades do Motociclismo] Soichiro Honda
#1

Seja-se um fã inabalável de "asinhas", apenas apreciador de um par de modelos, ou até mesmo um ávido crítico da marca, Soichiro Honda é sem sombra de dúvida e para qualquer pessoa minimamente interessada no mundo do motociclismo, um nome de relevo. Aqui fica por isso a sua breve história, juntamente com algumas fotos interessantes.

Citar:Soichiro Honda (宗一郎 宗一郎 Honda Sōichirō, 17 de novembro de 1906 - 5 de agosto de 1991) foi um engenheiro e industrial japonês. Em 1948, fundou a Honda Motor Co., Ltd. e supervisionou a sua expansão de uma cabana de madeira fabricando motores de bicicletas para um fabricante multinacional de automóveis e motocicletas.

[Imagem: 9baca93b6365512fdea64caf23a81ea76da5b5781437663253.jpg]

Primeiros anos
A Honda nasceu na vila de Kōmyō, distrito de Iwata, Shizuoka, perto de Hamamatsu, em 17 de novembro de 1906. Passou a infância ajudando o seu pai, Gihei, um ferreiro, com o seu negócio de reparação de bicicletas. Na época, sua mãe, Mika, era tecelã. Honda não estava interessado na educação tradicional. Sua escola entregou relatórios de notas, mas exigiu que fossem devolvidas carimbadas com o selo da família, para se certificar de que um dos pais tinha visto. Honda criou um selo para forjar o selo da família a partir de uma cobertura de pedal de bicicleta em borracha usada. A fraude foi logo descoberta quando ele começou a fazer selos forjados para outras crianças. Honda não sabia que o carimbo deveria ter uma imagem espelhada. O nome de sua família é simétrico quando escrito verticalmente, por isso não causou nenhum problema, mas alguns dos nomes de outras crianças não o foram.

[Imagem: Soichiro-Honda.jpg]

Mesmo quando criança, Honda ficara encantado com o primeiro carro que visto na sua aldeia, e costumava dizer mais tarde que nunca poderia esquecer o cheiro de óleo que exalava. Soichiro uma vez levou uma das bicicletas de seu pai para ir ver uma demonstração de um avião feita pelo piloto Art Smith, que cimentou seu amor por máquinas e invenções.

[Imagem: PF_mr_honda.jpg]

Aos 15 anos, sem nenhuma educação formal, Honda saiu de casa e dirigiu-se a Tóquio para procurar trabalho. Obteve aprendizagem numa garagem em 1922, e depois de alguma hesitação sobre seu emprego, ficou por seis anos trabalhando como mecânico de automóveis, antes de voltar para casa para começar seu próprio negócio de reparação automóvel em 1928 com a idade de 22.

Imagem

Honda competiu com um Ford turbinado na "1ª Corrida Automobilística do Japão" no Tamagawa Speedway em 1936. Bateu e feriu gravemente o seu olho esquerdo. Seu irmão também foi ferido. Depois disso, ele parou de correr.

[Imagem: c2.jpg]

Desenvolvimento da Honda Motor Co., Ltd.
Em 1937, Honda fundou a Tōkai Seiki para produzir segmentos para a Toyota. Durante a Segunda Guerra Mundial, um ataque de bombardeiro B-29 dos EUA destruiu as instalações da Yamashita da Tōkai Seiki em 1944 e a fábrica de Iwata entrou em colapso no terremoto de Mikawa em 1945. Após a guerra, Honda vendeu os restos aproveitáveis ​​da empresa para a Toyota por ¥ 450.000 e usou o dinheiro para fundar o Honda Technical Research Institute em outubro de 1946. Em 1948 ele começou a produzir uma motorizada completa, impulsionada pelo primeiro motor produzido em massa projetado pela Honda, e que foi vendido até 1951. Type D em 1949 era uma verdadeira motocicleta com uma estrutura de aço prensado projetada e produzida pela Honda e com um 2 tempos, 98cc (6.0 cu in) de 3cv (2.2 kW), e tornou-se o primeiro modelo da série Dream de motocicletas. A Sociedade de Engenheiros Automotivos do Japão lista os modelos Tipo A e Tipo D como dois de seus 240 Marcos da Tecnologia Automotiva Japonesa.

[Imagem: japanese-industrialist-and-founder-of-ho...?s=612x612]

Depois da guerra, Honda familiarizou-se com Takeo Fujisawa, que conhecera durante seus dias como fornecedor de segmentos para a Nakajima Aircraft Company. Em 1949, Honda contratou Fujisawa, que supervisionou o lado financeiro da empresa e ajudou a empresa a se expandir. Em 1959, a Honda Motorcycles abriu sua primeira concessionária nos Estados Unidos. Como presidente da Honda Motor Company, Soichiro Honda transformou a empresa numa multinacional de biliões de dólares que produziu as motas mais vendidas do mundo. As habilidades de engenharia e marketing da Honda resultaram em motas Honda vendendo mais que a Triumph e a Harley-Davidson em seus respectivos mercados domésticos.

[Imagem: Soichiro%20Honda.jpg]

Honda permaneceu presidente até sua reforma em 1973, onde permaneceu como diretor e foi nomeado "conselheiro supremo" em 1983. Seu status era tal que a revista People o colocou em sua lista de "25 pessoas mais intrigantes do ano" para 1980, apelidando-o de "o Henry Ford japonês". Na reforma, Honda ocupou-se com o trabalho relacionado com a Fundação Honda.

[Imagem: soichiro-honda-quotes-be-afraid-doing-nothing.jpg]

Últimos anos
Mesmo em sua idade avançada, Soichiro e sua esposa Sachi tinham licenças de piloto particular. Ele também gostava de esqui, golfe, carros de corrida, asa-delta e balonismo aos 77 anos, e era um artista altamente talentoso. Ele e Takeo Fujisawa fizeram um pacto de nunca forçar seus próprios filhos a juntarem-se à empresa. Seu filho, Hirotoshi Honda, foi o fundador e ex-CEO da Mugen Motorsports, um afinador de veículos Honda que também criou veículos de corrida originais.

[Imagem: Soichiro-Honda.jpg]

A ASME estabeleceu a Medalha Soichiro Honda em reconhecimento às conquistas do Sr. Honda em 1982; essa medalha reconhece realizações notáveis ​​ou contribuições significativas de engenharia no campo do transporte pessoal. Em 1989, ele foi introduzido no Automotive Hall of Fame, perto de Detroit.

[Imagem: soichiro-honda2.jpg]

Soichiro Honda morreu em 5 de agosto de 1991, dias antes do Grande Prémio da Hungria, devido a insuficiência hepática. Ayrton Senna, vencedor do Grande Prémio, dedicou a vitória ao falecido Soichiro Honda. Foi postumamente nomeado para o terceiro escalão superior na ordem de precedência e nomeou um Grande Cordão da Ordem do Sol Nascente.

[Imagem: %2524T2eC16h%252C%2521%25298E9s4l90J7BRm...E60_57.JPG]

Fonte: Wikipedia



E agora um filme um bocadinho "diferente"...


[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#2

Obrigado pela partilha Marco!

Velasquez87
Responder
#3

Excelente marco. Mais uma bela partilha! thumbsup

O interessante é que Soichiro só conseguiu fazer da Honda aquilo que é, com o apoio de Fujisawa, pois o primeiro era completamente desligado da vertente matemática e financeira da coisa.


Aproveito para fazer a ponte com este tópico, que de forma engraçada, resumida e "animada", conta a história de Soichiro Honda.

https://motonliners.pt/topico-soichiro-h...ia-animada

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#4

Mais um vídeo interessante:


[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#5

Gosto muito de perseguir os meus sonhos e estes teem a mania de se meter por estradas cheias de curvas...

Honda foi sempre uma marca presente na garagem la de casa.
A minha mãe teve uma Scoopy 50cc durante bastante tempo e isso significa inúmeros momentos de diversão naquilo que era o mais parecido a SuperCup existente em Portugal.
Actualmente na minha garagem só existe Honda, o que pode significar muita coisa mas é apenas coincidência.
No entanto posso dizer que não tenho queixa de problemas com a fiabilidade das minhas motas, não tive nunca que mudar componentes para as melhorar ou mitigar possíveis problemas de desenvolvimento ou produção.
Assim que, em equipa que vence...

Com isto posso dizer que sou daqueles clientes que Soishiro mais gostava de satisfazer. Honda foi o espelho criativo do seu mentor, criou produtos que serviam a todos, eram fiáveis e funcionais, desbravando um caminho próprio, sem imitações ou copiansos.

É bom que, de quando em quando, apareçam pessoas assim...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#6

(20-03-2019 às 08:02)LoneRider Escreveu:  ...
Com isto posso dizer que sou daqueles clientes que Soishiro mais gostava de satisfazer. Honda foi o espelho criativo do seu mentor, criou produtos que serviam a todos, eram fiáveis e funcionais, desbravando um caminho próprio, sem imitações ou copiansos.

É bom que, de quando em quando, apareçam pessoas assim...

Boas;
Cuidado com o que se escreve...
Mas não deixa de ser, sem qualquer sombra de dúvida, uma personagem admirável.
Responder
#7

Bem metida Jonhy, cuida com o que se escreve mesmo...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#8

Bom texto, muito interessante!

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)