Material homologado, onde comprar?
#21
A caminho da roca é recorrente a procura por estes elementos:

Filtros de ar expostos (se forem conicos até  se lambem)
Rectangulo reflector traseiro, ausencia ou cortado=coima
Matricula, estado, posição  e dimensões. 
Pneumáticos 
Espelhos não  OEM
Escapes, sistemas completos, colectores e ponteiras.
Forquilhas de suspensao (sim procuram isto nas lc e companhia)
Manetes de travão (sim ja chegamos a este ponto)
Remoção  dos pisas traseiros
Remoção  do suporte de matricula oem ( se nao for de origem tem de respeitar  o posicionamento legal, quase nenhum aftermarket o faz)
E talvez mais algumas coisas que eu desconheça ou me tenha esquecido.

E isto nao acontece apenas a caminho da roca, nesse trajecto é comum porque obviamente sabem que vai haver sempre uma ou outra presa fácil, mas este tipo de fiscalização ja ocorreu mais que uma vez na avenida em frente ao colombo a descer, na avenida de berna, no ic16 em sextas ou sabados de noite que fecharam as 4 faixas de rodagem, na recta de chelas, e tenho a certeza que mais alguns citios que eu nao tenho conhecimento.

Nao se iludam, existem ordens superiores para faturar, o segmento das motas é famoso pelas modificações que a malta gosta de fazer, e quando se notou em altas instâncias  que havia receita a colectar rapidamente os meios no terreno tiveram ordens para executar.

Só  acredita quem quer, da minha parte ta tudo dito.
#22
Boas;
Todos nós sabemos que para se circular com certas coisas tem que se contar com a boa disposição das forças da autoridade, ou pelo menos estar consciente dos riscos que se correm.
Eu próprio admito que as minhas motos têm alguns pormenores de legalidade questionável ou pelo menos "massajada". Sei à partida com o que conto se for mandado parar, mas admito que no geral não tenho problemas quando me mandam parar.
Não me considero um gajo sortudo, apenas com gajo com algumas centenas de milhares de km's em duas rodas... disapointed
#23
(09-11-2018 às 20:55)Johnny_1056 Escreveu: Boas;
Todos nós sabemos que para se circular com certas coisas tem que se contar com a boa disposição das forças da autoridade, ou pelo menos estar consciente dos riscos que se correm.
Eu próprio admito que as minhas motos têm alguns pormenores de legalidade questionável ou pelo menos "massajada". Sei à partida com o que conto se for mandado parar, mas admito que no geral não tenho problemas quando me mandam parar.
Não me considero um gajo sortudo, apenas com gajo com algumas centenas de milhares de km's em duas rodas... disapointed

Johnny eu na minha mota que é 99% oem a unica coisa que alterei foi tirar a porra do reflector traseiro, porque a peça onde estava colocado era super inestética, e eu cortei essa parte do plástico na altura desconhecendo que era obrigatorio o reflector, já apanhei várias OS onde viram documentação e mandaram seguir, mas já tive numa onde levei o aviso "falta-lhe o reflector, não pode" fiz-me de parvo e escapei, a minha opinião é que em OS regulares se o agente não for marreta muita coisa passa sem stress se seguro e IUC estiverem em dia, no entanto já soube de situações como indiquei em cima de operações especificas de caça às motas, com a intuição de fazer valer o CE em todos os pormenores, vou sendo avisado por amigos daqueles que não considero pessoas que usem mentiras como meio de conversa.
 Este tipo de operações está a acontecer regularmente nos últimos tempos em Lisboa, não é um ou dois relatos isolados, é quase todas as sextas sabados e domingos que recebo uma chamada ou sms a dizer "hoje cuidado com o sitio X, eles tão lá a parar 2 rodas", à dois meses atrás cortaram o transito mesmo na roca e não deixaram sair 2 rodas até as 13h enquanto não passaram tudo a fino, não foi prevenção, foi faturação, são coisas bem distintas.

Portanto reafirmo, muito cuidado com material não OEM mesmo que seja marcado com homologação europeia, porque se calham a apanhar uma destas OS que estão montadas para 2 rodas certamente vêm para casa com pelo menos €250 a menos no banco.
#24
Eu acho que a nossa postura com os agentes da autoridade vale 90%... Depois temos 5% relativamente às modificações normais... E depois há aquelas gritantes... Que raramente escapam... Tipo selo, seguro...

Eu não tenho razões de queixa... Mas tb não prevarico... Muito...
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)