Hoje vi esta moto! (Os nossos avistamentos)

Mas alguém me pode dar umas luzes, no porque desta moto ser tão cara? Neste momento só consigo chegar à conclusão de que a Honda não quer vender.

As outras do género (kawazaki, yamaha) são bastante mais baratas e com binários e CV mais aliciantes.
Responder

(29-06-2016 às 11:07)Cloud Escreveu:  Eu 'li' uma crónica da EICMA.. Mas tinha muito pouco texto..

Pois!!!! Andas a le... erhhh, a ver a outra crónica do "outro lado da feira".... depois desconheces o que é uma RC213V, a qual até tem um tópico dedicado a ela.

http://motonliners.pt/topico-honda-rc213...para-junho

(29-06-2016 às 11:07)Cloud Escreveu:  Ah okay, é a versão desenvolvida para o motogp, assim faz mais sentido, apesar de ainda ser uma batelada de euros.

Mais especificamente, é poder ter uma versão "civil" e homologada para circular em estrada, da RC213V usada pelo Marquês / Pedroto, no mundial de MotoGP. Nada que outros já não tenham feito, como o caso da Desmocedici que falei acima (e que vi a circular), que é basicamente o mesmo conceito... e que não anda por valores muito diferentes.
De qualquer modo, já se começam a ver com relativa facilidade, motos replica em versão de estrada, ou ainda topos de gama, de preços proibitivos.
Se fores num domingo à Roca, pode ser que tenhas a sorte de vislumbrar por lá, uma Superleggera, uma F3 Ago ou mesmo uma F4CC, por exemplo.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Epá eu vi umas máquinas tão porreiras nessa crónica que achei que não havia muito mais para ver q:

Quanto ao preço eu entendo, está-se a pagar pela exclusividade e pelo desenvolvimento.
Responder

(29-06-2016 às 11:41)ClaXav Escreveu:  Mas alguém me pode dar umas luzes, no porque desta moto ser tão cara? Neste momento só consigo chegar à conclusão de que a Honda não quer vender.

As outras do género (kawazaki, yamaha) são bastante mais baratas e com binários e CV mais aliciantes.

Numa moto em que a produção é limitada e só por encomenda, o objectivo não é vender como se fossem "pãezinhos quentes", mas oferecer um produto "ultra premium" a quem tenha carteiras mais recheadas!

Já não falando da "especificidade" dos materiais e tecnologias empregues, estás a pagar uma exclusividade de um produto réplica, pensado com um determinado fim. Coisa que num Kawa ou Yama , não acontece (presumindo que estejas a pensar na H2R ou na R1M).
Olha o exemplo da NR (que apesar de não ser uma replica de coisa nenhuma).... nunca deslumbrou pelas prestações e ficha técnica, mas pela sua concepção tecnológica. Em 1993, ter uma moto a custar 50 mil euros, era algo surreal... mas tinhas uma moto de pistões ovais, 32 válvulas em titâneo, distribuição em kevlar, etc.

De qualquer modo, estes valores já de si mórbidos, podem ser alteráveis, por mais umas cifras (€€€).... adoptando o pack de moto GP, que te permitirá dotar a tua RC213V com os  números mais expressivos que as motos de pista da HRC, apresentam.

Ainda que na generalidade, estas motos não sejam compradas pelos números que possam expressar nas suas specs... porque na realidade muitas delas não serão usadas para o fim específico que foram concebidas, que é andarem... mas sim acabam por ser compradas por coleccionadores abonados, que vêem nelas um bem exclusivo ou restrito para juntar ao seu espólio.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

O que eu queria era uma R7 blink
Responder

E eu, um R8
Responder

Tenho uma dúvida.
Se comprar essa mota devo fazer um seguro automóvel ou um seguro habitação...?
Responder

(29-06-2016 às 15:51)ClaXav Escreveu:  E eu, um R8

Eu tenho um cool devil

[Imagem: EPKIJDK.jpg]
Responder

Vê se mudas esses pneus! Têm demasiado plástico para andar em chuva!
Responder

(29-06-2016 às 18:26)Cloud Escreveu:  Vê se mudas esses pneus! Têm demasiado plástico para andar em chuva!

Por acaso até não, têm muita borracha blink
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)