Gold Wing
#31

Mas realmente quem dá 25 na compra da mota tb dá 30 (digo eu, com os nervos).
Responder
#32

Sim, mas como a RT é mais irmã da Pan European apenas quis esclarecer essa diferença de valores.
Responder
#33

Tens razão, eu exagerei.



Mas que é cara como car...... É.
Responder
#34

Apesar de um mecánica e argumentos muito mais recentes, sou dos que pensa que a ventoinha não quis chegar ao patamar da galinha dos ovos de ouro.

Toda o pessoal que as comparou chegou, mais ou menos, à mesma conclusão.

Ambas são motos de muito luxo, boas estadistas, mas a Galinha está sempre um bocadinho por cima no que se refere a conforto (principalmente do pendura).

Mas....

A mim o que me importa nesta renovação é que, este modelo, embora muito específico, sempre foi a ponta de lança de inovações em matéria de turismo e como a Pan já foi com os anjinhos, faz pensar que pode vir aí alguma coisa (com menos remos, entenda-se) e que tenha como base parte parte das soluções que este modelo pode apresentar em Novembro deste ano.
Todos sabemos que o mercado tem ciclos de preferências e às vezes um produto por si só faz despertar ou orientar o mercado para novo nicho ou para algo que estava latente.

Esta a minha forma retorcida de reclamar sangue fresco num sector que se encontra latente à vários anos (para não falar de décadas) cuja última lufada de ar fresco (em termos de inovação e novas tecnologias) surgiu em 2010 com uma Asinha de Franga que marcou tendência, tanto estética como mecánica, em toda a gama do galinheiro.....

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#35

(26-09-2017 às 19:10)mr_trecolareco Escreveu:  É mais equiparavel à K1600 GT certo?

Mais à GTL do que à GT.

A K16GTL é a versão de "Luxo" da GT, mais maricas, confortável e carregada de gadgets. A GT é menos pretensiosa, sendo quase no fundo uma RT com 6 cilindros.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#36

(26-09-2017 às 21:26)LoneRider Escreveu:  Apesar de um mecánica e argumentos muito mais recentes, sou dos que pensa que a ventoinha não quis chegar ao patamar da galinha dos ovos de ouro.

Toda o pessoal que as comparou chegou, mais ou menos, à mesma conclusão.

Ambas são motos de muito luxo, boas estadistas, mas a Galinha está sempre um bocadinho por cima no que se refere a conforto (principalmente do pendura).

Mas....

A mim o que me importa nesta renovação é que, este modelo, embora muito específico, sempre foi a ponta de lança de inovações em matéria de turismo e como a Pan já foi com os anjinhos, faz pensar que pode vir aí alguma coisa (com menos remos, entenda-se) e que tenha como base parte parte das soluções que este modelo pode apresentar em Novembro deste ano.
Todos sabemos que o mercado tem ciclos de preferências e às vezes um produto por si só faz despertar ou orientar o mercado para  novo nicho ou para algo que estava latente.

Esta a minha forma retorcida de reclamar sangue fresco num sector que se encontra latente à vários anos (para não falar de décadas) cuja última lufada de ar fresco (em termos de inovação e novas tecnologias) surgiu em 2010 com uma Asinha de Franga que marcou  tendência, tanto estética como mecánica, em toda a gama do galinheiro.....

Ao ler-te...fiquei nostálgico! Que saudades da minha Deauville!!!
A ver vamos...que seja sinal do galinheiro voltar a investir num segmento que estupidamente deixou de ter
Responder
#37

Mais uma acha para a fogueira...

https://motorlands.eu/honda-gold-wing-2018/
Responder
#38

Boas;
Aqui está uma moto que não me suscita o mínimo interesse...
Mais depressa me imagino com uma "arrelia da vida".
Responder
#39


[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#40

Apesar de entender a existência destas motas, até porque se elas existem é porque há mercado para elas. Está mota em especifico nao entra no meu "conceito" de mota por ser demasiado grande e demasiado pesada. 

Para mim andar de mota é essencialmente lazer mas gosto de motas com pesos e medidas dentro do normal, motas maneaveis. Se eu já acho motas como a bmw gs 1200 por exemplo uma mota já consideravelmente grande, está goldwing é para mim é o boeing 747 das motas!  lol Apesar de ser um veiculo de 2 rodas e reter aquela sensação que se gosta que é andar sem estar fechado dentro de um compartimento como os enlatados, ou seja levar com o vento nas trombas mas ainda assim devido as dimensões e peso, existem limitações quase como fosse um carro. Ultrapassar com esta mota de certo que nao é o mesmo que qualquer uma de dimensões e pesos dentro do considerado normal, curvar de certo que também nao será o mesmo. Preciso experiência e cuidados redobrados nesta para uma dita mota "normal". 

Acho que nem faz sentido comprar um tanque deste por exemplo para apenas passear dentro do pais, neste caso, Portugal mesmo, por ser uma pais até relativamente pequeno. Está mota a meu ver só faz realmente sentido para viagens dentro da Europa ou mesmo intercontinentais. 

A minha experiência ainda nao é muita e talvez depois de uma década a andar de mota ou depois de meter o cú um dia nesses sofás vips de 2 rodas talvez mude de opinião!  lol
Ainda assim o que gosto mesmo nas motas, é a sua reduzida dimensão e peso em comparação com os enlatados, a facilidade de ultrapassar, o praticabilidade e rapidez dentro das cidades, a emoção nas curvas. Na goldwing apenas a vantagem aparente que me vem a cabeça é mesmo viajar com um conforto inigualável em 2 rodas like a boss.   
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)