CRF1000L SC PROJECT VS TERMIGNONI
#41

(21-03-2019 às 16:58)dfelix Escreveu:  Esse AR tem uma característica que por mim ficaria logo riscado... que é ser 2-1-2.
OK.. fica bonitinho ter duas ponteiras no local errado.

A minha Speed era 3-1-2 também com ponteiras elevadas.
E só nunca matei o sistema porque as peseiras do passageiro ficavam a boiar.
Tive muitas vezes a tentação de as eliminar. Mas dava-me jeito manter aquele vestigial espaço para passageiro.
De outra forma teriam logo saltado fora e passava a ser 3-1 com a ponteira no sítio certo.

Se tivesse uma SDR o único austin racing que meteria seria este duplo, porque acho a outra versão deles absurda. Aquilo é uma lata de coca-cola metida no colector.
A speed gosto bastante do escape com dupla ponteira na traseira, pelo estilo e pelo som. Nunca gostei muito do aspecto com o escape "de lado" ou por baixo, só gostava mais ou menos do Zard, mas mesmo assim prefiro sempre as duas ponteiras. Apesar se não me falha a memóaria o escape que rendia mais era esse 3-1.
Responder
#42

(21-03-2019 às 17:02)dmanteigas Escreveu:  Agora fazer uma viagem grande e estar o dia inteiro a mamar com aquele barulhinho... já não dá.

Lá está... confesso que invejo os vossos capacetes!
Pois sejam distâncias curtas ou longas o que mais ouço é o barulho do vento no capacete.

(21-03-2019 às 17:08)pedromt07 Escreveu:  Aquilo é uma lata de coca-cola metida no colector.

Essa descrição adequa-se perfeitamente aos CRT da SC Project...

(21-03-2019 às 17:08)pedromt07 Escreveu:  Apesar se não me falha a memóaria o escape que rendia mais era esse 3-1.

A partir do momento em que vários colectores convergem num só a única razão para voltar divergir será meramente cosmética.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#43

(21-03-2019 às 17:36)dfelix Escreveu:  
(21-03-2019 às 17:02)dmanteigas Escreveu:  Agora fazer uma viagem grande e estar o dia inteiro a mamar com aquele barulhinho... já não dá.

Lá está... confesso que invejo os vossos capacetes!
Pois sejam distâncias curtas ou longas o que mais ouço é o barulho do vento no capacete.

Com o RPHA11 só ouço o vento a velocidade cruzeiro, foi a diferença que notei ao comprar o capacete.
Responder
#44

(21-03-2019 às 17:36)dfelix Escreveu:  
(21-03-2019 às 17:02)dmanteigas Escreveu:  Agora fazer uma viagem grande e estar o dia inteiro a mamar com aquele barulhinho... já não dá.

Lá está... confesso que invejo os vossos capacetes!
Pois sejam distâncias curtas ou longas o que mais ouço é o barulho do vento no capacete.

Não tenhas! A insonorização não é nada de especial. Sim, a partir de uma certa velocidade só ouves a turbulência do vento, mas não te esqueças que na minha mota para ouvir essa turbulência do vento tenho que ir a velocidades já em infração grave do codigo da estrada... porque até aos 150kmh não sinto praticamente nada para alem de algum vento a defletir na parte de cima do capacete que não é suficiente para abafar sequer o (pouco) barulho do escape de origem! Daí que me torne especialmente sensível a barulhos fortes de escape, ao ponto de que se o JPedrosa for sem dbkiller e estiver próximo a mim numa AE a 140-150kmh, praticamente só oiço o escape dele... E nesse sentido, passar 1h sempre com aquele zumbido, por exemplo, torna-se incomodativo para o ouvido (até porque eu não meto tampões em nenhum dos orificios corporais cool )

e nem vou falar do Akrapovic do PedroMT07 que sem dbkiller é uma autêntica poluição sonora destruidora de ouvidos sensiveis cool

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#45

(21-03-2019 às 17:36)dfelix Escreveu:  
(21-03-2019 às 17:02)dmanteigas Escreveu:  Agora fazer uma viagem grande e estar o dia inteiro a mamar com aquele barulhinho... já não dá.

Lá está... confesso que invejo os vossos capacetes!
Pois sejam distâncias curtas ou longas o que mais ouço é o barulho do vento no capacete.

Pois. Quem nunca teve um escape aftermarket pensa que a 200 só se ouve escape... lol lol lol

Velasquez87
Responder
#46

Boas;
Sempre gostei de escapes abertos, mas dar uma pipa de massa por um tubo com formato de lata de refrigerante já está a roçar o limiar da loucura. Compreendo porque determinados escapes custam uma pipa de massa, são o resultado de muitos recursos, mas neste caso são apenas tubos mais abertos que os sistemas originais abafadíssimos.
Há uns anos, num artigo duma revista conceituada, a ponteira que mais rendimento deu foi uma Danmoto...
Responder
#47

(21-03-2019 às 18:27)Velasquez87 Escreveu:  
(21-03-2019 às 17:36)dfelix Escreveu:  
(21-03-2019 às 17:02)dmanteigas Escreveu:  Agora fazer uma viagem grande e estar o dia inteiro a mamar com aquele barulhinho... já não dá.

Lá está... confesso que invejo os vossos capacetes!
Pois sejam distâncias curtas ou longas o que mais ouço é o barulho do vento no capacete.

Pois. Quem nunca teve um escape aftermarket pensa que a 200 só se ouve escape... lol lol lol

Claro, eu nunca conduzi motas com escape aftermarket e estou só a chutar para o ar porque sim smile

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#48

Também não aprecio AR, parece uma lata de coca cola aberta, e o som é parecido com "white noise" em todas as motas.

Há que fazer barulho, mas que seja algo decente, não é fazer por fazer, para isso tira-se tudo e deixa-se o colector só.

Nas minhas sinceramente a opção ganhadora tem sido sempre Akrapovic, abriria excepção se fosse uma Ducati ( e mesmo assim depende do modelo ).
Responder
#49

Eu adoro o AR, mas apenas em certos motores.(O mesmo para o CRT)
Por exemplo o CRT numa MT07 é demasiado, um som feio até. Noutros motores, tipo 4cil, até curto mas não andaria diariamente com uma mota e este tipo de escape.
Uma marca que até compreendo os preços pedidos é a akrapovic. O desenvolvimento dedicado aos escapes é muito elevado/bom. Julgo que a Arrow, termi, leo vince também estejam num patamar alto, pelo menos tive essa impressão pelos escapes que tive deles. Apesar de já ter visto termi de carbono rebentados nas 07's.
FZ toma. troll
Responder
#50

Dat crossplane  baba
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)