Aprilia Shiver 900
#11

Ah ... mas o binário?

Temos também há decada e meia a: Hornet 900!!

Com 109 CV e às 6500rpm faz 92N.m

Vamos continuar sem ser critícos das merdas e bater palmas a uma mota em que andam preocupados em tirar 500 gramas da centralina como se fosse a ultima coca cola do deserto de perfomance, quando na verdade vem atrás daquilo que já os outros mastigaram há bué de tempo!


Responder
#12

(27-02-2018 às 14:30)Furras Escreveu:  Qual é o problema da "centralina Marelli"?

Os componentes electrónicos Magneti Marelli foram tão simplesmente e até um passado recente, um dos co-responsáveis por muita da má fama que as italianas granjearam em termos de fiabilidade (ou falta dela).

As coisas melhoraram neste capítulo, é um facto... mas essa imagem negativa ficou.
Na actualidade, a Marelli até é fornecedor exclusivo das ECU e software para MotoGP.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#13

(27-02-2018 às 15:39)vindaloo Escreveu:  Temos também há decada e meia a: Hornet 900!!

Com 109 CV e às 6500rpm faz 92N.m

Infelizmente já nada disso se fabrica, e quando pensas que hoje em dia - para quem compra novo - o mais próximo disso na gama Honda seria a CB650F (A CB1000R não conta para este campeonato), a "avarilia" começa a parecer um pouco mais interessante. Senão, vejamos as caraterísticas da CB650F: 91cv e 64Nm as 8000 rpm...

Meditemos.

PS: quanto à contabilização de gramas poupadas na concepção da burra, apenas uma palavra: ridículo.

[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#14

(27-02-2018 às 16:03)marco.clara Escreveu:  Senão, vejamos as caraterísticas da CB650F: 91cv e 64Nm as 8000 rpm...

Tenho ideia que as CB650F/CBR650F têm essa potência de origem, para possibilitar homologar versões limitadas a 48cv (35kw), dentro daquela regra que o modelo limitado não pode derivar de um modelo com mais do dobro da potência, em versão full-power.

Curiosamente, penso que em Portugal não existe versão limitada da CB650F/CBR650F (para isso já têm as CB500F bigsmile ).

Mas de qualquer maneira, este motor das CB650F/CBR650F tem por base o bloco da última geração das Hornet 600 (com 105cv) e das CBR600RR (120cv), com o curso aumentado... e nestas já mostrou bem o que consegue, quando "trabalhado" de outra forma. blink

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#15

(27-02-2018 às 16:19)carlos-kb Escreveu:  ... e nestas já mostrou bem o que consegue, quando "trabalhado" de outra forma.  blink
[Imagem: KIM1iLv.jpg]

thumbsup


Responder
#16

(27-02-2018 às 16:19)carlos-kb Escreveu:  
(27-02-2018 às 16:03)marco.clara Escreveu:  Senão, vejamos as caraterísticas da CB650F: 91cv e 64Nm as 8000 rpm...

Tenho ideia que as CB650F/CBR650F têm essa potência de origem, para possibilitar homologar versões limitadas a 48cv (35kw), dentro daquela regra que o modelo limitado não pode derivar de um modelo com mais do dobro da potência, em versão full-power.

Curiosamente, penso que em Portugal não existe versão limitada da CB650F/CBR650F (para isso já têm as CB500F  bigsmile ).

Mas de qualquer maneira, este motor das CB650F/CBR650F tem por base o bloco da última geração das Hornet 600  (com 105cv) e das CBR600RR (120cv), com o curso aumentado... e nestas já mostrou bem o que consegue, quando "trabalhado" de outra forma.  blink
E da CBF600 a partir de finais de 2008 ou inícios de 2009.

Em caso de dúvida, acelere...
Responder
#17

(27-02-2018 às 15:50)carlos-kb Escreveu:  
(27-02-2018 às 14:30)Furras Escreveu:  Qual é o problema da "centralina Marelli"?

Os componentes electrónicos Magneti Marelli foram tão simplesmente e até um passado recente, um dos co-responsáveis por muita da má fama que as italianas granjearam em termos de fiabilidade (ou falta dela).

As coisas melhoraram neste capítulo, é um facto... mas essa imagem negativa ficou.
Na actualidade, a Marelli até é fornecedor exclusivo das ECU e software para MotoGP.

Por acaso, a bateria que meti na minha é Magnetti Marelli. Ainda perguntei, antes de a comprar, se alguem daqui conhecia, mas ninguem soube esclarecer.

Trabalhei uns anos ligado ao ramo automovel ( peças ) e vendi muito material dessa marca, sem ter problemas. Não fazia ideia que tinham essa reputação no campo dos motociclos.

Antes que alguém diga algo, deixo já expressa a minha opinião aos recém-chegados:
[Imagem: XFq18Qb.jpg]
Responder
#18

Tudo bem que na actualidade 100cv é pouco mas será assim tao mau? De maneira a excluir a mota no momento da compra? 100cv ainda é muita fruta e é preciso ter em conta que é uma naked nao uma mota de pista.
Responder
#19

(01-03-2018 às 14:25)Nfilipe Escreveu:  Tudo bem que na actualidade 100cv é pouco mas será assim tao mau? De maneira a excluir a mota no momento da compra? 100cv ainda é muita fruta e é preciso ter em conta que é uma naked nao uma mota de pista.

Exacto, e associado a um v2 com a entrega de potencia cedo e grande binário.

A Falco "só" tinha mais 100cc e 15cv...

Em caso de dúvida, acelere...
Responder
#20

(01-03-2018 às 14:25)Nfilipe Escreveu:  Tudo bem que na actualidade 100cv é pouco mas será assim tao mau? De maneira a excluir a mota no momento da compra? 100cv ainda é muita fruta e é preciso ter em conta que é uma naked nao uma mota de pista.

Quando a maioria ou toda a concorrência tem mais sim! blink

A mota até falam que tem um motor interessante, mas comparada por ex com uma Street triple ou MT-09 já não será assim tão espectacular...

São gostos, podes gostar mais de um ou de outro, mas quer se queira quer não os números são alvo de comparação em carros, motas, tlms, portáteis, tablets, etc etc Não é tudo mas tem peso...

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)