Motonliners

Versão completa: Ducati Multistrada V4
Está de momento a ver uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5
É a coisa mais natural. Sai extremamente caro a um construtor manter o fabrico de um motor destinado apenas a um modelo da gama. Ora, depois da Panigale e da (recém desvendada) Streetfighter, a Multistrada era o modelo seguinte mais provável a receber a motorização V4.
Na BMW, já há muito que a sua SBK (RR), a sua muscle-naked ® e a sua calça-arregaçad (XR), todas compartilham a mesma unidade motriz. E sendo até a XR a rival mais directa da MTS, tinha todo o sentido.
Boas;
Não acredito que a Ducati deixe cair o V2 na Multistrada... Se o fizer, o motor que fica em risco de desaparecer é mesmo o V2, o verdadeiro ícone da marca.
Os V4 são motores amorfos...
(09-07-2019 às 11:56)carlos-kb Escreveu: [ -> ]É a coisa mais natural. Sai extremamente caro a um construtor manter o fabrico de um motor destinado apenas a um modelo da gama. Ora, depois da Panigale e da (recém desvendada) Streetfighter, a Multistrada era o modelo seguinte mais provável a receber a motorização V4.
Na BMW, já há muito que a sua SBK (RR), a sua muscle-naked ® e a sua calça-arregaçad (XR), todas compartilham a mesma unidade motriz. E sendo até a XR a rival mais directa da MTS, tinha todo o sentido.

Por outro lado, estamos a falar de um motor que foi atualizado recentemente, pelo que era uma aposta algo surpreendente. Até porque colocar este motor na Multistrada certamente vai obrigar a alterações mais profundas que apenas tirar um motor e meter outro. Pode ser fake news, pode ser realidade... para mim um bicharoco destes com um V4 de 190 cv... hearth deve ser um sonho de conduzir.
E de acordo com o Andardemoto (vale o que vale) na realidade esta MS não virá substituir a atual mas sim oferecer uma opção mais pr€mium.. o que é um bocado estranho pois parece-me a Ducati a concorrer contra ela própria.

https://www.andardemoto.pt/moto-news/441...para-2020/
Jasus... baba
(09-07-2019 às 12:40)Johnny_1056 Escreveu: [ -> ]Não acredito que a Ducati deixe cair o V2 na Multistrada... Se o fizer, o motor que fica em risco de desaparecer é mesmo o V2, o verdadeiro ícone da marca.

Deixar cair... não acredito. Até porque o V2 a 90º (nas suas diferentes variantes), para além de (como dizes) ser ícone da marca, continua totalmente apto e reconhecedor da restante gama (Monster / Diavel / X-Diavel / SuperSport / etc.)... tal como nas Scrambler. São mais os modelos a recorrer a ele do que ao V4. Para não falar que a par da Panigale V4, ainda se mantêm em catálogo as Panigale 959 e 1299, bicilíndricas.

Vejo o L2 na Ducati um pouco como o boxer na BMW. Até mesmo os vizinhos de Noale vão mantendo configurações V2 em algumas das suas máquinas, apesar do V4.

(09-07-2019 às 13:13)dmanteigas Escreveu: [ -> ]Por outro lado, estamos a falar de um motor que foi atualizado recentemente, pelo que era uma aposta algo surpreendente. Até porque colocar este motor na Multistrada certamente vai obrigar a alterações mais profundas que apenas tirar um motor e meter outro. Pode ser fake news, pode ser realidade... para mim um bicharoco destes com um V4 de 190 cv... hearth deve ser um sonho de conduzir.

A razão da actualização foi simplesmente para o homologar no WSBK. Não espantaria inclusivé que para uma hipotética MTS V4, recorressem à versão de 1103cc. E claro que não seria "apenas" retirar o L2 e meter no seu lugar o v4... tecnicamente seria inviável, sem fazer alterações de monta, seja no chassis, como na ciclística. E comercialmente, também não. Aliás, só assim teria sentido... uma nova, revista, actualizada, melhor e mais potente Multistrada.
EH eh... quero ver como os outros vão responder a isto...
Páginas: 1 2 3 4 5