Motonliners

Versão completa: Aprilia e Moto Guzzi com novo importador em 2015
Está de momento a ver uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Em comunicado oficial que a redação da MOTOCICLISMO recebeu, ficámos a saber que a Luzeiro, empresa que desde 2006 importava para Portugal as motos da Moto Guzzi, e desde 2012 os modelos de Aprilia, deixará de o fazer a partir de 1 de janeiro de 2015.

De acordo com a Luzeiro não foi renovado o contrato que mantinham com o Grupo Piaggio para este efeito, e assim estas duas marcas, às quais se junta ainda a Scarabeo, deixam de ser representadas pela Luzeiro.

A MOTOCICLISMO questionou a Conceição Machado Lda., empresa que detém a representação de outras marcas do Grupo Piaggio (Vespa, Piaggio e Derbi), sobre este assunto, e podemos confirmar em primeira mão que será esta empresa a ficar com a importação da Moto Guzzi, Aprilia e Scarabeo, concentrando em si todas as marcas do Grupo Piaggio.

Na realidade a representação a partir de janeiro de 2015 destas três marcas que agora mudam de mãos será feita em Portugal através de uma nova empresa, criada especificamente para este efeito, a Officina Moto, que tem como responsável e gerente Miguel Vasconcelos, que será acompanhado por uma equipa criada para o ajudar.

Em breve serão revelados mais detalhes destas mudanças. Fique atento a www.motociclismo.pt para saber tudo sobre o futuro da Moto Guzzi, Aprilia e Scarabeo em Portugal. A não perder!


fonte: Motociclismo


Pessoalmente, não tenho opinião formada sobre a Luzeiro. A única vez que recorri a eles foi para comprar uns consumíveis para a Tuono. Tinham stock, não houve qualquer stress.
Não faço ideia de qual das partes envolvidas decidiu não renovar o contrato, se a Luzeiro, ou a Piaggio. Agora se vai mudar para melhor ou pior, é aguardar.
A Luzeiro começou a ser conhecida como importador das "soviéticas" Ural. Depois ganhou mão das mais conceituadas italianas MotoGuzzi ou Aprilia, entre outras marcas de menor expressão (Morini, Malagutti, Royal Enfield, etc.).

Como o volume de vendas destas não é de modo algum expressivo por terras lusas, também desconheço se o trabalho desempenhado pela Luzeiro é relevante para a promoção e divulgação das marcas suas representadas, especialmente no que concerne a estas duas italianas. No entanto, não é fácil também encontrar uma rede de agentes nacional, e até mesmo uma procura pelos sites "nacionais" das marcas, encaminha para o site da Luzeiro, o que indicia logo uns pontinhos a menos.

Pena o número de vendas não facilitar a existência de um importador oficial da marca. É que marcas como a Aprilia ou a Guzzi estarem representadas por um importador que vende outras tantas concorrentes, à laia de "é fruta ou chocolate", acaba por não ser benéfico, quanto mim, para uma boa imagem e representatividade de cada uma delas. Mas ou isso.... ou um importador ibérico, como acontece com outras... e entre as duas opções, venha o diabo e escolha!
Tanto nas conjunturas boas como nas más, existem episódios destes. Normal.
Mas também acho que não é suficiente para manchar o trabalho da Luzeiro. Acredito que será muito difícil ser o representante destas marcas em Portugal. Acredito até que será difícil sê-lo de marcas com maior expressão, seja motores ou equipamentos. Os negócios são assim. Só espero é que essas marcas não se tornem "difíceis" aos nossos consumidores. Eu até gostava de ter, um dia, uma V7....  tong
Eu fiz as revisões da minha Shiver na Luzeiro de Massama e só posso dizer bem...em todos os aspectos. Sempre fui bem recebido qualquer atraso em relação a alguma peça era logo informado por telefone... Há coisas k n da para entender .
Representante da Aprilia no Porto

Piaggio Center Porto
tel: 225 072 580