YZF R1 2001 ou VFR 800 FI
#21

Só um pequeno pormenor....
Se for uma ZZR, nunca lhe digas que é a mota mais rápida do planeta.
Diz-lhe só que tem pele de cordeirinho! devil

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#22

Epah a ZZR era mota pela qual trocava a xuxuzeca! shy shy


Responder
#23

(06-10-2016 às 23:02)MagJet Escreveu:  Tenho uma pergunta idiota...
Percebo bem as razões de troca do teu ponto de vista, mas como é que vais convencer a tua mulher a dar mais passeios numa VFR? Que grande aumento de conforto no banco traseiro é que ela vai ter face à Yamaha?

Boas,

A pergunta não é idiota mas tal como o lonerider referiu provavelmente nunca andaste de r principalmente à pendura, a moto já de si tem uma suspensão durissima, a esponja no minúsculo banco de trás que fica a metro e meio do chão é quase inexistente, e a posição do pendura sentado fica com os joelhos quase de baixo da minha cova dos braços! lol Com alguns exageros mas é mais ou menos isto!!!!!
Responder
#24

(06-10-2016 às 23:31)LoneRider Escreveu:  Só um pequeno pormenor....
Se for uma ZZR,  nunca lhe digas que é a mota mais rápida do planeta.
Diz-lhe só que tem pele de cordeirinho!  devil

ZZR 1400 já testei de um amigo, mas para além de não ter €€€€€€ para uma acho-a grande e não me deixa vontade, pelo menos parado! smile

Agora que é maquinão e confortável, isso sem dúvida!
Responder
#25

Na minha opiniao se queres mudar de mota mais vale venderes a que tens e depois com a guita na mao ver as opções que tens mediante a quantia que possuis. Mas a VFR por acaso e uma mota bastante interessante, seria algo que gostaria de meter as maos no futuro mas realmente os consumos da mota deixam a desejar, msm e capaz de consumir menos que a R1.
Responder
#26

Nem vejo aí pelos consumos da R1, até porque até tenho vergonha de ela me fazer no dia a dia 5, qq coisa lol ...mas percebo perfeitamente o que estás a dizer em relação a trocar, mas unicamente da perspectiva da pendura...

A mota tem sido espectacular, é uma delícia de conduzir (também deves sentir o mesmo) a cena é que também gosto de andar com pendura, e para pendura é péssimo!! Ela ainda bem que faz o esforço, mas dá para ver que facilmente é demais para ela andar...quando foi fazer a N2, no segundo dia ela nem conseguia fechar as mãos...

Daí estar a dizer...o ideal ideal era ter duas...uma para andar sozinho e outra para andar com ela...tendo um meio termo e ter de vender esta estou na mesma situação que tu...a 1100xx não me diz nada, a zzr1400 e hayabusa também não, acho simplesmente demasiado grandes...já ouvi dizer muito bem da FJR (apesar de também achar a frente enorme)...felizmente tão cedo não tenho de me preocupar com isso lol lol

Quanto a ti...boa sorte thumbsup

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#27

(07-10-2016 às 00:18)malmeida Escreveu:  
(06-10-2016 às 23:31)LoneRider Escreveu:  Só um pequeno pormenor....
Se for uma ZZR,  nunca lhe digas que é a mota mais rápida do planeta.
Diz-lhe só que tem pele de cordeirinho!  devil

ZZR 1400 já testei de um amigo, mas para além de não ter €€€€€€ para uma acho-a grande e não me deixa vontade, pelo menos parado! smile

Agora que é maquinão e confortável, isso sem dúvida!

Boas.
Já tive uma irmã mais velha (ZZR1100), e apesar do peso dela (~260kg) e da minha enorme envergadura (1,68m) adaptei-me facilmente, usando-a numa base diária no trânsito em Lx. Se era a mota ideal para este efeito? Não, mas tinha outros encantos dos quais ainda hoje tenho saudades. Das motas que tive, foi aquela em que os meus "problemas" gostavam mais de viajar.
Responder
#28

(07-10-2016 às 00:14)malmeida Escreveu:  
(06-10-2016 às 23:02)MagJet Escreveu:  Tenho uma pergunta idiota...
Percebo bem as razões de troca do teu ponto de vista, mas como é que vais convencer a tua mulher a dar mais passeios numa VFR? Que grande aumento de conforto no banco traseiro é que ela vai ter face à Yamaha?

Boas,

A pergunta não é idiota mas tal como o lonerider referiu provavelmente nunca andaste de r principalmente à pendura, a moto já de si tem uma suspensão durissima, a esponja no minúsculo banco de trás que fica a metro e meio do chão é quase inexistente, e a posição do pendura sentado fica com os joelhos quase de baixo da minha cova dos braços! lol Com alguns exageros mas é mais ou menos isto!!!!!

A minha pergunta era "idiota" no sentido de ser retórica.
Já andei numa R, à frente e atrás, e sei bem que nem com muito boa vontade serve para o pendura.
Agora, tenho dúvidas que a VFR já sirva para a tua mulher dar umas voltas. Não me parece que nessa ela de repente passe a sentir o conforto e segurança necessários para querer dar uns passeios.
Isto para dizer que se o principal objetivo for andarem os dois, era melhor um modelo mais turístico.

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#29

(07-10-2016 às 07:08)MagJet Escreveu:  
(07-10-2016 às 00:14)malmeida Escreveu:  
(06-10-2016 às 23:02)MagJet Escreveu:  Tenho uma pergunta idiota...
Percebo bem as razões de troca do teu ponto de vista, mas como é que vais convencer a tua mulher a dar mais passeios numa VFR? Que grande aumento de conforto no banco traseiro é que ela vai ter face à Yamaha?

Boas,

A pergunta não é idiota mas tal como o lonerider referiu provavelmente nunca andaste de r principalmente à pendura, a moto já de si tem uma suspensão durissima, a esponja no minúsculo banco de trás que fica a metro e meio do chão é quase inexistente, e a posição do pendura sentado fica com os joelhos quase de baixo da minha cova dos braços! lol Com alguns exageros mas é mais ou menos isto!!!!!

A minha pergunta era "idiota" no sentido de ser retórica.
Já andei numa R, à frente e atrás, e sei bem que nem com muito boa vontade serve para o pendura.
Agora, tenho dúvidas que a VFR já sirva para a tua mulher dar umas voltas. Não me parece que nessa ela de repente passe a sentir o conforto e segurança necessários para querer dar uns passeios.
Isto para dizer que se o principal objetivo for andarem os dois, era melhor um modelo mais turístico.

Quero agradar à mulher, ao meu cabedal mas também não quero fugir muito à minha praia que são as "R"! Só havia uma turismo que realmente me agradava, a MT-09 Tracer... mas tal como já referi infelizmente não há guito para investir em motos, e a MT traduz-se em muitos euros.
Responder
#30

(07-10-2016 às 11:08)malmeida Escreveu:  
(07-10-2016 às 07:08)MagJet Escreveu:  
(07-10-2016 às 00:14)malmeida Escreveu:  Boas,

A pergunta não é idiota mas tal como o lonerider referiu provavelmente nunca andaste de r principalmente à pendura, a moto já de si tem uma suspensão durissima, a esponja no minúsculo banco de trás que fica a metro e meio do chão é quase inexistente, e a posição do pendura sentado fica com os joelhos quase de baixo da minha cova dos braços! lol Com alguns exageros mas é mais ou menos isto!!!!!

A minha pergunta era "idiota" no sentido de ser retórica.
Já andei numa R, à frente e atrás, e sei bem que nem com muito boa vontade serve para o pendura.
Agora, tenho dúvidas que a VFR já sirva para a tua mulher dar umas voltas. Não me parece que nessa ela de repente passe a sentir o conforto e segurança necessários para querer dar uns passeios.
Isto para dizer que se o principal objetivo for andarem os dois, era melhor um modelo mais turístico.

Quero agradar à mulher, ao meu cabedal mas também não quero fugir muito à minha praia que são as "R"! Só havia uma turismo que realmente me agradava, a MT-09 Tracer... mas tal como já referi infelizmente não há guito para investir em motos, e a MT traduz-se em muitos euros.

Eu trocaria a R1 pela VFR (embora essa versão seja vermelha e cinza, que é estranha). A VFR, na minha humilde opinião, não é assim tão morna como a querem fazer parecer. Agora não tem nada a ver com as ZZR1400, CBR1100XX que são mísseis de cruzeiro, muito menos com a FJR1300 que é outra louça.

Acho que ias sentir alguma perda em altas na VFR800, mas se arranjares uma VFR800V-TEC notas muito pouco, e em estradas tipo cabo da roca, acho que ainda humilhas muitas RRRRRR's.

...
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)