Yamaha T7 concept
#81
Pesquisa por XTZ 660 ou xt1200z problems, dá para os dois lados.

Retentores de oleo forquilha direita a rebentar com fartura, a transmissão volta e meia há malta a ficar com duas a meio das viagens, o sensor de temperatura é conhecido por dar a sua propria interpretação da temperatura e ás vezes reserva-se o direito de não dizer nada, peças metálicas com tratamento anti ferrugem fraquito, motas com menos de 30k com problemas ao pegar porque as valvulas não assentavam correctamente e perdiam compressão, precisavam de afinar valvulas para resolver.

Há poucos modelos imaculados nesta industria. 
Há marcas que sofrem de um estigma lixado que actualmente não se traduz na realidade, depois há outras marcas que têm uma fama de serem super fiáveis  que também não corresponde à realidade.
Eu pessoalmente acho que marcas como KTM e Ducati carregam nas costas uma fama adquirida com os problemas nos anos 90 e 2000 que actualmente estão ultrapassados, a ducati sob a gestão VW tem só dos melhores indices de fiabilidade em Uk, e actualmente é a 5 marca mais vendida lá, portanto não são 3 ou 4 motas vendidas ao fim do ano, no entanto cá em PT continua-se a gozar com a malta das "Sucati", porque ha sempre o amigo do tio do vizinho que jura que viu uma Multistrada a estoirar o motor na A1 a 100kmh.
#82
E ainda não começamos a falar das Avarilias... lol

Existem estigmas que perduram...
Acho que não sou CONINHAS... Mas nunca se sabe...

A minha máquina (e ex):
Kawasaki Versys 1000
Yamaha FZS 600 Fazer

Imagem

#83
(12-11-2018 às 13:19)Liquid_Fire Escreveu: Pesquisa por XTZ 660 ou xt1200z problems, dá para os dois lados.

Retentores de oleo forquilha direita a rebentar com fartura, a transmissão volta e meia há malta a ficar com duas a meio das viagens, o sensor de temperatura é conhecido por dar a sua propria interpretação da temperatura e ás vezes reserva-se o direito de não dizer nada, peças metálicas com tratamento anti ferrugem fraquito, motas com menos de 30k com problemas ao pegar porque as valvulas não assentavam correctamente e perdiam compressão, precisavam de afinar valvulas para resolver.

Há poucos modelos imaculados nesta industria. 
Há marcas que sofrem de um estigma lixado que actualmente não se traduz na realidade, depois há outras marcas que têm uma fama de serem super fiáveis  que também não corresponde à realidade.
Eu pessoalmente acho que marcas como KTM e Ducati carregam nas costas uma fama adquirida com os problemas nos anos 90 e 2000 que actualmente estão ultrapassados, a ducati sob a gestão VW tem só dos melhores indices de fiabilidade em Uk, e actualmente é a 5 marca mais vendida lá, portanto não são 3 ou 4 motas vendidas ao fim do ano, no entanto cá em PT continua-se a gozar com a malta das "Sucati", porque ha sempre o amigo do tio do vizinho que jura que viu uma Multistrada a estoirar o motor na A1 a 100kmh.

Procura por MT07, só muitos poucos os problemas. bigsmile
Eu sei bem os problemas da 660, o partir da 3ª mudança, a porca da cambota e da embraiagem que se solta (como na XT600).
Mas o que está aqui em conta, é pegar num motor que tem 1 ano (nem isso) de estudo e levar essa mota para locais onde existe muito pouca ajuda. Ou pegar numa mota, aparentemente 5k mais barata, e com um motor com fiabilidade mais que mostrada e fazer o mesmo caminho. tens dúvidas qual o pessoal escolhia?!
A KTM é péssima a lançar motores/modelos novos, olha a 390 que queima juntas da cabeça por sobre-aquecimento e trata-se de um motor recente. Como disse, daqui a 3/4/5 anos quando a 790 for trabalhada, aí sim vai ser uma grande mota. Agora? É mais uma que vai ter de levar updates a cada ano.
Sinceramente prefiro ferrugem numa mota a funcionar, que ficar parado na berma com uma mota a brilhar. lol
#84
consigo perceber o argumento de levar uma mota mais barata par ao meio de nenhures para abusar dela, ou melhor ainda, leva uma mota sem muita porcaria electronica e de fácil arranjo caso alguma coisa dê barraca., mas continuo a achar que a malta fala mal da ktm desnecessariamente.
Mas também posso estar a ser um pouco tendencioso, estou prestes a ir buscar uma XD.
#85
(13-11-2018 às 02:22)Liquid_Fire Escreveu: consigo perceber o argumento de levar uma mota mais barata par ao meio de nenhures para abusar dela, ou melhor ainda, leva uma mota sem muita porcaria electronica e de fácil arranjo caso alguma coisa dê barraca., mas continuo a achar que a malta fala mal da ktm desnecessariamente.
Mas também posso estar a ser um pouco tendencioso, estou prestes a ir buscar uma XD.

E fazes muito bem. blink
Acho que não sou CONINHAS... Mas nunca se sabe...

A minha máquina (e ex):
Kawasaki Versys 1000
Yamaha FZS 600 Fazer

Imagem

#86
(12-11-2018 às 13:07)midnightblack Escreveu: Podiam ter usado o Rotax da Nuda, mas depois tinham o problema da cilindrada...poupavam era o desenvolvimento do bi em linha (ou a colagem como alguns referem).

O Rotax 904 da Nuda (que deriva do 804 das F800) foi um motor OEM encomendado e fabricado pela BRP para a BMW e consequentemente aplicado na Husky quando esta pertencia à marca alemã.

Com a alienação da mesma pela KTM e indianos da Bajaj, a Husky ficou interditada de poder continuar a usar esse motor, por razões lógicas (tanto que a Nuda saltou fora de catálogo).

Para além de que estas unidades Rotax eram motores caros e mais complexos (3ª. biela e veio de equilíbrio). Aliás, mesmo a BMW quando renovou recentemente a serie F, preferiu deixar de receber os motores da BRP e encomendou a produção do novo motor 850 aos chineses da Loncin (um mais simples, barato e leve crossplane).
Imagem
Autorizo que possam mandar piadolas à minha pessoa / moto, no forúm.
Reservo-me ao direito de o poder fazer reciprocamente a todo e qualquer membro que use desse direito para comigo.
#87
carlos_kb obrigado pela explicação em relação ao motor da Nuda...não tinha a informação toda.
#88
Um gajo que saiba o que é bom para andar no meio do nada, nem MT07, nem KTM pá!

São só duas letrinhas apenas pá!


Agora fora as tendências e tal....

A T7 vai ser uma mota nova com um motor fiável, é certo, mas que não está livre de ser uma fiasco em termos de fiabilidade.
Uma moto com este fim trabalha muito mais a banda inferior de rotações e com maior esforço.
Quem te garante que não pode sobre aquecer!?
Isto é só uma suposição.
É a ciclistica e toda nova, assim como o chassis.
Nada disso é a prova de bala.
E o mesmo acontece com a Tirolesa....
São dois projectos novos que têm muito para oferecer, mas que estão orientados a públicos que têm algumas características onde são distintos.
I just don't run with the crowd!

http://www.loneriderendlessroad.com
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)