Worst of 2018
#31

Há empresas mais correctas no processo de recrutamento, outras menos.

Mas repara, as empresas publicam anúncio para uma certa posição e entrevistam um x número de candidatos. Ninguém dessa empresa quer saber se vens de 60km ou apanhaste um avião e vieste da conchichina. 

Já agora, dependendo do sector mas a taxa de contratação é de apenas 10% face à totalidade das entrevistas, sendo que alguns grupos maiores têm exigências e números superiores.

Na prática, para contratar 1 pessoa, são exigidas aos RH 8 a 10 entrevistas de perfis favoráveis.

Portanto, e continuando apenas em análise estatística é perfeitamente normal ires a 9 entrevistas para seres contratado só à 10ª.

Quanto mais específica a tua profissão, maior a taxa de contratação.


Responder
#32

PS: Portanto... anima-te e força nisso!


Responder
#33

(03-01-2019 às 11:38)7pires Escreveu:  os empregos, uma data deles, um gaijo continua a ser tratado como puto, ...

Tratares desse Asperger também não era capaz de ser má ideia...

devil

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#34

Por acaso sempre tive sorte, até agora ainda não tive que andar nessa azafama de procura de emprego (nunca enviei um CV). Nesta área o custo de contratar um mau profissional é muito elevado pelo que o recrutamento não é "global" mas sim muito focado em encontrar a pessoa certa. Tipicamente as empresas trabalham com agências de recrutamento especializadas (e muito bem pagas) que contactam e selecionam os candidatos (com base nos perfis do Linkedin, recomendações, etc) e na fase de entrevistas a taxa de sucesso deve andar muito próxima de 100%. Duvido que para uma posição especifica os RH façam 8 ou 9 entrevistas. No máximo para 1 posição farão 2 entrevistas, se tanto. A minha namorada trocou de emprego há cerca de 2 meses e funcionou na mesma lógica. Identificaram o perfil dela no Linkedin e quando foi contactada foi para ser entrevistada mas já com a ideia de a contratar. Parece-me que é este o futuro da contratação em áreas mais especializadas daí que seja cada vez mais importante que os profissionais saibam "vender-se" e construir o seu CV nas plataformas online como o Linkedin.

Em que área trabalhas Pires? Sinceramente nos tempos que correm não consigo perceber como é que ainda há quem aposte na contratação a prazo para tudo o que não sejam trabalhos/necessidades temporárias. Um contrato sem termo tem um periodo experimental longissimo (180 dias) mais que suficiente para avaliar a adequação do profissional ao lugar e ao contrário do que sucedia no periodo pós-troika o despedimento está muito mais facilitado bem como a indemnização a pagar. Espero que este ano tenhas sorte e encontres alguém que te saiba valorizar enquanto profissional. Ou então que te saia o jackpot e ganhes um contrato sem termo na Função Pública  tong

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#35

Pires não desanimes...
No fundo nem gastaste assim tanto, uns 5€ para fazer 120kms? Peanurs.

Voltando ao que interessa boa sorte para este 2019 no campo profissional  V

Velasquez87
Responder
#36

Ora o meu ano motociclistico de 2018 teve muito mais pontos positivos que negativos, foi o ano em que mais viagens fiz de moto, e pelo meio conheci pessoas e locais fantásticos.

Dos aspectos negativos, a notícia de um acidente de um amigo, de felizmente recuperou rápido.

2019...siga! Roda no ar
Responder
#37

(03-01-2019 às 11:38)7pires Escreveu:  faleceu familiar

Os meus pesames Pires, que o mesmo não volte a acontecer nos proximos anos, abraço

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#38

(03-01-2019 às 11:59)vindaloo Escreveu:  Há empresas mais correctas no processo de recrutamento, outras menos.

Mas repara, as empresas publicam anúncio para uma certa posição e entrevistam um x número de candidatos. Ninguém dessa empresa quer saber se vens de 60km ou apanhaste um avião e vieste da conchichina. 

Já agora, dependendo do sector mas a taxa de contratação é de apenas 10% face à totalidade das entrevistas, sendo que alguns grupos maiores têm exigências e números superiores.

Na prática, para contratar 1 pessoa, são exigidas aos RH 8 a 10 entrevistas de perfis favoráveis.

Portanto, e continuando apenas em análise estatística é perfeitamente normal ires a 9 entrevistas para seres contratado só à 10ª.

Quanto mais específica a tua profissão, maior a taxa de contratação.

Perdoem-me o offtopic / reply mas..
Pegando neste ponto, que muitas vezes oiço como justificação das empresas nacionais, é um facto que tal sucede apenas com as mesmas. De todas as entrevistas e/ou primeiros contactos que fiz neste ano, de nacionais contam-se pelos dedos de uma mão as que deram resposta; Já empresas internacionais (ou multinacionais) até uma resposta pré-formatada a uma candidatura espontânea recebi. Por esse motivo, do meu ponto de vista, trata-se de educação. Pura e simplesmente isso.

Para 2019 fod@m-se as Cunhas e Compadrios! Que encontre estabilidade profissional para adquirir novamente a financeira, sem ser tratado como puto ou estagiário mas a querem  a experiência e mais valias que possuo...e tão ou mais importante que, que não haja “sustos” nem problemas de saúde efectivos para mim e para os meus..e já agora para vós e para os vossos!

V
Responder
#39

Bom, este ano com a motinha nova não tive azares... Apenas ainda não estou a conseguir fazer a quantidade e qualidade de passeios que quero...

Até foi um ano positivo... praticamente em todos os aspectos. Ano muito positivo!

@dfelix - Já pensaste em ir a uma bruxa?

@7pires - Aqui a bruxa não irá fazer nada e terás de ser tu a fazer! Já pensaste investir numa especialidade?
Estás numa area que muitas vezes serve de entrada a "putos" na area de informatica, e onde contratam muitos "putos" é normal que leves pela mesma tabela!
Nessa area com 43 anos já deverias ser chefe de uma equipa! (não estou a brincar!)
Eu em 2017 tirei mais um curso e respectiva certificação (VMware - VCP 6.5) o que me valeu umas 20 entrevistas em 2018 sem enviar um unico CV! E respectiva troca de projecto...
Em Fevereiro irei trocar de projecto novamente, aliciado sempre via linkedin e sem enviar CVs...
Tens certificações Microsoft? Na tua area a certificação 70-698 (windows 10) é essencial... depois avanças para a 70-740 (server 2016) e tentas as restantes (https://www.microsoft.com/en-ca/learning...exams.aspx), depois abres portas para subires para a administração de sistemas....

...e depois vou deixar do offtopic sory shy

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#40

Seguindo o offtopic.

Na area de it (onde eu tb trabalho) tens duas possibilidades de estabelecer uma boa carreira e estabilidade, ou te especializas em algo onde existe sempre procura (dba, dev java c# etc, sys admin) mas tens montes de macacos a concorrer contigo e arriscas a ter um ordenado médio devido a existir demasiada  concorrencia, ou apanhas um nicho de mercado com menos oferta mas que caso apanhes um emprego ganhas muito bem e tens menor risco de haver concorrencia (sap basis, bi analyst, cyber security, penetration tester, qa automation, robotics engineer, etc).

Existem certificados que valem ouro, ao fim de tres anos de experiência qualquer macaco se considera middle, nesta fase os candidatos dao distinguidos por experiência  e certificados, depois da faculdade tive o habito de ir tirando certificações, tenho em media 5 a 20 ofertas de emprego no linkedin por mês, das ultimas 3 vezes que mudei nem sequer procurei, fizeram head hunting no linkedin e contactaram-me ja com uma proposta pronta.

É uma area em que nao se pode tar parado, os ciclos de conhecimentos salvo raras tecnologias é cerca de 5 anos, se paras de aprender durante 5 anos ficaste obsoleto, e qualquer miudo saido da faculdade vai rivalizar ctg porque é mais barato.

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)