Vou deixar as motas porra....
#41

(30-03-2016 às 11:33)Cloud Escreveu:  Andar à chuva? Nah!

És Tótó e ainda por cima um Tótó tenrinho ó Cloud.
Começo a desconfiar que este topico foi aberto para fazer conscienciar as pessoas de que às vezes fazem opções erradas.
Acho que devias pensar seriamente nisso.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#42

Gostei dos quadradinhos. Agora um bocadinho mais a sério.

Como sabem ou se calhar não, eu ando de mota apenas por que sim e aproveito sempre que posso para dar uma voltinha, este tempo de chuva tem sido o motivo para não andar de mota.

Isto acontece porque a minha ideia é que apesar do que o que se cai dizendo por aí, andar de mota todo encharcado não é nada agradável.
Os equipamentos para a chuva que já utilizei (mais quando ia de mot4 para a lama) não impediam que ficasse todo molhado, imagino que de mota e em estrada seja ainda pior.

Estou errado? Existe algum equipamento que seja estanque?
Responder
#43

A unica coisa que já usei estanque foi um fato de macaco completo em tecido impermeável. Tem um grande contra, não permite respirar, logo transpiras e bem.

Mas provavelmente existem em goretex. Tem é que ser fato de macaco inteiro, sem junções.
Responder
#44

(30-03-2016 às 13:48)OFFICER Escreveu:  A unica coisa que já usei estanque foi um fato de macaco completo em tecido impermeável. Tem um grande contra, não permite respirar, logo transpiras e bem.

Mas provavelmente existem em goretex. Tem é que ser fato de macaco inteiro, sem junções.

Exatamente este o problema. Eu comprei um completo, e ao experimenta-lo comecei logo a suar. Conclusão, nunca o usei e vendi-o. Uso umas calças impermeáveis, luvas "impermeáveis" e o casaco. Se chover muito o casaco e as luvas acabam por deixar entrar água...

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#45

(30-03-2016 às 13:10)LoneRider Escreveu:  
(30-03-2016 às 11:33)Cloud Escreveu:  Andar à chuva? Nah!

És Tótó e ainda por cima um Tótó tenrinho ó Cloud.
Começo a desconfiar que este topico foi aberto para fazer conscienciar as pessoas de que às vezes fazem opções erradas.
Acho que devias pensar seriamente nisso.

Hahahaha. Acima de tudo sou um gajo muito consciente da minha realidade, e por muito que falem não vão mudar isso. Opções erradas eu? Não estou a ver honestamente, de que falas ao certo?

Imagino que haja muita boa gente que se arrependa de algumas escolhas que vão fazendo na vida, felizmente não é o meu caso (:
Responder
#46

Se chover torrencialmente vais acabar molhado.
Mas não é porque os fatos não sejam impermeaveis.
O que acontece é que a agua entra por contaminar os tecidos expostos, por exemplo um passa montanhas.

As membranas H2Out, Goretex, D-Dry ou DryStar são efectivas mas requerem alguns cuidados, principalmente quando se procede há limpeza do fato.

Um fato impermeavel inteiro é muito mais eficiente que um de duas peças, mas este ultimo muito mais práctico.

Claxav, um bom casaco em Goretex custa 400€ e protege bem da chuva e permite que faças muitos km há chuva sem que te molhes. Acredita que é mais fácil que te molhes quando pares do que enquanto vais a andar de mota.
E não te peses, porque vais assustar-te!!!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#47

Cloud ando desde 2013 de mota o ano inteiro. E nunca fiquei molhado. As luvas que tenho são Goretex e já os encontras a partir de 80 euros, que por sinal são de grande qualidade. As botas tenho da TCX também Goretex. O fato de chuva de duas peças tenho da Bering, só as calças são 30 euros. Agora comprei umas calças de chuva com mais conforto e ergonomico da Dainese por 80 euros na JBMotos. Como vês não só é acessível como tens N fatos de chuvas que fazem bem o seu trabalho. Podes sim fartar-te do trabalho que dá em vestir e despir, molhar tudo á volta e etc mas isso já é outra história.
Responder
#48

Hum? Mas eu nunca me queixei de ficar molhado. Aliás, a não ser que esteja a chover torrencial, só com o casaco que nem impermeável é nem me molho muito, apenas nas coxas, presumo que tenha a ver com a posição de condução e aquelas carenagens todas. Eu não ando é à chuva de moto porque acho ridículo. Considero o equivalente a andares de capota aberta num descapotável mesmo que esteja a chover só porque gostas de andar com a capota aberta. Ya, se vestires um fato impermeável nem sequer te molhas, mas qual é o objectivo exactamente?

Eu nunca fui maluquinho por motos, nunca tive especial gosto por elas, um dia achei piada a uma 125, juntei o facto de com a carta de carro poder andar com ela, comprei-a, aprendi a andar e agora ando com ela. Gosto muito de andar com ela, mas também tenho um carro que também gosto muito de conduzir. Nas minhas idas para casa-trabalho a diferença da moto para o carro é sair 10 minutos mais cedo quando vou de carro para compensar o trânsito. O consumo de combustível felizmente nunca foi preocupação para mim. Não me cabe na cabeça passar pela chatice toda de vir à chuva com a moto, só para vir de moto, quando posso perfeitamente vir de carro e não ter que andar a vestir fatos extra, não ter que vir com o máximo cuidado porque a estrada parece vidro, não ter que chegar ao trabalho e perder 10 minutos a tirar os fatos de chuva e/ou secar alguma roupa que tenha acabado por se molhar. 10 minutos, curiosamente.

Com bom tempo? Ya, prefiro andar de moto. Percebo e até acho piada de ir um domingo ou outro ter com o pessoal e dar uma voltinha. Honestamente, gosto mais do convívio do que exactamente do passeio, mas também acho piada ao passeio. Com chuva só me apanham de moto se a meteorologia se enganar muito.

Agora consigo compreender perfeitamente quem diga que tem que andar à chuva porque é o seu trabalho (telepizza), porque não tem possibilidade de ter carro, porque tem carro e moto mas a mulher tem que levar os filhos à escola, etc. Não consigo compreender alguém que na minha situação escolha ir de moto à chuva só porque sim.
Responder
#49

(30-03-2016 às 17:44)Cloud Escreveu:  Honestamente, gosto mais do convívio do que exactamente do passeio, mas também acho piada ao passeio.

Como diz o outro.... gostos não se discutem...........


.......... lamentam-se! lol

Eu quando saio de moto, o objectivo principal é mesmo o andar de moto.... ou o "passeio" como lhe queiram chamar. Seja a solo, seja acompanhado. Aliás, quando marco um passeio, a ideia é ir.... seja com quem for.... seja sem qualquer companhia. Mas vou!
Consigo tirar um enorme partido da moto, muitos momentos de lazer, descontracção, adrenalina e até reflexão... e isso, aos comandos de uma moto, é algo que cada um sente só por si e que é intrínseco a cada um de nós, pela forma como está neste meio.
Até porque, há momentos que também sabe bem "zarpar" a solo, e sermos donos do nosso tempo, do nosso andamento, da nossa rota ou até da nossa arbitrariedade.

Ainda que não desdenhe o convívio com os demais, acho sim que isso acaba quase por ser complementar. Não é facto de saber que não terei companhia que me vai fazer desistir de um passeio de moto.
Para conviver com amigos, beber uns copos ou desgustar uma boa almoçarada, pode ser em outros quaisquer momentos, independentemente de estarem imbuído num passeio de moto, ou não. É apenas uma questão de unir o agradável, com o útil.

Não sei que experiência tens com motos.... ou se até já conduziste outras motos para além da tua 125. Mas possivelmente este aspecto de tirar o belo prazer do binómio homem-máquina, também possa passar pelo que a moto de cada um tem para oferecer, e a forma como esta se comporta na estrada. Experimenta umas máquinas mais interessantes do ponto de vista dinâmico.... e depois vem-nos dizer o que achas. smile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#50

Muito bem Sr. KB.
Estou plenamente de acordo contigo.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)