Uprade tubos travão XJ6 Diversion - tutorial
#1

Bom dia malta aqui fica o tutorial possível desta operação que desta vez correu mal á frente por os tubos aparentarem serem curtos. Ainda falta resolver este "busilis" com o fabricante ou com o vendedor. Tive que montar novamente os velhos tubos de borracha e sangrar todo o sistema.
1. Organização do espaço e ferramentas
A. Limpar área de trabalho para evitar possíveis contaminações dos tubos e óleo.
B. Proteção veículo e pessoal. Sendo o óleo de travões corrosivo para a pintura mais vale prevenir que remediar usando uma capa de plástico ou em alternativa um pano grosso para cobrir as partes pintadas. Usar luvas de latex (infelizmente eu não consigo usar mas aconselho vivamente) e óculos de proteção.
C. Material necessário (para o meu modelo ou semelhante):
• Chave torque dinamométrica 5nm-50nm ou equivalente (aperto dos parafusos “banjo” na ordem dos 25-33NM). Usei duas chaves destas, uma de 5-24nm e outra maior de 28-120nm para um aperto final.
• Chaves de caixa 8, 10, 12 e 14 (para os parafusos “banjo” da Hel se utilizarem esta marca.
• Roquete e extensão. Atenção que não é aconselhável usar as chaves dinamométricas para desapertar.
• Chave de fenda grande
• Chaves sextavada para o resguardo/carenagem (5 ou 6mm penso)
• Seringa hipodérmica grande
• Tubo plástico transparente (usei 1 grande e um mais pequeno o grande com comprimento suficiente para chegar ao gargalo de um recipiente e o pequeno para puxar o óleo de dentro da embalagem para dentro da seringa)
• Chave luneta ou boca-luneta 8-9mm
• Recipiente transparente.
• Garrafa de água para eventuais salpicos que possam ocorrer e posterior lavagem dos componentes a serem revistos
• Tubo/s novos e óleo DOT4
• Alicate de pontas ou universal pequeno

Material e ferramentas
[Imagem: material-montagem.jpg]

2. Remoção resguardo/carenagem do reservatório de óleo de travão traseiro
[Imagem: remocao-resguardo-deposito.jpg]
[Imagem: remocao-resguardo-deposito2.jpg]
[Imagem: localizacao-deposito.jpg]
3. Retirar óleo do reservatório usando a seringa e o tubo mais pequeno. Colocar o mesmo em recipiente adequado para reciclagem
4. Com a chave de fendas comprimir os pistons do travão (deve ser feito apos a remoção do óleo de travões do reservatório para evitar entornar se este estiver muito cheio) removendo o restante óleo de travões que subiu.
[Imagem: vazamento-cilindros-piston.jpg]

Nota: em alternativa pode-se colocar um dos tubos de plástico no parafuso de sangrar, desapertar o mesmo, e bombear o travão ate não sair óleo, comprimindo depois os pistons mas sempre com o reservatório ainda no sítio. (foi a técnica que usei)
[Imagem: remocao-oleo.jpg]

5. Retirar o reservatório removendo o parafuso de fixação e desligar o tubo de borracha com auxílio de um alicate para a braçadeira
[Imagem: remocao-deposito.jpg]
[Imagem: deposito-retirado.jpg]

6. Limpar o reservatório com água corrente e secar bem com o compressor e reservar.

7. Abrir as abraçadeiras de suporte do tubo de óleo, desapertar os parafusos “banjo”, retirar os mesmos tomando atenção que nenhuma anilha de vedação não se perca ou fica colada a bomba ou á maxila. (não vá o diabo tece-las).
[Imagem: remocao-tubo-traseiro.jpg]

8. Limpar os sítios de vedação dos parafusos.
9. Retirar o tubo vertendo os resíduos de óleo do seu interior para o recipiente a reciclar.
[Imagem: remocao-oleo-tubo-traseiro.jpg]

10. Colocar o novo tubo, parafusos e as respectivas anilhas (uma acima da boca do tubo outra por baixo da boca dos parafusos) tomando atenção á posição do mesmo e respectivos apoios. (tive de fazer um “enchimento” do apoio do tubo com câmara de ar para o tubo não trepidar no interior do apoio)
[Imagem: tubo-traseiro-a-instalar.jpg]
[Imagem: adaptacao-camara-de-ar.jpg]

11. Apertar os parafusos tendo atenção para não fazer o aperto todo de uma vez (ajustar, 1º aperto 24nm, 2º aperto 32nm). Especial cuidado se for um parafuso “banjo” duplo (para 2 tubos) que não é o caso á retaguarda.
[Imagem: aperto-final.jpg]
[Imagem: tubo-traseiro-montado.jpg]
[Imagem: tubo-traseiro-montado-2.jpg]
12. Colocar o reservatório e fixar o mesmo mas sem apertar e deixar destapado.

O meu método de sangrar

13. Encher a seringa com óleo novo, colocar um dos tubos compridos no parafuso de sangrar da maxila e colocar a chave luneta 8mm no mesmo para iniciar a sangria do sistema.
14. Injectar o óleo no sistema através deste parafuso ate encher o reservatório.
15. “Fechar” o parafuso, retirar a seringa e colocar a ponta do tubo para um recipiente limpo transparente de preferência.
16. Iniciar o procedimento pressionando varias vezes no pedal de travão.
17. Pressionar até ao fundo e manter nessa posição “abrindo” nessa altura o parafuso para purgar o sistema. Não largar o pedal enquanto o parafuso estiver aberto.
[Imagem: remocao-oleo.jpg]
18. Fechar o parafuso e pressionar novamente o pedal do travão várias vezes repetindo o processo. No tubo de plástico as bolhas de ar são facilmente vistas a percorrer o mesmo.

Ter atenção ao fluido no reservatório, mantendo o mesmo cheio com fluido para evitar entrada de ar e repetição de todo o processo.

Já com pressão no pedal vislumbram-se no tubo de plástico algo semelhante a espuma, ficando o óleo esbranquiçado, e que são nada mais que minúsculas bolhas. O processo de sangrar termina quando do tubo sair apenas óleo e estas desaparecerem. Convém parar pelo menos uma vez para deixar repousar o óleo e as bolhas juntarem-se. (beber uma burra e fumar um prego ajuda a passar o tempo…lol)
19. Confirmar nível de óleo do reservatório, fechar o mesmo e fixar definitivamente.
[Imagem: enchimento-copo-e-fecho.jpg]
20. Colocar o resguardo
[Imagem: montagem-resguardo.jpg]
21. Dar uma mangueirada na zona dos tubos, bomba e maxila para retirar os resíduos de óleo de travões.

Á frente o processo foi semelhante usei 2 chaves oito milímetros, 2 tubos e dois recipientes para sangrar alternadamente a maxila esquerda e direita.

Famel Foguete (1958) 50cc 1990
Famel 76 50cc (1982)1991-1992
Moto Guzzi NTX 750 (1992)1997-1999
Yamaha XJ600S Diversion (1994) 2017-2018
Yamaha XJ6 Diversion (2010) 2018-logo se vê...https://www.facebook.com/PrepperVulcano39
Responder
#2

Boas;
Aqui está um trabalho interessante e até relativamente simples que apenas requer algum cuidado e organização.
Vulcano 39, estás de parabéns pelo trabalho e pela sua exposição nesta casa. Vais sentir bem a diferença.
Responder
#3

O melhor do Vulcano é o seu sotaque britânico a escrever! devil

Agora a sério...

Muito bom tutorial!
Bom e metódico trabalho!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#4

(31-05-2019 às 21:02)Johnny_1056 Escreveu:  Boas;
Aqui está um trabalho interessante e até relativamente simples que apenas requer algum cuidado e organização.
Vulcano 39, estás de parabéns pelo trabalho e pela sua exposição nesta casa. Vais sentir bem a diferença.

(31-05-2019 às 21:10)LoneRider Escreveu:  O melhor do Vulcano é o seu sotaque britânico a escrever! devil

Agora a sério...

Muito bom tutorial!
Bom e metódico trabalho!

Sei que não é perfeito. Gostava de postar uns videos mas não sou grande entusiasta no que refere á multimedia e ate dava para perceber melhor. Se uma imagem vale 1000 palavras entao um video ui ui...lol Obrigado
Quanto ao meu sotaque, realmente é mesmo isso Lone rider...as vezes a escrever esqueço-me de certas palavras em Português (culpa dos foruns britanios...lol)

Famel Foguete (1958) 50cc 1990
Famel 76 50cc (1982)1991-1992
Moto Guzzi NTX 750 (1992)1997-1999
Yamaha XJ600S Diversion (1994) 2017-2018
Yamaha XJ6 Diversion (2010) 2018-logo se vê...https://www.facebook.com/PrepperVulcano39
Responder
#5

boa iniciativa, bom trabalho.

[Imagem: Qfzl0I1.png]
Responder
#6

Mais detalhado era dificil. thumbsup

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSBKDKs6yFSsA6jXIrK7LO...Fbu3pya-zl]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)