Tubos de travão malha de aço da HEL
#81

O C-ABS foi a bandeira tecnológica da CBR1000RR em 2008 (se não me engano) precisamente para demonstrar que era tão efectivo que se podia aplicar numa desportiva!
Embora não esteja muito dentro dos campeonatos desportivos, recordo ler uma notícia de que houve um campeão britânico que ganhou o campeonato precisamente com uma mota C-ABS.

Mesmo assim, sei e entendo perfeitamente que não é um sistema pensado para as RR, mas sim para motos performantes, com possibilidade de andarem carregadas com dois ocupantes e tarecos, onde se preveligia a estabilidade e a resistência à fadiga!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#82

Boas;
Carlos-kb, fico feliz por saber que a última vez que visitaste o alcatrão ainda eras um adolescente imberbe. A minha admiração e respeito por isso.
Eu não me posso gabar de tal proeza e muito possivelmente voltarei a parti o focinho antes que tal te suceda.
Atingiste um ponto em que podes ter e queres motos com ABS e afins? Impecável, fico feliz por ti; mas isso não me impede de gostar de travar no limite, sentir uma roda da frente bloquear com a de trás no ar e divertir-me imenso em o fazer.
Vou mais longe ainda!! Irrita-me profundamente ser obrigado e não poder optar por motos com e sem ABS!!

"No driving assistance. Die like real man!"?? Respondo-te com: "Vive e deixa viver"... No meio disto tudo, a morte é mesmo o mais óbvio.

Elogiares a aberração do C-ABS da CBR 1000?? Ph#da-se!! Esquece lá isso, é mesmo uma valente m#rda!! Para teres uma ideia, a Unidade de controlo do ABS está junto aos colectores de escape!! É difícil conseguir arranjar local pior!!
Nenhum piloto britânico ganhou nada com isso, até por ainda hoje é proibido. Na altura foi muito badalado um artigo com um piloto britânico em que testava ambas as motos (com e sem C-ABS) na mesma condições e em condições más de aderência conseguiu melhores travagens. Em condições de piso seco, fez muito pior e o sistema revelou imensas debilidades. Sei também tenho essa revista lá por casa.
Responder
#83

(05-04-2019 às 15:29)Johnny_1056 Escreveu:  Carlos-kb, fico feliz por saber que a última vez que visitaste o alcatrão ainda eras um adolescente imberbe. A minha admiração e respeito por isso.
Eu não me posso gabar de tal proeza e muito possivelmente voltarei a parti o focinho antes que tal te suceda.

Felizmente há muitos anos que não sei o que é mesmo cair de mota... ainda que amíude continuem por vezes a ocorrer algumas ameaças mais ou menos sérias (ainda há poucos dias, numa aceleração menos controlada, com a estrada húmida e apanhando uma zona de acumulação de óleo, estive a mesmo a roçar aquele ponto de não retorno com as dua sou três valentes sacudidelas de traseira que a mota me deu. Depois de sentir a mota controlada, deu para acalmar e mudar umas quantas fraldas borradas.

)Mas também sabes que eu ando sempre em modo "velhinha" e (quase) que desmonto antes de cada curva e levo a mota à mão, para correr menos riscos! devil lol )

(05-04-2019 às 15:29)Johnny_1056 Escreveu:  Atingiste um ponto em que podes ter e queres motos com ABS e afins? Impecável, fico feliz por ti; mas isso não me impede de gostar de travar no limite, sentir uma roda da frente bloquear com a de trás no ar e divertir-me imenso em o fazer.
Vou mais longe ainda!! Irrita-me profundamente ser obrigado e não poder optar por motos com e sem ABS!!

Ainda que tenha andado com muita moto sem ABS e tenha feito grande parte da minha aprendizagem sem ele, o facto é que também já senti num punhado de vezes que o mesmo foi essencial para não ir de cornos ao chão.
Apesar de actualmente, numa mota recente, ser quase impossível dispensar o ABS (então desde a Euro 4 em que se tornou obrigatório), em motos actuais venha a ter, será praticamente imperativo.

Em algumas ainda dá para desligar! Mas voltam automaticamente a activar a partir de certa velocidade. bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#84

Eu cá gostava era de ter uma brincadeira destas:

https://www.youtube.com/watch?v=hHRWg91hv-M

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#85

(05-04-2019 às 16:52)dmanteigas Escreveu:  Eu cá gostava era de ter uma brincadeira destas:

https://www.youtube.com/watch?v=hHRWg91hv-M
Então?
Queres indicações GPS para o stand?

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
Responder
#86

Abs ou não ABS?

Nim!

O melhor mesmo é não activar o ABS e para isso é preciso saber travar.

Se se souber manter esta relação o ABS só aumenta o peso da mota.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#87

(05-04-2019 às 17:17)LoneRider Escreveu:  Abs ou não ABS?

Nim!

O melhor mesmo é não activar o ABS e para isso é preciso saber travar.

Se se souber manter esta relação o ABS só aumenta o peso da mota.

Por acaso penso de igual forma.
Não pensava assim antes de ter tido a SV e a verdade é que até nesse aspecto foi boa professora mas também por uma ou outra 125 que tive sem abs e com a qual aprendi da pior maneira a dosear...
Mas mesmo assim, foi uma fase tranquila sem sobressaltos o facto de não ter ABS...

thumbsup

Velasquez87
Responder
#88

(05-04-2019 às 17:17)LoneRider Escreveu:  Se se souber manter esta relação o ABS só aumenta o peso da mota.

Por acaso é algo que acho bastante peculiar... que é a preocupação excessiva com o peso da mota, chegando ao ponto de muitos fazerem alterações, mudarem e retirarem alguns componentes / órgãos, para minimizar algumas dezenas ou centenas de gramas apenas no conjunto. Esquecendo no entanto que depois há tantas outras coisas que podem influenciar no peso bruto final, desde acessórios, carga, um simples atesto e a acabar no peso da(s) cavalgadura(s) que monta(m) em cima disto tudo!

Do que adianta a preocupação excessiva em ter uma mota que pese menos 10 ou 15 kgs, se depois quem anda nela é um odre com mais 40 ou 50 kgs do que o seu peso ideal, ainda a carrega à grande com malas, top case e ainda traz a mulher que acompanha no culto da mesa? devil

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#89

(05-04-2019 às 16:52)dmanteigas Escreveu:  Eu cá gostava era de ter uma brincadeira destas:

https://www.youtube.com/watch?v=hHRWg91hv-M

Posso te dizer que o "Cornering ABS" ou ABS-PRO, dependendo das marcas, é das melhores "coisinhas" que já por ai apareceu e que vale apenas "pagar algo mais". Quando numa situação inesperada precisares de usar, veres que realmente funciona....deixa-te um sentimento que só apetece mandar emails de agradecimento "engenhocas" que pensou naquilo.

"Dá-me só 10 Minutos!"
Responder
#90

(05-04-2019 às 17:45)carlos-kb Escreveu:  Do que adianta a preocupação excessiva em ter uma mota que pese menos 10 ou 15 kgs, se depois quem anda nela é um odre com mais 40 ou 50 kgs do que o seu peso ideal, ainda a carrega à grande com malas, top case e ainda traz a mulher que acompanha no culto da mesa? devil

É uma resposta bastante simples.
10-15kgs alteram a forma como a mota se transmite para o condutor. 15kgs de diferença numa mota é bastante, na minha 07 chega a ser quase 10% de peso total. Então se começares a pensar motas de enduro, o peso da mota importa e MUITO. Nem tudo tem a ver com o peso do pacote inteiro (condutor + mota)
Claro que o sobre peso do condutor também o faz, mas porquê ser gordo e ter uma mota gorda, quando podes ser apenas gordo? lol
Agora aquelas poupanças de 100gr por usar guarda-lamas de carbono, fuck that shit. Isso é para os conas. rolleyes
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)