Triumph Street Triple 2017/2018
#71

Um comentário à parte, como raio uma mota de 1994 continua bonita em 2019, foda-se hearth

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#72

(25-11-2019 às 02:18)Liquid_Fire Escreveu:  A duke original de 1994 (presumo que seja a que estão a falar por se referirem às origens das sm) era de nome duke 620 e o motor um 609cc monocilíndrico, que partilhava a sigla lc4 com as suas irmãs de enduro desde a sua primeira geração em 1987


[Imagem: 800px-KTM_Duke620.jpg]

Tinha ideia que a primeira Duke já seria de 96... 97... Algures por aí.

Tive mesmo de ir ali ao "arquivo verificar". smile

[Imagem: NMNNdxG.jpg]

É mesmo de 94! cool
(o tempo passa depressa)

De 97, também com o mesmo motor são as 620 EGS Adventure e Rallye. blink

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#73

O loninho tem razão.
A designação "supermoto" é relativamente recente.
E deve-se aos franceses com as suas competições de "supermotard".

Antes disso não havia propriamente um nome fofinho.
Era habitual, sobretudo do outro lado do oceano chamarem-lhes de "fun bikes".
E a própria imprensa adoptava isso para se designar as motos de enduro com pneus de estrada.

E sim... as Duke foram grandes responsáveis pela confusão!
Pois nasceram apelidadas de tal.
O derradeiro caos surge com o aparecimento das Super Duke. Pois numa altura que a KTM não tendo tradição de asfalto, transporta esta génese para algo que pretende concorrer com Speed Triples, Monsters, Tuonos..

Isto dos nomes é muito giro. Pois antes da internet ser o que é hoje, havia muitos nomes para a mesma coisa. E antes de haver internet pior.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#74

(25-11-2019 às 03:01)dfelix Escreveu:  Isto dos nomes é muito giro. Pois antes da internet ser o que é hoje, havia muitos nomes para a mesma coisa. E antes de haver internet pior.

Félix, tenho noção que seria mais o contrário. Antes da generalização do fenómeno moto que existe agora, os nomes eram menos, em que cada segmento se arrumava e definia perfeitamente com a sua designação, as suas características próprias e tipo de utilização (salvo raras excepções).

A confusão surgiu quando começou a haver estas mesclas de conceitos e utilizações, entre estilos / segmentos e depois mais ainda, com derivações e sub-estilos desses mesmos "novos estilos". A massificação e difusão por diversos meios, diferentes percepções e muito mais gente a falar e a discutir motos, deu nisso. E para aumentar a confusão, algumas designações surgiram até de alguns construtores, a apelidarem certos segmentos com nomes muito próprios, mas que acabavam a não ser mais do que outros também tinham com outra(s) designação(ões).

Basta abrir os catálogos de meia dúzia de marcas e compará-los, para o constatar.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)