Triumph 765 - O próximo motor para Moto2!!
#21

Boas;
Vindaloo, claro que tens o direito de gostar de tudo o que quiseres e ninguém tem nada a ver com isso!!
A pergunta que fiz foi com intuito de que todos nos devemos questionar sobre o que temos em casa. Longe de mim pretender que tal sirva para dizer que "a minha é melhor que a tua".
Se há gajo "formatado" para os 4 cilindros em linha sou eu, motores que gosto de usar e abusar; mas reconheço o valor de outras soluções, nomeadamente os 3 cilindros.

Nem vou entrar na discussão sobre automóveis. Talvez um dia num encontro abordemos o tema. Eu tenho um fascínio por algo que nunca conseguirei atingir: V12 Bizarrini com carburadores do Lamborghini Countach, apesar do meu carro preferido de todos os tempos ser o Porsche 911 3.0 com o seu arcaico motor refrigerado a ar com bloco de ferro...

(06-06-2017 às 14:11)dfelix Escreveu:  ...
Falou-se imenso disso. E a lista era enorme...
Mas muitos desses modelos ainda continuam à venda. Não entendi ainda porquê.

Mas de qualquer forma a actual Daytona deve ter os dias contados!

Com o 765 deixa de fazer sentido manter o 675.
A não ser que pretendam manter homologada para correr em supersport.
Mas o próprio campeonato está moribundo com motos que atingiram o seu pico de desenvolvimento há uma década atrás.
Penso que será uma questão de tempo para a FIM reformular as regras.

Já agora um pormenor interessante:
Os motores que a Triumph introduziu recentemente cumprem... Euro 5!

Boas;
As Supersport estão próximo do "canto do cisne".
Pelo que li num artigo de fundo na Performance Bikes, revista onde existe uma paixão generalizada pela Daytona 675, apesar de terem partido um motor logo no primeiro teste, a Triumph admitiu que já não há mais caminho por onde ir, quis mesmo passar ao próximo nível com a 765.

A Yamaha R6 deste ano não passa duma lavagem de cara à anterior com mais uns gadgets paneleirosos e à conta das normas ambientais está mais "afónica" que a anterior.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)