Traçar e fazer curvas - noções teóricas para curvar em segurança
#61

[Imagem: zAsMsoW.jpg]

Na minha ex-R1
Responder
#62

(09-03-2017 às 11:34)Cloud Escreveu:  Mostrem-me pf como se faz uma curva numa moto sem counter-steering, principalmente numa moto com avanços. A mais de 30km/h.

Faço curvas a velocidades que não se podem dizer aqui sem utilizar essa técnica.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#63

Mas será que não usas mesmo ou pensas apenas que não a estás a usar porque a pressão nos avanços é tão pequena que achas que não estás a usar?

No filme tem lá o exemplo da mota com o guiador soldado e aquilo que se tem que fazer para curvar é uma tarefa dura/impossível comparativamente ao counter steering.
Responder
#64

(09-03-2017 às 12:24)mr_trecolareco Escreveu:  Mas será que não usas mesmo ou pensas apenas que não a estás a usar porque a pressão nos avanços é tão pequena que achas que não estás a usar?

No filme tem lá o exemplo da mota com o guiador soldado e aquilo que se tem que fazer para curvar é uma tarefa dura/impossível comparativamente ao counter steering.

Ainda não vi o filme.
Como estou a trabalhar, esse tipo de conteúdos gasta muitos dados no meu plafon.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#65

Ahaha

Peço desculpa pelos ings
Responder
#66

(09-03-2017 às 12:32)LoneRider Escreveu:  
(09-03-2017 às 12:24)mr_trecolareco Escreveu:  Mas será que não usas mesmo ou pensas apenas que não a estás a usar porque a pressão nos avanços é tão pequena que achas que não estás a usar?

No filme tem lá o exemplo da mota com o guiador soldado e aquilo que se tem que fazer para curvar é uma tarefa dura/impossível comparativamente ao counter steering.

Ainda não vi o filme.
Como estou a trabalhar, esse tipo de conteúdos gasta muitos dados no meu plafon.

trabalhar e tal a ver se o pessoal acredita lol

nao há pressa que ele está lá no youtube e qd ter d€r jeito ver ficas com algo para um serão porreiro.

depois vem cá dizer o que concordas e não concordas.
Responder
#67

(09-03-2017 às 12:24)mr_trecolareco Escreveu:  Mas será que não usas mesmo ou pensas apenas que não a estás a usar porque a pressão nos avanços é tão pequena que achas que não estás a usar?

No filme tem lá o exemplo da mota com o guiador soldado e aquilo que se tem que fazer para curvar é uma tarefa dura/impossível comparativamente ao counter steering.

Eu esperava que o pessoal chegasse a essa conclusão sozinho. É que counter-steering não é uma 'técnica' muito menos 'facultativa'. É um facto. Mas com tempo o pessoal vai lá, mesmo os mais teimosos.
Responder
#68

Cloud, só vendo o filme é que chega a essa conclusão que todos usamos, uns mais e outros menos.

Na realidade/práctica o que se nota é que a partir de certo ângulo o CS é extremamente útil/eficaz para dar mais ângulo em curva sendo fácil de dizer que só entao se usa a técnica CS e o resto é condução normal sem esses "inputs".
Responder
#69

A questão é essa.... o de usares intuitivamente ou conscientemente?!

Já contei esta história aqui umas quantas vezes... quando comecei a andar de mota, fui-me adaptando e descobrindo por mim mesmo posturas e técnicas que me poderiam ajudar, entre alguns sustos e avisos. Recorde-se que em finais dos anos 80 e inícios dos 90, não havia cá "papinhas feitas", com vídeos ilustrativos e explicações científicas! Já para não falar da maioria das motos que havia,  que estavam a anos luz das ciclísticas actuais que temos hoje em dia.

A informação que havia disponível sobre o tema era pouca ou nenhuma... ao invés de vídeos e google, tínhamos os poucos amigos que também andavam de moto, com os quais partilhávamos opiniões.... e acima de tudo, a nossa experiência. Counter-steering (e todos os outros "ings") davam apenas e só excelentes nomes de naves espaciais para a serie "Galáctica". bigsmile

As imagens que tínhamos ao dispôr de motos a curvar no limite, eram assim apenas pouco mais que aquilo que íamos vendo dos campeonatos de velocidade (125/250/500), nas revistas da especialidade (sim... em papel bigsmile).
Não sei se já fazia CS intuitivamente ou não....o facto é que conscientemente, tentava curvar essencialmente trabalhando com o corpo e pernas em cima da moto, pois era essa a postura "mais evidente" aos nossos olhos, que retirávamos das imagens dos pilotos "pro" que nos eram dadas a ver.

Já andava de CB Two Fifty, quando um mecânico (com o qual mais tarde vim a trabalhar), que também andava pelos meandros da competição nacional, me disse:
- epa... para facilitar a forma de curvar, experimenta empurrar ligeiramente para a frente o punho do lado ao qual a curva se descreve. Vais ver que é muito mais fácil e natural.

Primeiro estranhei... Experimentei.... e depois fui entranhando! Sim, agora de forma consciente bigsmile... e não é que a sensação de linearidade da trajectória era muito mais simples, fácil, e sobretudo, segura!!! smile

Vários anos depois chamam-lhe "counter-steering"... que ainda muito anteriormente disso, ouvi chamar (portuguesisticamente) de contra-brecagem (expressão que primeiramente só ouvi derivada do mundo do WRC, para compensar a força centrífuga de deslocamento da traseira do veículo, em viragem, mas que, por exemplo, já era usada há muito nas primeiras corridas de "dirt track" em motos)....

Mas tal como o gajo que vai ver as soluções das palavras cruzadas, antes de as sequer descobrir por si mesmo, hoje e com a informação existente, é fácil vir para um fórum afirmá-lo como algo absoluto.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#70

Lá estão vocês com a mania que antigamente é que era porque não sei o quê. Eu quando comecei a andar de moto também não fui a correr para a internet ver o que devia fazer, e olha que eu nem carta tirei, comprei a moto 2 meses antes de sequer poder andar nela, a primeira moto em que me sentei foi a minha, nem à pendura. Foi por mim mesmo que comecei a perceber que para curvar não virava a roda para onde queria ir, e que para a 'desinclinar' era mais fácil tentar curvar para o 'lado errado'. Depois sim, não foi o mecânico, mas foi outro gajo qualquer que me disse o que isso era e como se tirava melhor proveito disso. Mas agora quer-me parecer que todos vivemos na mesma época, e portanto o tal google está disponível para todos, portanto ver um tópico de 'noções teóricas para curvar' a chamar ao counter-steering 'técnica facultativa' é normal que torça alguns narizes. A menos que haja alguns que tenham ficados parados no tempo, não vejo motivo para tal 'desacreditação' do termo.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)