Traçar e fazer curvas - noções teóricas para curvar em segurança
#1

Olá amigos

A ideia deste tópico é fazer um tutorial que sirva de apoio teórico para aqueles que agora começam ou, e também, para os mais experientes corrigirem algum vício.
Não gostaria que fosse um tópico tecnicista, fechado aos que ainda andam a aprender (como eu), mas sim que fossem estes os que nos contassem como é que referências usam para fazer as suas trajectórias em curva, deixando assim margem para que os mais experientes na coisa possam corrigir, se for caso disso, e assim, com exemplos práticos ir redactando o tutorial.

Vá, quem é o primeiro a atirar-se pra piscina dos tubarões!? cool

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#2

Hum.... este tópico vai mas é arranjar problemas com o Caroço, quando se começar a falar de "contra stirings" e "chickens coiso"! lol

Epa...  curvar? Até à data ainda nunca fui de focinho contra um chaparro!!! É sinal que mais ou menos, vou dando conta da coisa.... até ver!!!  bigsmile

edit: Quando digo chaparro, refiro-me a qualquer espécie arbórea!!!
É que por acaso na zona de predominância de chaparros propriamente ditos, nem há assim tantas curvas! proud

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#3

Não me importo de ser o primeiro a atirar para o tanque dos tubarões.  shy

Uma das coisas que, desde que aprendi, nunca mais deixei de utilizar, foi a usar o travão de trás para correção e melhor definição de trajetórias em curva. Cortesia do Nuno Barradas da escola de pilotagem da Honda, que me "mostrou a luz". O lado menos bom da coisa, foi que para quem quase nunca substituía pastilhas atrás, passei a ter uma despesa maior com estes consumíveis. O benefício compensa.  cool

Outra das técnicas que aprendi foi a de aplicar o peso do corpo nos pousa pés, deslocando-o do assento e baixando o centro de gravidade, o que também torna mais eficaz a definição da trajetória.

PS: apesar das técnicas acima expostas, e talvez em resultado de algumas quedas/acidentes que tive, assumo que sou um mariquinhas a curvar, e que tenho galinhas nos pneus que nunca mais acabam! Mas pelo menos continuo a andar de mota lol
Responder
#4

(08-03-2017 às 11:58)marco.clara Escreveu:  Uma das coisas que, desde que aprendi, nunca mais deixei de utilizar, foi a usar o travão de trás para correção e melhor definição de trajetórias em curva. Cortesia do Nuno Barradas da escola de pilotagem da Honda, que me "mostrou a luz". O lado menos bom da coisa, foi que para quem quase nunca substituía pastilhas atrás, passei a ter uma despesa maior com estes consumíveis. O benefício compensa.  cool

Outra das técnicas que aprendi foi a de aplicar o peso do corpo nos pousa pés, deslocando-o do assento e baixando o centro de gravidade, o que também torna mais eficaz a definição da trajetória.

X2
Responder
#5

Rod,

folgo em ver que citaste todo o meu post, exceto a parte de ser um maricas a curvar... lol clap cool
Responder
#6

(08-03-2017 às 12:44)marco.clara Escreveu:  Rod,

folgo em ver que citaste todo o meu post, exceto a parte de ser um maricas a curvar...  lol clap cool

Não preciso de mencionar o que toda a gente já sabe da minha condução blink


Também não citei a parte inicial, porque aqui não há tubarões...uns rosicolor ainda admito...
Responder
#7

Correcto Marco!
Não importa se és rápido ou não, o que importa é fazer a curva em segurança.
O travão traseiro para corrigir a trajectória é uma técnica avançada, porque seguramente que o primeiro que te diz é que em curva não se deve travar. Ou seja, é uma excepção que confirma a regra! blink

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#8

Sim...eu admito...sou uma menina a curvar... shy
Responder
#9

(08-03-2017 às 11:28)carlos-kb Escreveu:  Hum.... este tópico vai mas é arranjar problemas com o Caroço, quando se começar a falar de "contra stirings" e "chickens coiso"! lol

Epa...  curvar? Até à data ainda nunca fui de focinho contra um chaparro!!! É sinal que mais ou menos, vou dando conta da coisa.... até ver!!!  bigsmile

edit: Quando digo chaparro, refiro-me a qualquer espécie arbórea!!!
É que por acaso na zona de predominância de chaparros propriamente ditos, nem há assim tantas curvas!  proud

O contra Stering é uma técnica, mas que é facultativa.
Podes fazer curvas sem a utilizar.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#10

(08-03-2017 às 13:04)LoneRider Escreveu:  
(08-03-2017 às 11:28)carlos-kb Escreveu:  Hum.... este tópico vai mas é arranjar problemas com o Caroço, quando se começar a falar de "contra stirings" e "chickens coiso"! lol

Epa...  curvar? Até à data ainda nunca fui de focinho contra um chaparro!!! É sinal que mais ou menos, vou dando conta da coisa.... até ver!!!  bigsmile

edit: Quando digo chaparro, refiro-me a qualquer espécie arbórea!!!
É que por acaso na zona de predominância de chaparros propriamente ditos, nem há assim tantas curvas!  proud

O contra Stering é uma técnica, mas que é facultativa.
Podes fazer curvas sem a utilizar.

Nem sequer disse que era uma técnica obrigatória (mas que por acaso utilizo, a par de outras posturas blink )!
Apenas disse que o Caroço vai mandar vir quando se começar (naturalmente) a falar dos inglesismos. bigsmile

Todas as técnicas são admissíveis (umas mais que outras).... o que interessa é chegar ao final da curva, de preferência, em cima da mota.... nem que para isso tenhas de desmontar antes, levá-la à mão... e voltares a montar no final da curva! lol devil

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)