Tópico dos Radares
#71

(27-01-2015 às 11:42)carlos-kb Escreveu:  Um das de velocidade que levei, foi precisamente aí (IC2 Pq. Nações - Sta. Iria)!

E foi nesses sentido?!?!?!?!? disapointed

Pensava que era só no sentido stª Iria - pq Nações que punham o radar!!! redeye

Ontem ia atrasado para casa.... e passei lá a 80 km/h.... + 80 km/h..... dead

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#72

Talvez tenhas sorte, reza para que sim que essa já dói mais disapointed
Responder
#73

Oh pessoal, um princípio básico: se uma dada via parece um bom sítio para acelerar aos olhos de um civil, também parecerá aos olhos de um Polícia. Depois, para pôr o radar, é só uma questão de imaginação.
Responder
#74

(27-01-2015 às 16:21)Mr.Ricky Escreveu:  E foi nesses sentido?!?!?!?!?  disapointed

Pensava que era só no sentido stª Iria - pq Nações que punham o radar!!!  redeye

Yap.... eu fui apanhado no sentido Sul-Norte. Depois disso voltei-os a ver no mesmo sentido, com o carro (Corolla branco descaracterziado e com o triângulo colocado atrás) encostado na berma, cerca de 1 km antes da saída para a N10. E depois eles à espera nessa saída e (presumo) no acesso cá de cima para a A1 / Santa Iria. Não há escapatória possível, e mesmo que haja, o "retrato" já foi tirado.

Depois disso também já os vi no IC2 no sentido contrário (N-S), com o radar um pouco mais à frente da incineradora junto ao rail e o carro do lado de fora, na estrada que segue paralela.
E também já os vi a seguir aquelas curvas dos viadutos para Sacavém / Bobadela e eles a "fotografarem" em cima da zebra que divide o acesso destes do IC2.

(27-01-2015 às 16:21)Mr.Ricky Escreveu:  Ontem ia atrasado para casa.... e passei lá a 80 km/h.... + 80 km/h..... dead

Eu passei lá.... e embora tendo cuidado, aquela hora era pouco provável que lá estivessem (quase 22h).

Aonde os vi ontem também e aonde estão quase todos os dias de manhã, é mesmo na descida de Vialonga da A1 (sentido S-N), antes das portagens de Alverca. O radar está entre o rail e a guarda metálica de protecção sobre a passagem inferior da estrada dos Caniços que vai da Póvoa para Vialonga, e até está bastante visível, com o carro estacionado cá em baixo, na estrada. O limite aqui é 100 Km/h.

(27-01-2015 às 16:49)quatropiscas Escreveu:  Oh pessoal, um princípio básico: se uma dada via parece um bom sítio para acelerar aos olhos de um civil, também parecerá aos olhos de um Polícia. Depois, para pôr o radar, é só uma questão de imaginação.

Lógico que os locais aonde é susceptível o pessoal abusar mais, é certo e sabido que também são assiduamente frequentados pelos "retratistas" (rectas de auto-estrada, descidas de declive acentuado, etc.). Mas outros locais há aonde eles também gostam de estar, não tanto por se poder abusar ou abrir punho, mas sim porque sabem de antemão que a colheita é proveitosa (tipo locais com limites especialmente baixos como são localidades ou certo troços "especiais" de certas vias, aonde inclusivé muitas vezes a sinalização é dúbia ou dificilmente visível).

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#75

(26-01-2015 às 11:25)OFFICER Escreveu:  Dá-me graça reclamarem por serem multados e que é caça à multa. Caça à multa seriam se não dessem sequer tolerância e isso seria mau para todos nós pois numa zona de 80kmh e se fores a 90kmh já podes levar com a cacetada e eles não o fazem.

Eu não reclamo dos radares que são colocados dentro de localidades cujas vias pelas suas particularidades são propícias a acidentes resultantes de... velocidade!
Refiro-me a estradas com entroncamentos, acessos a residencias, passadeiras, proximidades a escolas, etc.
A sinistralidade por norma ocorre nesses locais.
E embora a maioria tenham semáforos que dispara quando se excede, diariamente vejo-os a não serem respeitados.

Eu reclamo dos radares que são colocados em locais cujas caracteristicas da via facilmente deixem o condutor em situação de infracção sem que estejam a provocar uma situação de perigo.
E isto é frequente em locais que não sendo vias rápidas, têm caracteristicas de tal.
Normalmente estes são troços onde não há sinistralidade. No entanto, são exactamente este tipo de locais onde facilmente numa manhã ou duas se consegue atingir os quantitativos mínimos de multas a realizar.

(26-01-2015 às 15:19)quatropiscas Escreveu:  ...mas temos que ser homenzinhos e assumirmos as coisas com elas são. Uma coisa é ser apanhado a 70 ou 80 numa daquelas localidades que só existem administrativamente em muitas nacionais deste país ou ser apanhado a 140km/h numa AE de 3 vias com bom tempo e pouco trânsito. Agora, parece-me difícil reclamar por ser apanhado a 40 ou 50km/h acima do limite. disapointed

Não está em causa assumir o excesso de velocidade!
Não leste certamente ninguém a manifestar que deveria ser legal andar a 140 em zonas de 100.

O que está em causa é o facto de existirem locais que pelas suas caracteristicas torna-se muito facil de se entrar em excesso de velocidade.
Que essas vias normalmente nem têm sinistralidade. E que essas vias costumam ser precisamente os pontos habituais onde é feito o controle!

O que está verdadeiramente em causa é assumir que existe caça à multa.

(27-01-2015 às 11:42)carlos-kb Escreveu:  Ainda ontem à noite lá passei..... e claro, há sempre tendência a conter o andamento. Mas ir até 80 km/h ali (velocidade máxima permitida) é mesmo "surreal" e desfasado da realidade. Ainda mais quando existem "vias rápidas" com piores condições aonde são permitidas velocidades maiores.

É por aqui, certo?

[Imagem: zona80_zps1b3cf6a4.jpg]

quatropiscas , transcende-te assim tanto ser apanhado a 140 nesta suposta zona de 80?
Responder
#76

(28-01-2015 às 18:03)dfelix Escreveu:  
(26-01-2015 às 11:25)OFFICER Escreveu:  Dá-me graça reclamarem por serem multados e que é caça à multa. Caça à multa seriam se não dessem sequer tolerância e isso seria mau para todos nós pois numa zona de 80kmh e se fores a 90kmh já podes levar com a cacetada e eles não o fazem.

Eu não reclamo dos radares que são colocados dentro de localidades cujas vias pelas suas particularidades são propícias a acidentes resultantes de... velocidade!
Refiro-me a estradas com entroncamentos, acessos a residencias, passadeiras, proximidades a escolas, etc.
A sinistralidade por norma ocorre nesses locais.
E embora a maioria tenham semáforos que dispara quando se excede, diariamente vejo-os a não serem respeitados.

Eu reclamo dos radares que são colocados em locais cujas caracteristicas da via facilmente deixem o condutor em situação de infracção sem que estejam a provocar uma situação de perigo.
E isto é frequente em locais que não sendo vias rápidas, têm caracteristicas de tal.
Normalmente estes são troços onde não há sinistralidade. No entanto, são exactamente este tipo de locais onde facilmente numa manhã ou duas se consegue atingir os quantitativos mínimos de multas a realizar.

Explica-me então como os acidentes nas auto-estradas muitas vezes são mortais para os condutores que se despistam e muitas vezes para outros que seguiam naquela via à hora errada? Será do quê esse despiste? Não sei se ouviste falar sobre um despiste há coisa de 2 ou 3 dias ali na zona do Montijo depois da ponte onde morreu um jovem de 23 anos e deixou gravemente ferido uma jovem de 20. Eu estive a ver isso e nos videos dá para ver as medições da GNR, da maneira que ficou o carro e segundo os traços que eles estavam a fazer, o mais certo seria estar a circular em velocidade excessiva ou até mesmo excesso de velocidade.

Explica-se se é mais dificil controlar um veiculo em despiste a 120kmh ou a 150kmh. Explica-me se mais facilmente controlas um veiculo com um furo repentino ou rebentamento de pneu a 100kmh ou a 120kmh.

Achas que isto são tudo balelas? Eu vi um despiste em plena AE de uma carrinha que ia na via da esquerda e eu circulava na altura na via do meio em plena ultrapassagem. Ora, se eu ia a 120kmh e ele estava a ultrapassar-me com rapidez, adivinha o que o fez despistar?

Perdeu o controlo da carrinha, já não o conseguiu ganhar porque ia em excesso de velocidade e afirmo até que ia em velocidade excessiva para o tipo de carrinha que conduzia, embateu no separador central e depois varreu uma AE inteira até ao lado direito onde foi esbarrar-se contra os rails de protecção. Por sorte, não bateu em ninguém e ninguém mais além dele sofreu as consequências da sua inconsciência.

Eu parei para ajudar nesse dia, mas o meu pensamento era apenas um: "Bem feito e ainda bem que não lixaste a vida a mais ninguém seu retardado mental".

Portanto, não me venham com a tanga que o excesso de velocidade não tem responsabilidade directa em muitos sinistros, porque tem, quer seja em cidade, em vias equiparadas ou em auto-estradas, tem.

E repito, nós quando obtemos uma categoria e procedemos aos exames teórico e práticos, concordamos com o que o código da estrada Português indica, nesse caso, quem prevarica, arrisca. Não é caça à multa, é o trabalho de fiscalização que felizmente ainda existe pois caso contrário isto seria a república das bananas ou até algo mais estilo Russia.
Responder
#77

Boas;
Officer, acho que estás enganado. A maioria dos acidentes graves dão-se em Estradas Nacionais e Urbanas. Não é por leres as notícias do Correio da Manhã ou teres presenciado um acidente na Auto-Estrada que esta passa a ser mais perigosa.
Referes a fiscalização como regulador de comportamentos, onde é que se pode incluir um radar escondido que ninguém vê? Isso cheira-me mais a punição e tentativa de arrecadar umas massas.
Seria bom ver veículos das forças de segurança em circulação nas estradas, isso sim tinha um efeito persuasor. Duvido que muitos tivessem o comportamento que têm se fossem avistando um veículo da BT ou da PSP.
Responder
#78

Eu não referi que as AE são mais perigosas que as outras, estava a falar no contexto de velocidade mais elevada, ou seja, pegando nos 120kmh e nos 140/150 que muitas vezes se vê circular nessas vias.

Nas outras o processo é o mesmo mas com velocidades diferentes, claro que andar a 140kmh numa AE é mais seguro que numa IC mas tanto numa como na outra, em caso de acidente vai dar molho do grosso.
Responder
#79

Radares todos identificados em Espanha
Link motociclismo

Blog com fotos de passeios de mota em: http://naosougajodefazerblogs.blogspot.pt/
Cumprimentos "V"!
--Cláudio A. B. Silva--
Responder
#80

"Em Espanha todos os radares estarão visíveis!"

"Esta medida anunciada por Maria Seguí, e que terá aplicação imediata, implica que todos os radares, fixos e móveis, serão indicados aos condutores através de sinais, além de que os próprios radares não estarão camuflados para ocultar a sua posição, técnica habitualmente utilizada."

"No pensamento da DGT, adotar esta medida de revelar publicamente a posição dos radares irá levar a que os condutores abrandem realmente a velocidade, especialmente nos percursos considerados como “pontos negros”, onde é habitual ocorrerem acidentes mortais."

"Ao contrário do que acontece com os radares “camuflados”, onde os condutores são apenas apanhados em excesso de velocidade e nunca chegam a reduzir a velocidade para valores dentro do estipulado no Código da Estrada, pois nunca se apercebem de que estão a ser controlados, esta medida poderá efetivamente ajudar a diminuir os acidentes e a taxa de mortalidade nas estradas espanholas."



Acho estranho em Espanha estejam preocupados em reduzir a sinistralidade desta forma.
Afinal, também estão em crise! E plantar radares escondidos em zonas onde não existem sinistros tem provado em Portugal ser uma forma eficiente de obter receita..
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)