Tópico das perguntas básicas

(15-01-2016 às 16:25)Lusitanian Escreveu:  Então basicamente a assunto é: evitar comprar motas carenadas...ou será que vale a pena o risco?

Vou directo ao assunto, tenho uma belissima GSX650F azul de 2008 para venda, mas o dono ainda não colocou o anuncio. E estou profundamente dividido. É só mesmo por causa das carenagens, tenho que ter consciência que um dia posso ir ao tapete num dia de chuva, e só pensar na confusão que é reparar o dano de uma carenagem...não sei se vale o risco.

Lusitanian.... fazes sexo? Partindo do pressuposto que sim, também tens o risco de 9 meses depois teres um bónus indesejado.... ou apanhares uma DST!
Mas não é por isso que se deixa de fazer sexo, right? Apenas se recorrem a métodos para minimizar esses riscos indesejáveis.
Espero que percebas esta analogia, face à tua problemática.  blink

Se fossemos a pensar no risco que as carenagens se partam numa eventual queda, ninguém comprava motos carenadas, pois é algo comum a todos quantos andam em duas rodas.... que é o risco de cair!

Alegadamente quando compras uma moto, não vais andar sempre  a pensar que podes cair com ela, não? Acontece, é verdade.... mas não podes fazer disso obsessão.

Até porque não é certo que numa queda numa moto de carenagens, que tenhas de comprar outras novas. Como já foi, dito, depende do tipo de queda, e do estado em que elas fiquem.
As carenagens de moto são também reparáveis. Existem especialistas nesta "arte" (Lacomoto ou Motopinta são dois bons exemplo de reparadores e pintores de carenagens na zona de Lisboa).

Por outro lado, os modelos mais comuns, especialmente japoneses, têm também fabricantes aftermarket de carenagens, para quem não queira, no caso de uma necessária substituição, gastar tanto dinheiro.
Em Milão fartamo-nos de ver stands de fabricantes chineses, por exemplo, de carenagens "cruas" (por pintar), destinadas as vários modelos de motos mais comerciais (CBR, GSXR, ZZR, etc.).

Depois, investir em cogumelos, em protecções dos eixos das rodas, manetes retrácteis, protecções de motor, etc.... são tudo coisas que numa pequena queda, podem depois ajudar a minimizar de forma acentuada os danos mais on€rosos.

Se gostas dessa GSXF.... não a comprar porque simplesmente tem carenagens, parece-me um motivo minimal. Vai em frente!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Camarada... não penses nisso... mas é que nem vale a pena... com essa ordem de raciocínio, nem de moto andavas... pois o natural é a moto querer-se "amandar" para o chão....

Se estás a pensar em que numa queda podes partir as carenagens todas... então numa naked com tudo à mostra... não partes carenagens partes outra coisa qualquer quer...

Quando comprei há muitos anos a BMW R850R que tive... era comum ouvir... eh pá... se caíres partes essa gaita toda... com as cabeças aí mesmo a jeito de rasparem no chão.... se o pessoal pensasse assim não compravam motores Boxer....

Tudo é relativo... não deixes de comprar a moto só porque tem tupperwares.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

Sim, não deixo de comprar. Apenas...quando o "guito" é pouco, temos tendência em querer minimizar tudo o que possa fazer um buraco na carteira. smile
Só pensei seriamente nisto porque ando á chuva e apanho muito porcaria na estrada, em curvas apertadas a descer e a subir, onde passam camiões frequentemente...epá dá que pensar no que posso meter-me. Com uma mota naked é naquela, partes os espelhos e riscas o depósito e por aí além. E isso ficaria nuns 200/300 euros, no máximo 500 euros de arranjo. Com uma mota carenada, só uma carenagem a precisar de ser substituída vai rondar uns 500 ou 700 euros. É de deixar um gajo ansioso. Mas sei que são filmes, apenas queria saber a vossa opinião.


EDIT: Quando acabei de escrever o texto acima, telefonaram-me...era o dono da GSX650F. Telefonou-me para dizer que já vendeu a mota a um familiar que pagou-lhe a pronto. Nem tinha colocado o anuncio, já vendeu a mota mad que m****, está num estado irrepreensível, com malas laterais e pneus novos, quilometragem abaixo dos 10 mil... wtf agora fiquei mesmo aborrecido.
Responder

Paciencia...motas há muitas, nesta altura do ano, o que não vão faltar é negócios porreiros, é preciso é ir andando atento.

[Imagem: 7STkQ4B.jpg]
Responder

(15-01-2016 às 18:45)pneves33 Escreveu:  Paciencia...motas há muitas, nesta altura do ano, o que não vão faltar é negócios porreiros, é preciso é ir andando atento.

Exactamente... é preciso estar atento... e sem pressas...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

(15-01-2016 às 18:27)Lusitanian Escreveu:  Sim, não deixo de comprar. Apenas...quando o "guito" é pouco, temos tendência em querer minimizar tudo o que possa fazer um buraco na carteira. smile
Só pensei seriamente nisto porque ando á chuva e apanho muito porcaria na estrada, em curvas apertadas a descer e a subir, onde passam camiões frequentemente...epá dá que pensar no que posso meter-me. Com uma mota naked é naquela, partes os espelhos e riscas o depósito e por aí além. E isso ficaria nuns 200/300 euros, no máximo 500 euros de arranjo. Com uma mota carenada, só uma carenagem a precisar de ser substituída vai rondar uns 500 ou 700 euros. É de deixar um gajo ansioso. Mas sei que são filmes, apenas queria saber a vossa opinião.


EDIT: Quando acabei de escrever o texto acima, telefonaram-me...era o dono da GSX650F. Telefonou-me para dizer que já vendeu a mota a um familiar que pagou-lhe a pronto. Nem tinha colocado o anuncio, já vendeu a mota  mad que m****, está num estado irrepreensível, com malas laterais e pneus novos, quilometragem abaixo dos 10 mil... wtf agora fiquei mesmo aborrecido.

Parece quando vendi a minha B650.... também não meti anuncio... e o primeiro que a veio ver...por indicação de um amigo comum...ficou logo com ela... e nem carta tinha ainda... tive de ser eu a ir-lhe levar a moto a casa.



Aquando da compra da GSXR1100WP... foi diferente... o rapaz, que a tinha comprado nova, um registo, estava a pedir um preço absurdo... e andávamos em trocas de emails e chamadas telefónicas há uns 6 meses.... anda para cá...anda para lá.... até que lá se chegou a um valor... menos obsceno... mas mesmo assim completamente louco... ele não a queria vender... eu queria muito comprar... mas não por preços daqueles... mas lá se fez o negócio... não estou arrependido, embora saiba que com o mesmo valor poderia comprar uma moto recente... desportiva... mais actual... enfim... poder podia... mas não era a mesma coisa...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

Lusitanian, deves estar a ver mal o filme! Caíres com uma naked normalmente é mais oneroso que nas carenadas. Se for daqueles que te levantas logo a seguir vais gastar bastante mais dinheiro na na naked porque os danos são no motor ou nas suas tampas, na carenada pagas a repintura, autocolantes ou a carenagem. Agora se o tombo for grave pagas motor e carenagem.
Responder

(15-01-2016 às 18:27)Lusitanian Escreveu:  (...)
Com uma mota naked é naquela, partes os espelhos e riscas o depósito e por aí além. E isso ficaria nuns 200/300 euros, no máximo 500 euros de arranjo. Com uma mota carenada, só uma carenagem a precisar de ser substituída vai rondar uns 500 ou 700 euros. É de deixar um gajo ansioso. Mas sei que são filmes, apenas queria saber a vossa opinião.
(...)

Olha que não!... Para essa ordem valores deves estar a pensar numa queda parado. Sem cogumelos e com algum azar à mistura.

Agora numa queda em andamento mesmo que relativamente lenta mas em que a mota deslize no chão partes bem mais do que isso.

É que nas naked o guiador tem a mania de ir "cumprimentar" o deposito, (várias vezes!), e logo aí, mais coisa menos coisa, tens quase os tais 500 euros em reparação e pintura do deposito, na compra dum guiador novo e nos &%$#/&%$ dos autocolantes.  Been there, paid (much more than) that!... blink  Depois é a pezeira, selector de mudanças, piscas, plásticos da traseira, etc., etc.... E isto se tiveres "a sorte" de que ela caia para o lado contrario ao do escape... Porque senão... smile

E assim esquece lá esse prisma quando pensares em trocar senão ainda acabas mas é com uma bicicleta e das de "linha branca" porque nas outras... blink

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder

se caires de mota todas ficam caras. até as carenadas se cairem vao riscar o motor não é por ai. as naked secalhar ficam uma pouquinho mais barato mas não é nada de abismal. o que podes fazer é o que eu fiz, comprar uns cogumelos gigantes e por uma protecção de eixo nas rodas, sempre minimiza algo, mais protecção de motor etc blink
Responder

(15-01-2016 às 13:03)Lusitanian Escreveu:  Pergunta básica:

Em caso de queda, numa mota com carenagem dando como exemplo GSX650F ou CBR600F ou uma F800ST e haver danos significativos, qual seria o custo de uma carenagem nova? Normalmente costuma ser a carenagem frontal que engloba o painel até parte do motor.

Tenho ouvido que seria á volta de 1000/2000 euros, o que achei absurdo.

Não sei como é nas outras marcas, mas no meu caso só preciso de saber a tabuada dos 400 para saber um orçamento para substituir as carnagens originais.
Isto sem contar com outros danos.

Já a pintura, a mim ficou-me pelos 250€. Ficou mais caro porque é uma pintura especial. Pinturas mais simples deve ficar mais barato.

O que recomendo a todos, com ou sem carnagens, é investir em protecções: cogumelos e tampas de motor. Custa dar o dinheiro mas, em caso de queda, poupa-se um bom bocado em peças que não tiveram que ser substituídas ou que podem continuar no activo, mesmo com danos estéticos.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)