The British Motorcycle situation
#1

O ponto de vista de um motociclista britânico sobre como é visto o motociclismo de um modo geral no País dele e qual a possivel expectativa relativamente ao futuro curto/médio prazo.

Pessoalmente gostei mais da maneira descontraida como põe as ideias em curso...cigarro numa mão, redbull na outra e siga falar de motas... V

https://www.youtube.com/watch?v=WrKNwa-JCzw

Velasquez87
Responder
#2

É uma opinião comum dos ingleses sobre a sua industria e transversal ao universo motociclistico e automóvel, as mascas inglesas cairam por não acompanharem os standards de qualidade alemães ou asiáticos, as unicas que se aguentaram foi porque souberam evoluir (e em grande parte pelos apoios do estado), o caso que mais me doi no coração é a lotus, porque cresci em casa de um mecanico da extinta lotuscar (a loja ainda existe mas nada tem a ver com o passado) e a queda do concessionário português coincidiu com a queda da marca em uk, por isso consigo sentir um pouco dessa nostalgia que afecta os britanicos, é triste, ainda estaremos vivos para presenciar o dominio chinês no sector automóvel e mais cedo ainda no sector das duas rodas. É a vida, o tempo passa tudo muda.

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#3

Espero bem que selecção natural faça esse trabalho antes de que isso aconteça....

O que este tipo comenta sobre a indústria do motor inglesa é verdade mas deveria fazer um pouco de autocrítica, não nas esferas mais altas como o faz, mas baixar ao nível do trabalhador comum.

Será que um trabalhador nacional quer fazer turnos?
Será que quer fazer os trabalhos "sujos" que fazem os não nacionais!?

Não é só o apoio do estado, também convém querer sujar as mãos de vez em quando.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#4

Practicamente tudo o que gajo diz é uma valente realidade.
Sobretudo no panorama do que poderiam fazer e não fazem pelas mais variadas razões.

Porém, o gajo podia ter feito pelo menos o trabalho de casa:

Ele dá o exemplo da Triumph caso de sucesso. E é uma realidade.
Mas practicamente toda a produção da marca é feita na Tailândia, e a qualidade dos produtos de Taipei é descaradamente superior ao que era produzido em Hinckley.

E quando fala de rebrand dá o exemplo da BSA.
Que é precisamente uma das marcas que está a ressurgir após ter sido comprada pelos indianos da Mahindra.

Mas...
Só pelo gajo parecer que foi descongelado após um sono profundo de 20 anos, já sou fã!

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)