Tenho de dar razão ao Johnny
#81

(10-10-2017 às 16:33)Johnny_1056 Escreveu:  Uns Bridgestone S21 com melhor performance que uns Pirelli Diablo Rosso III??!!

Não me choca.
Já que estamos a falar de uma utilização de estrada.
E pneus como estes Rosso e sobretudo os Corsa normalmente só revelam a sua verdadeira performance a temperaturas que não se conseguem em qualquer estrada...

Já matei em estrada muitos corsas que vinham de trackdays e provas do nacional com 1/2 a 2/3 de vida ... e cá fora não me transmitiam a mesma confiança que outros bem mais honestos.

(10-10-2017 às 19:02)LoneRider Escreveu:  E temo, por muitas qualidades que tenha, que não seja uma MT07 a mota ideal para pôr esses pneus na sua temperatura de funcionamento.

Olha que é por aí... smile

A minha scrambler tem specs identicas à MT07.
Os mesmos 75cv e os mesmos 67Nm de binário. Só que aparecem um bocadinho mais cedo.
E no meu percurso diário que envolve alguns troços de vias rápida com curvas rápidas e onde a abordagem é estar constantemente a "aliviar" o acelerador para "aquele bocadinho antes de partir"... não sinto sequer estar a espremer os MT60RS pseudo-mistos que a equipam de origem.

Não consigo imaginar o que poderia beneficiar em meter pneus sport nisto... disapointed

Mas também estou velho e acabado. Cheio de reumático, tendinites... e longe de conseguir manter um andamento aceso como o FZ1000 por ser um puto novo certamente consegue. smile
Responder
#82

Da última vez que precisei de comprar pneus, fui à oficina do costume, perguntei que pneus havia, mostraram-me 3, escolhi uns, montaram-nos. V

Depois de andar com eles, constato que são bons. thumbsup

Depois de ler este tópico, nunca mais serei capaz de escolher pneus na minha vida... sad
... e mesmo que alguém os escolha por mim, quando andar de mota vou estar sempre a pensar nas 500 caraterísticas específicas da marca e modelo do pneu em questão, aliadas às condições atmosféricas, ciclística da mota, ritmo da marcha, qualidade do piso, temperatura, etc. etc. etc. what

Volta, ignorância! Sinto a tua falta!
Responder
#83

(11-10-2017 às 00:35)marco.clara Escreveu:  ...vou estar sempre a pensar nas 500 caraterísticas específicas da marca e modelo do pneu em questão, aliadas às condições atmosféricas, ciclística da mota, ritmo da marcha, qualidade do piso, temperatura, etc. etc. etc.  what

Começa já a pensar mandar vir um medidor de pressão para andar sempre no bolso... cool
Responder
#84

(10-10-2017 às 19:38)Fz1000 Escreveu:  
(10-10-2017 às 19:02)LoneRider Escreveu:  Johnny pá....

Tenrinhos com demasiadas horas no YouTube...

Mas é normal que pense assim, pois é preciso saber aquecer bem esses pneus para lhes tirar o melhor sumo.
E temo, por muitas qualidades que tenha, que não seja uma MT07 a mota ideal para pôr esses pneus na sua temperatura de funcionamento.

Dito isto, não seria de estranhar que tivesse melhor feedback dos S21 dado que precisam de metade do temperatura para funcionar a pleno rendimento que o Rosso III.

Lambe-me as bolas.

Fdx... ja viste a barba do gajo?

Aquilo deve dar arrepios pah... confused confused


Responder
#85

(11-10-2017 às 00:25)dfelix Escreveu:  Não consigo imaginar o que poderia beneficiar em meter pneus sport nisto...  disapointed

Divago que deverias conseguir optimizar qualquer coisa em travagens, mais segurança em entradas em curva pendurado nos travões e eventualmente se tiveres preferência em determinados formatos/perfis de pneu adequar mais a mota ao teu estilo de condução preferencial.

Penso ser consensual que de modo genérico a michelin e pirelli permite uma inserção mais fácil em curva e forca menos no limite, enquanto a bridgestone arqueia menos ate a borda do pneu sendo necessário mais empenho a forcar a mota na curva a partir de uma certa inclinação, embora aumente a estabilidade.

Nao deixa de ser um exercicio teorico ja que nao faco puto de ideia de como e o comportamento da scrambler e desses pneus.


Responder
#86

(11-10-2017 às 00:52)dfelix Escreveu:  
(11-10-2017 às 00:35)marco.clara Escreveu:  ...vou estar sempre a pensar nas 500 caraterísticas específicas da marca e modelo do pneu em questão, aliadas às condições atmosféricas, ciclística da mota, ritmo da marcha, qualidade do piso, temperatura, etc. etc. etc.  what

Começa já a pensar mandar vir um medidor de pressão para andar sempre no bolso...  cool

Dfelix... chama-se "pesa ar". lol devil angel
Responder
#87

(11-10-2017 às 01:18)vindaloo Escreveu:  Nao deixa de ser um exercicio teorico ja que nao faco puto de ideia de como e o comportamento da scrambler e desses pneus.

Fiz a comparação porque se trata de uma moto com specs iguais á MT07 que (ab)uso no meu dia-a-dia.
E cujo pneu que utiliza de origem (e já voltei a substituir por igual) está longe de ter um perfil desportivo!

Até acredito que o FZ nas suas fugas aos lelos por serras algarvias aplique valentes esfregas na borracha.
A utilização que dou é certamente mais tenrinha...
Ainda assim inevitávelmente faço alguns troços de AE com curvas rápidas porreiras em que tenho de aliviar recorrentemente o acelerador para o motor não ir a esgotar.

Alguns dos pneus desportivos aqui referidos uso/usei em outras motos que tenho/tive.
E muito honestamente, acho que utilizá-los também na scrambler não iria tirar qualquer proveito.
Responder
#88

(11-10-2017 às 17:20)dfelix Escreveu:  ...
Ainda assim inevitávelmente faço alguns troços de AE com curvas rápidas porreiras em que tenho de aliviar recorrentemente o acelerador para o motor não ir a esgotar.
...

Boas;
Reparem e mordam-se com a poesia desta frase!! cool
Ahh.. E no meio disto tudo os pneus até têm tacos!!

Full throttle!!
Responder
#89

Pseudo tacos pá!

Que aquilo é um pneu de estrada vestido de camuflado...

Mas, mesmo que fossem tacos em aceleração não existe grande espiga.
O problema dos tacos no asfalto surge durante a travagem, porque um pneu de MX ou Enduro, pela sua morfologia põe muito pouca borracha no chão e nas travagens fortes a tendência é a derrapar por falta de atrito. Principalmente se for o pneu de bicicleta 90/90/21...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#90

Sim, o MT60RS é um MT60 sem a carcaça reforçada, tacos mais "fechados" e uma margem "slick" na extremidade.
E uma borracha que deve ser a mesmo dos Angel ...
Não é "fofinho" como os diablo.

Mesmo a esmifrá-los em estradas abrasivas (betão da A8) troquei o primeiro par na revisão dos 12.
Nunca um pneu durou tanto nas minhas mãos. O de trás ainda fazia mais 2 ou 3 mil km. Mas o da frente já estava todo escadeado.
Claro que o facto do primeiro 1/3 ser nas mãos do anterior dono contou para a contabilidade.
Mas "a olho" parece-me que estes devem chegar também aos 12.

Isto mostra grande inteligência por parte da Ducati... já que a longevidade acaba por coincidir com as revisões.
Acaba-se assim por juntar a troca de pneus ao resto, e mamam mais 60 euros no preço destes face ao que se consegue cá fora.

Acho que iria obter ganhos significativos em optar por algo mais sport nesta moto de 75cv? Não.
Se me perguntassem isto há 2 anos anos atrás, seria esta a mesma opinião? Não.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)