Suzuki Vanvan 200
#1

Só se fala de motões para aqui, motões para ali... Vamos lá equilibrar isto e com uma notícia que me deixa com a lagrimazita no olho lol

Ver aqui

[Imagem: RV200L6_YSF_Right.jpg]

Suzuki Vanvan
N2
 Picos
 Firewatcher
Passeata raiana
Responder
#2

Ia precisamente abrir tópico com esta recente novidade das Suzzettes! Mas tu anticipaste-te!  lol

Ora, bem.... Akimoto.... se de Van Van 125 vais aos Picos da Europa.... com esta 200 é mesmo para ires aos Alpes e fazeres o Paso del Stelvio!  blink

[Imagem: Suzuki-Van-Van-200-700x325.jpg]

Suzuki intruduces the new Suzuki VanVan, a motorcycle series with a rétro style manufactured in the 1970s, characterized by wide tires to get through all types of terrain, sand included. It features a 4-stroke air-cooled single-cylinder engine along with 18” front (130/80) and 14” rear tires (180/80). Visit Suzuki Italia Spa, Pavilion 24, Booth T 56

fonte

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#3

Só tenho pena que chegue tão tarde à Europa, senão há muito que seria um feliz proprietário de uma. No Japão as 200cc (250??) são muito populares, mas como também não tenho grande certeza se estas já foram comercializadas cá (talvez apenas aqueles modelos mais antigos sem o actual tanque), posso assumir que a Suzuki não as tenha lançado por cá por causa dos regulamentos das licenças de circulação. Na nossa realidade, 200cc é uma cc que não faz grande sentido. Por isso, não acredito que seja apenas por causa da popularidade. As 125 não são populares e mesmo assim a Suzuki tem sempre os modelos nos catálogos, sem alterar um ferrinho sequer. Tal como esta 200 que apenas muda o tamanho do motor e deixa de ter a clássica grelha de carga na traseira, o que é estranho porque a moto apenas precisa é de um depósito de combustível maior. Não que seja uma moto que o requeira, mas porque um tanque de sete litros já é coisa do passado.

Suzuki Vanvan
N2
 Picos
 Firewatcher
Passeata raiana
Responder
#4

A VanVan recorre ao motor 125cc da GN / Marauder.... no seguimento da tua ideia sobre as 250, e havendo o air-cooled de quarto de litro, das TU / GN, ter-se-ia uma base similar para desenvolver uma VanVan 250.
Agora será que isso compensaria? É que no caso da 125, na Europa, para além dos A1, tem sempre a vantagem de contar com os potenciais clientes encartados B.

As 250 acabam no fundo por ser actualmente uma cilindrada "demodé", com o recente boom das 300, que sempre oferecem algo mais, face ao segmento inferior das 125!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

As vanvan são de injecção... só as conhecia de catálogo, mas o rapaz que me comprou a B650 andava com uma... e curiosamente até era bem acabada, bem fabricada.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#6

É normal que (as actuais) sejam de injecção (2007 adiante). Ainda que seja dos modelos mais antigos de todos os catálogos das marcas, e com muito poucas alterações ao longo do tempo.

E as primeiras, as originais, dos seventies, eram a 2 tempos.

[Imagem: RV125_blue-top_450.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#7

Ó Akimoto! Vou dizer uma blasfémia, mas quanto mais tempo passa mais acho que as motas ditas mais pequenas são as melhores para fazer viagens! Porque se pára mais facilmente, porque se conhecem mais pessoas, porque não se quer saber da auto-estrada, porque se consegue ver a paisagem muito melhor... e podia continuar. Por isso, continua a mostrar-nos as tuas viagens fantásticas!

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#8

(18-11-2015 às 18:07)carlos-kb Escreveu:  Agora será que isso compensaria? É que no caso da 125, na Europa, para além dos A1, tem sempre a vantagem de contar com os potenciais clientes encartados B.

As 250 acabam no fundo por ser actualmente uma cilindrada "demodé", com o recente boom das 300, que sempre oferecem algo mais, face ao segmento inferior das 125!

Pelo que se faz as seguintes perguntas: co-habitam as duas cc no catálogo? (não faz muito sentido) Ou sai a 125 e fica apenas a DR125 para oferta aos condutores A1 e B? (o que também não faz muito sentido. A DR já não é nova e não vejo a Suzy a apostar em mais scooters)

(18-11-2015 às 18:26)nelsonajm Escreveu:  As vanvan são de injecção... só as conhecia de catálogo, mas o rapaz que me comprou a B650 andava com uma... e curiosamente até era bem acabada, bem fabricada.

A minha é de 2005 carburada(impensavelmente, made in japan), e esse rapaz é um gajo cheio de bom gosto

(18-11-2015 às 18:54)MagJet Escreveu:  Ó Akimoto! Vou dizer uma blasfémia, mas quanto mais tempo passa mais acho que as motas ditas mais pequenas são as melhores para fazer viagens! Porque se pára mais facilmente, porque se conhecem mais pessoas, porque não se quer saber da auto-estrada, porque se consegue ver a paisagem muito melhor... e podia continuar. Por isso, continua a mostrar-nos as tuas viagens fantásticas!

thumbsup  Além de blasfémia, estás a ferir susceptibilidades  lol

Suzuki Vanvan
N2
 Picos
 Firewatcher
Passeata raiana
Responder
#9

Não vejo o interesse em ter 200 quando se tem a 125... Uma de certeza que sairá do merdado.

Quanto ao motor, não será o mesmo? Apenas com maior capacidade cubica?
Responder
#10

Tal como disse atrás, o que não fará sentido. A 200, que há uns anos atrás muito quis ter, está finalmente a chegar e saindo a 125 lá se vai o universo dos A1 e B. E lembrar que a Inazuma também faz parte do catalogo. Vamos ver se a Suzuki ainda tem algo mais a apresentar.

Suzuki Vanvan
N2
 Picos
 Firewatcher
Passeata raiana
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)