SUZUKI KATANA

(30-01-2019 às 20:38)pareias Escreveu:  Clemente: compraste 4 SYMs e nenhuma prestava?

Na altura de trocar dava sempre o benefício da dúvida... E voltava a comprar Sym!!!

Um pouco à semelhança da história do bebé e do limão... lol

https://youtu.be/07M1m6rPjLk

Mas por aqui pelo fórum, já deu para ver que o Clemente não é uma pessoal fácil de fazer mudar de ideias..
Só depois da quarta é que realmente ficou com a certeza. bigsmile devil

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

(30-01-2019 às 20:38)pareias Escreveu:  Clemente: compraste 4 SYMs e nenhuma prestava?

Penso que a maioria das pessoas teria ficado por uma.

Desconheco as motivacoes, mas abro o convite a partilha por parte do Clemente.

Nao digo que seja o caso mas por vezes ha contornos negociais que assim 'quase' que obriga.

Conheco um caso pessoal de um sujeito que ficou com um motor partido de uma S1000RR (2013) e que sempre lhe deu montes de problemas... a marca nunca tendo assumido verdadeiramente o problema e sempre na politica das meias solucoes acabou por lhe fazer uma retoma impecavel por uma S1000RR de 2015, com uma troca de valores muito pouco significativa.

Entre uma decisao radical de mandar fornicar a marca e ficar com um pisa papeis, a opcao racional acabou por ser nova bmw.

Penso que havia um conhecido de alguem aqui do forum que penso ter ouvido uma historia semelhante ou nos mesmos moldes, mas como nao conheco minimamente pormenores nao estou a vontade para comentar, nem sei se e o caso.


Responder

Vocês não lamberam a coisa....

Na imagem, os homens na Honda são os mecânicos que estão a ver como por "aquilo" a funcionar, as Senhoras são o Piloto e Pendura.

"Dá-me só 10 Minutos!"
Responder

(30-01-2019 às 20:58)vindaloo Escreveu:  
(30-01-2019 às 20:38)pareias Escreveu:  Clemente: compraste 4 SYMs e nenhuma prestava?

Penso que a maioria das pessoas teria ficado por uma.

Desconheco as motivacoes, mas abro o convite a partilha por parte do Clemente.

Nao digo que seja o caso mas por vezes ha contornos negociais que assim 'quase' que obriga.

Conheco um caso pessoal de um sujeito que ficou com um motor partido de uma S1000RR (2013) e que sempre lhe deu montes de problemas... a marca nunca tendo assumido verdadeiramente o problema e sempre na politica das meias solucoes acabou por lhe fazer uma retoma impecavel por uma S1000RR de 2015, com uma troca de valores muito pouco significativa.

Entre uma decisao radical de mandar fornicar a marca e ficar com um pisa papeis, a opcao racional acabou por ser nova bmw.

Penso que havia um conhecido de alguem aqui do forum que penso ter ouvido uma historia semelhante ou nos mesmos moldes, mas como nao conheco minimamente pormenores nao estou a vontade para comentar, nem sei se e o caso.

Tens o exemplo do Nuno (Brissky) e da sua K1200R que se incendiou dois dias e 200 km depois de ter vindo da revisão.

A BMW através do seu concessionário envolvido no caso, deu a benesse ao Nuno de sair com uma S1000R semi nova, a um preço "simbólico", apaziguando a situação e a coisa não criar muito hype na praça pública. Mas em ambos os casos (o que relataste e este do Brissky) decorreram no âmbito de uma marca cujo serviço pós venda é uma verdadeira maquina.
Não sei até que ponto situação idêntica poderia adquirir os mesmos moldes numa marca de menor expressão e representação como é a Sym, face a uma BMW Motorrad. think

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

(30-01-2019 às 20:58)vindaloo Escreveu:  
(30-01-2019 às 20:38)pareias Escreveu:  Clemente: compraste 4 SYMs e nenhuma prestava?

Penso que a maioria das pessoas teria ficado por uma.

Desconheco as motivacoes, mas abro o convite a partilha por parte do Clemente.

Nao digo que seja o caso mas por vezes ha contornos negociais que assim 'quase' que obriga.

Conheco um caso pessoal de um sujeito que ficou com um motor partido de uma S1000RR (2013) e que sempre lhe deu montes de problemas... a marca nunca tendo assumido verdadeiramente o problema e sempre na politica das meias solucoes acabou por lhe fazer uma retoma impecavel por uma S1000RR de 2015, com uma troca de valores muito pouco significativa.

Entre uma decisao radical de mandar fornicar a marca e ficar com um pisa papeis, a opcao racional acabou por ser nova bmw.

Penso que havia um conhecido de alguem aqui do forum que penso ter ouvido uma historia semelhante ou nos mesmos moldes, mas como nao conheco minimamente pormenores nao estou a vontade para comentar, nem sei se e o caso.

Bom,

vamos ver se não me esqueço de alguma coisa

primeiro comprei uma Chinesa 125 em 2009 ou 10 já não me recorda, para ver se ainda sabia andar de moto e se me adaptava a scooters porque nunca tinha tido

a 125 tinha 2.000 kms fiz até aos 7.000 e depois vendi-a

então comprei uma moto nova no Salgueiro Motobelas uma Kymco downtown 300i em 2011, eleita internacionalmente como scooter do ano 2011

esta com 7.000 kms já estava a precisar de um rolamento da roda da frente porque arrasou por completo, eu digo assim grande porcaria

chegou aos 10.000 kms fiquei empanado com o kit de transmissão correia toda desfeita, ao abrigo da garantia meteram uma correia nova, fiz logo uma viagem de seguida só cheguei a Estremoz correia partida outra vez reboque com ela, na Motobelas montaram um kit todo novo com variador e correia, ao abrigo da garantia e coloquei logo um anuncio no OLX, veio um senhor de Coimbra e comprou-a foi buscá-la á oficina da Motobelas, assunto arrumado (farto da moto).

Daí adquiri uma SYM Maxsym 400 s/ABS preta ´fiz 7.000kms nela arrasou o carreto/veio porque é só uma peça, da roda de trás, foi para a oficina e ao abrigo da garantia levou o veio/carreto e tb a transmissão , correia variador etc.etc., vim a saber que estava a acontecer a todas daquele ano, a peça custava a mordia quantia de +/- 400€, pensei e OLX com ela, vendia

a seguir veio uma SYM Maxym 400 cinza de 2012 ou 13 já não me recorda, que disseram que já não tinha o problema do carreto/veio, então quando chegou aos 4.000 kms logo que chegava ao emprego de manhã que é quando ando mais depressa porque vou sempre atrasado eram os meus colegas junto ao relógio de ponto a dizer-me " Ó Clemente pá a moto perde sangue azul " , era o liquido de refrigeração que perdia pelas abraçadeiras dos tubos, daí fui ao Miguel da Migtec e ele disse-me que já não era a primeira com este problema, EU DISSE ; AÍ É ? Então OLX com ela siga...

entretanto o miguel da migtec disse-me este fim de semana vou cá ter a maxsym 600 para fazerem testedrive, é uma questão de experimentares e assim foi experimentei e até gostei do disparo do motor
acabei por aquirir em 2014 então o NAVIO AFUNDADO Maxsym 600i, pensei , bom esta poderá ser que venha mais robusta e não me dê problemas...

bem o NAVIO AFUNDADO já meio Portugal sabe da história, como se costuma dizer, "foi pior a emenda do que o soneto " eu disse chega de fazer más figuras porque os meus colegas já todos me gozavam com as sacanas das motos Chinesas

aqui andei um ano para me resolverem o problema da Maxsym 600, estava a ver que ficava sem moto e sem dinheiro, entretanto em Janeiro de 2015 entreguei a moto á Ondatorres e levantei com mais algum valor em dinheiro o Relógio Suíço Honda Integra 750

Hoje tenho 50.000 kms na Honda e só tenho a dizer maravilhas

faltou tb relatar mais alguns pequenos problemas nas Chinesas como baterias e outros problemas pequenos, que tive com elas, mas deixei o essencial e foi assim a minha passagem pelo mundo Chinês

thumbsup

  " SÃO HONDA SENHOR; SÃO HONDA "
Responder

Um mundo....
que te deixou de olhos em bico ó Clemente... lol

Mas eu conto duas SYM...não eram 'QUATRO'?

Velasquez87
Responder

(30-01-2019 às 22:44)Velasquez87 Escreveu:  Um mundo....
que te deixou de olhos em bico ó Clemente... lol

Mas eu conto duas SYM...não eram 'QUATRO'?



são 5 Chinesas no total 1 marca ??? 1- Kymco e 3-SYM para ser preciso duas 400 e uma 600

thumbsup

  " SÃO HONDA SENHOR; SÃO HONDA "
Responder

(30-01-2019 às 22:44)Velasquez87 Escreveu:  Um mundo....
que te deixou de olhos em bico ó Clemente... lol

Mas eu conto duas SYM...não eram 'QUATRO'?

Shit... isto dos fóruns revela tudo, se estiverem atentos. É por essas e por outras que eu não tenho vergonha.

Os exageros ou meias-verdades dão trabalho e exigem manutenção.

[Imagem: 07._Camel_Profile%2C_near_Silverton%2C_N...7.2007.jpg]

Agradeço à Suzy Paula a grande homenagem realizada.
Responder

Isso é que foram uns filmes malucos! what

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder

Era uma vez um clemente, que curtia bué motas chinesas.

Um certo dia, o clemente decidiu que era altura de ter uma mota chinesa... mas pensando bem, como uma era pouco, resolveu que desse por onde desse, havia de ter quatro. "Ouviram bem? QUATRO!"

(30-01-2019 às 15:21)clemente vicente Escreveu:  eu de SYM para quem não sabe, tive 4 era cada tiro cada melro (problemas)

ouviram bem QUATRO , 3 Sym 400 e o NAVIO AFUNDADO SYM 600

A história dessas 4 motas Sym (ouviram bem, QUATRO), foi a seguinte.

Começou por ter uma...

(30-01-2019 às 22:39)clemente vicente Escreveu:  Daí adquiri uma SYM Maxsym 400 s/ABS preta ´fiz 7.000kms nela arrasou o carreto/veio porque é só uma peça, da roda de trás, foi para a oficina e ao abrigo da garantia levou o veio/carreto e tb a transmissão , correia variador etc.etc.

Face aos problemas que esta Sym Maxsym 400 deu, o clemente achou que era altura de mudar de mota. Intrépido como sempre foi, OLX com ela e... toca de comprar outra exatamente igual!

(30-01-2019 às 22:39)clemente vicente Escreveu:  a seguir veio uma SYM Maxym 400 cinza de 2012 ou 13 já não me recorda, que disseram que já não tinha o problema do carreto/veio, então quando chegou aos 4.000 kms logo que chegava ao emprego de manhã que é quando ando mais depressa porque vou sempre atrasado eram os meus colegas junto ao relógio de ponto a dizer-me " Ó Clemente pá a moto perde sangue azul " , era o liquido de refrigeração que perdia pelas abraçadeiras dos tubos

Infelizmente esta insistência resultante da tolerância e do benévolo benefício da dúvida que tão bem carateriza o clemente, não deu bons resultados. Então era efetivamente altura de mudar e seguir em frente. OLX com ela e... toca a comprar outra da mesma marca!

(30-01-2019 às 22:39)clemente vicente Escreveu:  entretanto o miguel da migtec disse-me este fim de semana vou cá ter a maxsym 600 para fazerem testedrive, é uma questão de experimentares e assim foi experimentei e até gostei do disparo do motor
acabei por aquirir em 2014 então o NAVIO AFUNDADO Maxsym 600i, pensei , bom esta poderá ser que venha mais robusta e não me dê problemas...

Ops... parece que depois da Maxsym 600i, foi finalmente dado o salto para o melhor cagalhão suíço do mundo, pelo que antecipamos assim a história das chinesas em menos uma mota do que inicialmente previsto. Portanto das QUATRO (ouviram bem?) passamos a 3.

(30-01-2019 às 22:56)clemente vicente Escreveu:  são 5 Chinesas no total 1 marca ??? 1- Kymco e 3-SYM para ser preciso duas 400 e uma 600

Espera, espera... afinal não são 4 nem 3... temos isso sim, 5 chinesas, das quais 1 Kymco e 3 Sym (o que totaliza 4, e não 5...). Epá... deixa-me lá ir ali buscar o meu ábaco a ver se consigo fazer estes cálculos... provavelmente a coisa está a falhar-me porque não percebo de numeração chinesa nem sei ler relógios suíços.


Conclusões a reter:
a) o clemente não sabe fazer contas, logo precisa de uma calculadora e não de um relógio suíço
32. o clemente é masoquista ou sofre do síndroma de Estocolmo no que diz respeito a motas de merda
iii. o clemente tanto diz que uma marca é merda sem nunca ter conduzido nenhum dos seus modelos, como ter metade dos modelos de outra marca para chegar exatamente à mesma conclusão

thumbsup

[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)